Correio Paulinense

Paulínia, 23 de abril de 2024
Sete creches já funcionam sem revezamento de alunos, diz Prefeitura

Última atualização em 12 de abril de 2022

No dia 14 do mês passado, creches de Paulínia passaram a fazer revezamento entre turmas de berçário, segundo informações, por insuficiência de professores. Na ocasião, por meio de nota à imprensa, a Prefeitura de Paulínia (PMP) informou que estava tomando todas as medidas cabíveis para solucionar o problema o mais breve possível. 
Nesta terça-feira (12), a nova secretária de Educação, Angela Duarte, nomeada em 16 de março, ou seja, há 26 dias, informou que, exceto a “Francisca R. Lozano de Araújo”, no Jardim Flamboyant (Nosso Teto), todas as creches da cidade estão funcionando sem revezamento de alunos. “Assim que assumi, mobilizei a equipe da secretaria e os profissionais das unidades afetadas, e graças ao empenho de todos conseguimos resolver o problema”, disse ela. 
Ainda de acordo com a secretária, as creches que estavam em sistema de revezamento de turmas (e não estão mais) eram: Aquilina Granchi Piva, Benedito Dias de Carvalho Jr, Carolina Rother Ferraz, Felipe Macedo de Barros, Jandyra Oraggio Salvador, Júlio Perini I e Padre Anchieta“Já convocamos duas professoras aprovadas no concurso público, e em breve a Creche Francisca também estará funcionando normalmente”, concluiu ela. 
Déficit de professores
De acordo com a Prefeitura de Paulínia (PMP), até o dia 15 do mês passado, o município contratou mais de 120 professores aprovados no concurso público de 2021. Além disso, a Câmara Municipal (CMP) aprovou, na sessão de 15 de março, a contratação temporária de professores para substituir, eventualmente, titulares faltantes, afastados ou licenciados.
Mizael Marcelly
Foto: Correio Imagem

<imagem1>creche_aquilina.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima