Correio Paulinense

Paulínia, 20 de maio de 2024
Sabem em que lei o governo Moura Junior (PMDB) enquadrará o Pazetti? NA “LEI DELES”. A “lei” que persegue Bruno Pereira, Elisama Silva , entre outros, que ousaram enfrentar a perversa “ditadura mourista”!

Última atualização em 16 de setembro de 2014

[imagem] Boaaaaaaaa taaaaaaaaarde meus amoooooooooores! Há 19 dias das Eleições Nacionais, a temperatura da corrida na city está esquentando um pouquinho. Nas ruas, cabos eleitorais distribuem santinhos e tentam “vender” candidatos à Brasília (Câmara Federal) e São Paulo (Assembleia Legislativa), de tudo quanto é canto. Figuras carimbadas e outras novas, daqui e de fora, estão participando de reuniões promovidas por lideranças locais, que precisam encher seus “escolhidos” de votos. Carlos Sampaio, Célia Leão, Tiririca, Vanderlei e Cauê Macris, Ana Perugini e Campos Machado, dentre outros, já passaram pela city. Jaiminho (PSC)  Bépe Pantera (PEN), Danilo Barros (PCdo B) e Pavan Junior (PSB), em dobradinha com Luiza Erundina (PT) para federal, também estão na luta pelos votos do eleitorado paulinense.

Entre os candidatos “estrangeiros” Rafael Zimbaldi (PP) e Salvador Zimbaldi (PROS), pai e filho, prometem, pelo que tenho ouvido, registrar uma boa quantidade de votos, por aqui. Rafa Zimbaldi, como é carinhosamente conhecido, disputa uma vaga na Assembleia Legislativa e estourou na opinião pública regional ao presidir com firmeza a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara de Vereadores de Campinas, que cassou o mandato do ex-prefeito Dr. Hélio.  Em seu terceiro mandato, ele é considerado um dos parlamentares mais queridos e influentes do Legislativo campineiro. Já Salvador Zimbaldi disputa a quarta reeleição como deputado federal e lidera o pelotão de elite que defende os interesses de Campinas e Região, no Congresso Nacional. Presidente estadual do PROS (Partido Republicano da Ordem Social) ele conta com vários apoiadores na cidade, dentre eles, o vereador Fábio Valadão, presidente municipal da legenda.
Falando em reuniões, uma gaivota presente na reunião do deputado estadual Campos Machado (PTB), domingo (14), me contou que o bafo não foi lá essas coisas. Cerca de 350 pessoas ouviram Machado, D. Marlene, Bonavita, Zé Coco, Moura Junior e o presidente da Câmara, Marquinho Fiorella (PP), que roubou a cena (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Que tenha sido 500! Gente, mais só isso de gente? Fiquei bege. Qualquer reunião organizada pelo grupo do cearense Bonavita (PTB) não tinha menos de 800 pessoas. Oxi! Na época em que caminhava ombro a ombro com Bona e Campos, a queridíssima Kika Valadão Nasário levava, sozinha, essa quantidade de pessoas. 
Falo com propriedade, pois cobri vários encontros petebistas na city, tendo inclusive recepcionado, junto com Bonavita, o saudoso Romeu Tuma, nas eleições de 2010. O Paulinense lotou naquele dia. É, mas os tempos são outros, as pessoas de frente são outras e, principalmente, o prestigio político de alguns despencou muito. Agora é aproveitar bem o grupo que sobrou, pois não será fácil atingir a meta de 5 mil votos para o todo-poderoso Campos Machado. Mas eles são guerreiros, têm a “máquina” na mão e contam com o apoio incondicional do prefeito Moura Junior (PMDB) e do popularíssimo Amilton Cézar, o Cezinha (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 
Falando em Moura Junior (PMDB), o secretário de Finanças Marcelo Barraca prometeu liberar esta semana a verba federal da APAE e Casa do Menor. Será que o prefeito vai mesmo assinar os cheques ou “segurar” mais um pouquinho, só pra contrariar? A secretária de Promoção Social, Clélia Moraes, também disse que o repasse será feito até o fim desta semana. E as parcelas da APAE hein? Só Jesus para tocar nos corações dos “dois prefeitos”. Falando “neles”, dizem que pai e filho estariam brigados. Será que é verdade?
O Secretário  Municipal de Habitação, Danilo Garcia, disse que começa na próxima semana a analisar os critérios das família que serão contempladas nos módulos 2 e 3 do Residencial Pazetti. Stop! Deixem-me tirar o salto, pois só de ler a informação no site da prefeitura o “papato” começou apertar. Oxi! O módulo 3, tudo bem, pois todos nós sabemos o que vai acontecer e quem receberá os imóveis de “mão beijada”. Agora, as 82 unidades do módulo 2 que ainda não foram entregues, já possuem donos, inclusive, que já depositaram entradas e pagaram pré-obra. “Sabemos que por trás desses depósitos existem sentimentos e sonhos. Mas iremos enquadrar o empreendimento dentro da lei e, a partir daí, montar o processo de análise”, disse Danilo Garcia, na matéria da assessoria de imprensa da prefeitura. Eita peste!

Quer dizer que essas pessoas correm o risco de perderem suas casas é isso? Pela mãe do guarda! Quando penso que esse povo não tem mais como fazer maldade contra os compradores do Pazetti, eles provam que são capazes de muito mais. 

A afirmação “iremos enquadrar o empreendimento dentro da lei” é de me fazer rasgar uma dúzia de tubinhos Coco Chanel, sem a consciência pesar depois. “Ah dá licença, Secretário. Pense mil vezes antes de vomitar asneiras como essa. O empreendimento Residencial Pazetti já está enquadrado dentro de uma lei municipal, a 3.283/2012, faz tempoooooooo.  O governo Moura Junior (PMDB), ao qual o senhor serve, foi quem desenquadrou o Pazetti da lei, quando mandou um projeto de lei mudando as regras do jogo, no final do terceiro tempo, causando prejuízos à centenas de famílias e colocando povo contra povo. Na verdade, o que o senhor quis dizer é que vão enquadrar o residencial dentro da “LEI DE VOCÊS”. A “lei” que persegue o presidente da Associação do Pazetti, Bruno Pereira, a servidora pública Elisama Silva, entre outras pessoas, que já pagaram por suas casas no módulo 2 e vocês ainda não entregaram, por pura perseguição política. Bruno porque ousou cobrá-los a entrega das casas e liderou os protestos contra o PL 37/2014. Elisama porque não os apoiou na eleição de 2012. Esta é a verdade. Agora, o senhor vem falar de lei? Ah, vá ver se estou numa das esquinas da Champs Élysées”.  
Amados e amadíssimas, esta semana é muito especial para mim. 48 anos de vida e 21 de jornalismo amanhã, dia 17, e na sexta-feira, dia 19, me tornarei Cidadão Paulinense, oficialmente. Decidi concentrar as comemorações tudo na sexta-feira, durante a entrega do Título, na Câmara Municipal, onde espero receber muitos amigos e toda a minha família, para uma noite do babado (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Pensem “numa biba” assoberbada (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Fiquem com NOSSO SENHOR JESUS CRISTO e até quinta-feira, com a primeira coluna que abre 22 anos de muitas tricotadas. Beijoooooooooos e abraaaaaaaaaaaaaços! Au revoir!
Foto: Reprodução/Paulínia News

<imagem1>b570cdb7a43b5df681838fc3e78f1b7a.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima