Correio Paulinense

Paulínia, 19 de maio de 2024
Será que Moura Junior (PMDB) ousaria mudar o destino da área que Pavan (PSB) deixou certa para a Creche do RESIDENCIAL PAZETTI? Lavaram o cérebro de Caprino com cachaça importada do “Gantois"!

Última atualização em 14 de maio de 2014

[imagem] Boaaaaaaaaa taaaaaaaarde meus amores. Você viram a “Nota” ridícula (politicamente falando) enviada pela CEI da Saúde?  Eles digitaram 234 palavras que não dizem absolutamente nada. Não adiantaram nada sobre o estado de “coma” que a Saúde está. Não abriram uma vírgula do que disse em depoimento o secretário Renato Cardoso, amicíssimo do presidente Tiguila Paes (PRTB), segundo o próprio vereador. Neste caso deveria funcionar assim: Amizade, amizade, CEI e projeto de lei à parte. 

Nenhum pio sobre o menino Luan, a denúncia das fitas de glicemia, a morte suspeita do queridíssimo Doutor Ivan e por aí vai. E a empresa que tanto o presidente queria para auxiliar a Comissão, foi contratada? Se não foi, por que não foi? Desistiram? Uma pena, pois Tiguila Paes (PRTB), Du Cazellato (PP), Edilsinho Rodrigues (PPS), Custódio Campos (PT) e João Mota Pinto (PSDC), membros da comissão, tinham tudo para escancarar pelo menos parte da podridão na pobre saúde paulinense, mas a aliança com o governo Moura Junior (PMDB) engessou muitas ações, que só beneficiariam a população.

Segundo a “Nota Vazia”, o atual presidente do Conselho Municipal de Saúde, Aldo Lima Guimarães, será convocado na próxima semana para dar as suas considerações. Um erro grotesco da Comissão deixar para ouvir Seu Aldo nos momentos finais dos trabalhos. Seu Aldo é um verdadeiro banco de dados da saúde paulinense e deveria ter sido convocado logo na primeira fase da CEI, no ano passado. Certamente, o atual presidente do CMS contribuiria muito para os vereadores da comissão fecharem uma linha de trabalho, voltada para os interesses da população usuária da rede. Falando no CMS de Paulínia, o novo Conselho toma posse no próximo dia 21 de maio e em até 30 dias depois será escolhido o sucessor de Seu Aldo. 
Se por um lado colocaram esparadrapo nas bocas dos vereadores da Comissão (Tiguila, Du Cazellato, Edilsinho, Custódio e João Pinto), por outro mandaram o líder deles e do governo Sandro Caprino (PRB) dizer, na última sessão da Câmara (6), que até o fim de semana passado (09, 10 e 11) o hospital seria abastecido e esta semana todas as UBS’s da city. “Promessa tem que ser cumprida e não vai ter problema não”, afirmou o vereador. Geeeeeeeente do céu, Moura pai só pode ter lavado o cérebro de Caprino (PRB) com cachaça importada do “Gantois” baiano. (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 
Não é possível que Caprino (PRB) não perceba que o plano é fritá-lo, fritá-lo e fritá-lo, muito bem fritado, politicamente falando. Não é possível. Ficam mandando ele colocar a cara pra bater, não cumprem e depois quem sai de mentiroso? Se o secretário Cardoso disse mesmo que o HMP seria abastecido e depois as UBS’s, por que ele mesmo não deu a boa notícia para a população, através de Nota à Imprensa? Por quê? Será que o vereador não pensou nesse detalhe? Como a falta de remédios e materiais básicos é um dos piores problemas enfrentados pelo setor, a notícia do abastecimento em tempo recorde merecia até uma coletiva de imprensa, mas uma Nota já seria de bom de tamanho. Em vez disso,eles preferiram fazer Caprino (PMDB) prometer, ele prometeu e agora?
Dois dias após Caprino (PRB) prometer o milagre do abastecimento, recebi informações que cirurgias foram canceladas por falta de Sevoflurano, um inalatório usado nos pacientes antes da anestesia geral. É mole? Na sexta (9), o vereador avisou no Facebook que esteve reunido com o secretário Cardoso e, mais uma vez, disse que a situação da Saúde não está boa, mas que vai melhorar. Já sobre o abastecimento prometido, NADA VEZES NADA. Vejam bem, Caprino (PRB) e todos os seus colegas vereadores foram eleitos e são pagos com o dinheiro público para brigar pelos interesses da população.

Agora, o que um vereador não deve fazer é usar o microfone do Legislativo para prometer algo, cuja execução não depende dele. Empenhar a palavra, ainda mais em cima da palavra dos Moura (pai e filho) é o mesmo que dar um tiro de 12 no próprio pé. Eles não cumprem e quem passa vergonha é quem acreditou e passou a promessa adiante. O máximo que os vereadores podem fazer é cobrar dos “dois prefeitos” o cumprimento da parte deles. Passou disso, como Caprino passou, é também mentir para a população e depois ficar só no “carão”. 

Caprino (PRB) convocou todos os enfermeiros para uma reunião, às 18h00 de amanhã (15).  Sei não, mas tenho a impressão que o vereador resolveu criar a própria “CEI”, para salvar a Saúde dos implacáveis Moura (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Já que a CEI oficial está pior do que maracujá murcho, Caprino (PRB) decidiu correr por fora, para lá na frente, quem sabe, bater no peito e dizer: fiz sozinho o que cinco juntos não fizeram. Mas o vereador que diz andar somente com a verdade (só não sei se a dele também é filha do mesmo tempo do Chefe do Serin…gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), não pode ir com muita sede ao pote, pois a tesoura de Moura pai pode entrar em ação a qualquer momento. Aliás, já entrou, só Caprino (PRB) que ainda não percebeu ou continua pagando uma de “Tonho da Lua”, só no truque! 
Não podem ser verdadeiros os rumores sobre possível mudança no destino da área onde atualmente funcionam o canteiro de obras e o alojamento dos operários do Residencial Pazetti. Moradores do local ficaram sabendo que a tal área seria desapropriada e depois doada ou cedida à uma empresa que presta serviços para a Prefeitura. Esse é o tipo de informação que cabe perguntar: será hein?

O destino daquela área foi definido pelo ex-prefeito José Pavan Junior (PMDB), que em maio do ano passado firmou convênio com o Governo Estadual para a construção da creche do Residencial Pazetti –  150 crianças, de 4 meses à 5 anos, serão atendidas pela unidade. LEIAM A MATÉRIAEntão, como Moura Junior (PMDB) ousaria em dar outro destino para o terreno? Ele não seria tão maluco (politicamente falando) assim. Não seria meeeeeeesmo. Meeeeeesmo assim, vou apurar esse babado direitinho. Até sei a empresa que supostamente receberia a área, mas prefiro não citar até confirmar se há mesmo “fogo nesta fumaça”.

Bem, por hoje é só. Um final de dia abençoado para todos nós e até sexta-feira, EM NOME DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Beijos e abraços! 

<imagem1>388febf3c6b0a115c4bde731a12efc83.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima