Correio Paulinense

Paulínia, 20 de maio de 2024
Secretário de Saúde, Ricardo Carejeleascow, comandou a entrega de 170 parelhos auditivos para deficientes carentes do município.

Última atualização em 31 de maio de 2013

[imagem] A Administração Municipal oficializou a entrega de 170 aparelhos auditivos para a população na tarde desta quarta-feira (29). A cerimônia aconteceu no Auditório Carlos Tontoli, no Paço Municipal, e contou com a presença do secretário de Saúde, Ricardo Carejeleascow, demais secretários municipais, dos vereadores Angela Duarte, Danilo Barros, Gustavo Yatecola, Marquinhos Fiorella e Tiguila Paes, além de autoridades e da população beneficiada. 
Os aparelhos doados não tem nenhum custo aos pacientes. Eles são totalmente custeados pela Prefeitura, por meio de um pregão. Todos são digitais e de diferentes modelos para se ajustar as necessidades dos pacientes, de acordo com o tipo de perda auditiva. 
O secretário de Saúde afirmou durante o encontro que a preocupação da Administração é continuar investindo em ações como essas que melhoraram a qualidade de vida da população. “O prefeito José Pavan Junior está empenhado em garantir mais investimentos para esse programa de saúde auditiva e tantos outros que transformam a vida dos paulinenses”, disse. 
Uma das beneficiadas era D. Cleonice Maria Costa Lombardi, de 82 anos. Ela usa o aparelho há cerca de 8 anos e sempre teve ajuda da Prefeitura. “Não escutar é muito ruim, agora com o aparelho funcionando direitinho eu escuto até os vizinhos que arrastam os móveis”, brincou. 
Ainda durante a cerimônia de entrega, a fonoaudióloga Rosangela Giraldi M. L. de Barros, responsável pelo programa, explicou aos pacientes os tipos de aparelhos que estavam sendo entregues e as próximas etapas a partir de agora. “Iremos acompanhar a evolução de vocês sempre fazendo as manutenções necessárias em cada aparelho”, destacou. Rosangela disse também que o apoio da família é essencial. “A participação da família é fundamental em todo o processo, especialmente com os idosos que tem até dificuldades em colocar o aparelho”. 
Antes de receberem os aparelhos, os pacientes foram encaminhados pelas UBS’s e passaram por avaliação do otorrinolaringologista, além de exames auditivos. Depois no Cetreim (Centro de Terapia e Reabilitação), as fonoaudiólogas fizeram um pré-molde dos aparelhos confeccionados. Os pacientes passaram por um período de experiência domiciliar de aproximadamente um mês para adaptação e regulagem dos aparelhos. 
Mais informações sobre os serviços do Programa de Saúde Auditiva podem ser obtidas por meio do telefone (19) 3933.1355.
Fonte: Assessoria de Imprensa da PMP
Fotos: Cedidas/PMP

<imagem1>1b1288b1b58ea9558e02af2543d77fe3.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima