Correio Paulinense

Paulínia, 15 de junho de 2024
Tiguila Paes (PRTB), presidente da Comissão de Mobilidade da Câmara, cobrou mais fiscalização no transporte intermunicipal, durante reunião do Parlamento Metropolitano da RMC

Última atualização em 3 de setembro de 2013

[imagem] O Projeto de Resolução 04/2013, de autoria do vereador Tiguila Paes (PRTB), aprovado em definitivo no dia 02 de julho passado, criou a Comissão Permanente de Esportes, Habitação, Urbanismo e Modalidade Urbana da Câmara Municipal de Paulínia. A Comissão é presidida pelo autor e tem como membros a vereador Siméia Zanon (PSDC) e Custódio Campos (PT).  
Entre as atribuições da nova Comissão Legislativa Municipal está traçar um diagnóstico da mobilidade urbana da cidade visando desenvolver soluções inovadoras para o transporte público ou privado do município, exigir a manutenção de calçadas públicas, e implantar medidas para diminuir a poluição ambiental provocada por veículos automotores, além de outras propostas. 
Na última quinta-feira (29) a Câmara Municipal de Paulínia sediou a 3ª reunião do Parlamento Metropolitano da RMC, que teve a presença de mais de cem vereadores das dezenove cidades da região. A mesa de trabalho foi composta pelo presidente do Parlamento Metropolitano da RMC Lorival Messias de Oliveira (Valinhos), o anfitrião e vice-presidente do Parlamento Marquinho Fiorella (Paulínia), 4º vice-presidente, Fred Chiavegatto Neto (Jaguariúna) e o 1º secretário Rubens Nunes (Vinhedo), o secretário adjunto de Transportes Metropolitanos, Peter Walker, representando o titular da pasta, Jurandir Fernandes e o presidente da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Joaquim Lopes.
Os vereadores de Paulínia Angela Duarte (PRTB), Custódio Campos (PT), Danilo Barros (PCdoB), Dr. Gustavo Yatecola (PTdoB), Du Cazellato (PP), Fábio Valadão (PTB), Marquinho da Bola (PSB), Tiguila Paes (PRTB), Zé Coco (PTB), o secretário municipal de Transporte Laércio Giampaoli participaram da reunião.
Em seu discurso Marquinho Fiorella (PP) enfatizou a importância da Câmara de Paulínia em sediar este encontro que tem como tema o transporte público, num momento em que o Brasil se mobiliza em torno desta questão. “A reunião discutirá assuntos importantes e relevantes para RMC, num momento em que todos os olhares se voltam para soluções no transporte público”, disse Fiorella. 
A equipe da Secretaria de Transportes Metropolitanos apresentou durante reunião alguns dos projetos do governo estadual para melhoria na mobilidade urbana na região. “Os vereadores da nossa região terão um papel de destaque na efetivação de novas políticas públicas e equipamentos para transporte público nas cidades. Nada melhor que anteciparmos essas questões aqui no Parlamento para que possamos colaborar desde já com os projetos que estão por vir. O que não podemos mais suportar é esse modelo ultrapassado de transporte público; a sociedade exige mudanças e nós estamos aqui para cobrar”, destacou o presidente, Lorival Messias.
Walker explicou as competências da secretaria e áreas abrangentes, reforçando alguns dos desafios para os próximos anos, passando pelas mobilizações atuais. “Hoje nós temos um transporte público no Brasil para quem não tem carro, temos que mudar isso. Um país rico não é onde o rico anda de carro, país rico é onde rico anda de transporte público”, destacou, 
Walker também falou sobre as morosidades no órgão público e a complexidade dos processos para instalação de novos corredores, como adquirir as licenças ambientais e as desapropriações.  “Essa é dificuldade em fazer linhas. Demora-se 48 meses para ter uma licitação, demandam-se muitos processos”, reforçou.
Extensão do Corredor Metropolitano  
Representando a EMTU, o diretor-presidente, Joaquim Lopes, falou sobre o andamento das obras para ampliação do Corredor Noroeste de Campinas será estendido até as cidades de Nova Odessa, Americana e Santa Bárbara d'Oeste. Serão 24,5 km de corredor e o investimento será  de R$ 160 milhões. 
Além deste trecho, estão em desenvolvimento os projetos de obras para o trecho de 3,7 km  entre Campinas e Sumaré, que representam um investimento de R$ 70 milhões. Todas estas obras serão entregues em 2014. Hoje o Corredor Metropolitano Noroeste possui 32,7 km de extensão e liga Campinas, Hortolândia e Sumaré. 
O objetivo dessa obra segundo Lopes é aumentar a competitividade dos ônibus em relação ao carro, tornando a viagem mais curta e com maior oferta de horários.
O gerente de Planejamento da EMTU, Ivan Regina, que detalhou os impactos sócios econômicos para a região com o novo corredor, como o aumento de terminais em operação, aumento na frota, representando uma oferta 34% maior, e a diminuição do tempo entre as viagens. Segundo o especialista, a distância média percorrida pelas pessoas que utilizam o corredor passará de 46 minutos para 35 minutos, uma economia de 3 milhões de hora/ano. Além disso, haverá uma redução mensal de 300 toneladas de CO2 na região. 
Retorno do trem de passageiros 
O chefe do Departamento de Planejamento e Transporte da CPTM, Rodrigo Alencar, disse que a intenção da CPTM é implantar uma rede de alta capacidade de trens, para que os polos metropolitanos (Campinas, Santos Sorocaba e São José dos Campos) tenham um tempo de viagem de até  50 minutos. Disse também que a CPTM está finalizando a contratação de projeto básico executivo para implantação de trem expresso entre São Paulo a Campinas com parada em Jundiaí, totalizando 50 minutos de viagem.  A CPTM também está desenvolvendo o projeto de extensão regional dessa linha até Campinas e, em conjunto, estuda a possibilidade de um serviço metropolitano que atenderá Valinhos, Vinhedo e Louveira, propiciando uma rede integrada.
O especialista também disse que a partir de 2020 estudos para interligação entre Piracicaba, Limeira e São José do Rio Preto e outras ligações transversais como Sorocaba, Campinas e Ribeirão Preto deverão ser contempladas.  “Até janeiro 2014 deve estar pronto o projeto executivo [do trem de passageiros] de Jundiaí a Campinas e até julho do ano que vem deveremos finalizar o estudo da rede metropolitana sobre trilhos”, anunciou.
Rodrigo Alencar pediu auxílio dos vereadores para que cobrem das prefeituras as informações solicitadas (pontos de ônibus próximos, plano diretor, etc.) que ajudarão no estudo de viabilidade sobre o projeto dos trens.  Segundo ele, apenas os municípios de Valinhos, Campinas e Paulínia entregaram. 
Após a explanação dos especialistas, os vereadores que integram o colegiado puderam tirar suas dúvidas e fazer questionamentos sobre os projetos apresentados. Os parlamentares Angela (PRTB) e Dr. Yatecola (PTdoB), questionaram sobre projetos que contemplem Paulínia. Tiguila Paes (PRTB) cobrou a fiscalização dos transportes intermunicipais que estão superlotados.   
Extinção das APAEs
Foi aprovado com unanimidade, o envio de Moção de Apelo ao Ministério da Educação, para a preservação e valorização das APAEs (Associação de Pais e amigos dos Excepcionais) em todo Brasil, pela excelência de seus serviços prestados. 
Segundo justificativa do documento, o Ministério da Educação quer acabar com as escolas especiais, inclusive das escolas que são mantidas pelas APAEs e prestam um serviço exclusivo e de excelência para as pessoas com deficiência intelectual e múltipla. A intenção do MEC é matricular todas as pessoas com necessidades especiais nas escolas públicas da rede regular de ensino até 2016. 
Outras deliberações e próxima reunião
Por causa do tempo escasso, alguns itens da pauta foram adiados para a próxima reunião, como a discussão sobre a extinção dos pontos facultativos em órgãos públicos. Os vereadores aprovaram ainda a mudança na data das reuniões do Parlamento que passarão a ser realizadas nas últimas sextas-feiras de cada mês. A alteração foi feita para não coincidir os trabalhos com as sessões da Câmara de Americana que acontecem às quintas-feiras.
A próxima reunião do Parlamento será realizada na Câmara de Itatiba, no dia 27 de setembro às 9h, tendo como tema central, as questões que envolvem as novas regras sobre iluminação pública, entre outros assuntos. 

Como notícias da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Paulínia.

Fotos: Cláudia Arantes/CMP

<imagem1>203a42ccbe1603f26fb28b0b0dfac478.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima