Correio Paulinense

Paulínia, 16 de junho de 2024
Queimadas estão espalhando sujeiras nos quatros cantos da city e a população cobra providências dos órgãos competentes! Jorge Israel já foi acionadíssimo!

Última atualização em 16 de setembro de 2013

Boa taaaaaaaaaaaaaaaaaaarde meus amores! Nossa acordei soltando rojões porque vou completar 47 e não 48 anos, como eu pensava (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Um ano, neste caso, faz uma baita diferença (gargalhaaaaaaaaaaaaaadas). Independente de qualquer coisa, quero agradecer ao MEU BOM E PODEROSO DEUS por todas as maravilhas que Ele tem operado em minha vida, desde que a minha amaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaada Dona Santa (que saudades mamãe… te amo eternamente “NÊGA”) me colocou neste mundo. Principalmente as fases difíceis foram e continuam sendo um aprendizado pessoal e espiritual muito grande. “OBRIGADO SENHOR, POR TUUUUUUUDO”.. Agora vamos aos babados!
O acesso de estudantes, idosos e moradores de Paulínia aos espetáculos no Teatro Municipal de Paulínia está bem difícil. Oxe! A secretária Mônica Trigo veio pra arrebentar mesmo. Vejam os critérios para a meia entrada (50% de desconto no valor do ingresso) nos espetáculos. Estudantes: Cartão da Instituição Educacional com data de validade ou Boleto, além de Atestados de Matricula do mês vigente. Idosos e Terceira Idade: Cartão de Aposentado ou RG para maiores de 60 anos. Professores Rede Pública: Holerite ou Documento que comprove. Morador de Paulínia: comprovante de Residência em seu nome.

Até pouco tempo, não precisava dessa ruma de documentos para conseguir o benefício. Bastava o Cartão do PAS (moradores e idosos) ou a Carteira Escolar e pronto. Agora, só falta pedir a folha corrida das pessoas. E isso porque os “dois prefeitos” prometeram escancarar as portas do “Municipal” para a população local. Desse jeito? A Secretária “nervosinha” não está nem vendo. A população que vá assistir peças na baixa da égua. É bem por aí…

E os proprietários do Residencial Pazetti prometem esquentar a sessão legislativa de amanhã (17). Eles estão revoltados com o anúncio das 200 casas para o pessoal do “Acampamento Menezes”, sem entrada, sem pré-obra e com prestações a perder de vista. Depois de amanhã, dia 18, a Associação do Pazetti fará uma Assembleia na Câmara Municipal para discutir a polêmica, criada pelo prefeito Moura Junior (PMDB). Ninguém está dizendo que o pessoal do Acampamento não merece também realizar o sonho da casa própria. O problema é que Moura Junior (PMDB) quer limpar a barra (politicamente falando) de seu pai com os moradores do Acampamento à custa dos proprietários do Pazetti. Esse é X da questão. 
Inclusive, comenta-se nos quatro cantos que Moura pai teria pedido para o pessoal invadir a área que depois ele daria casa pra todo mundo. Se isso for mesmo verdade,como pode o próprio prefeito da city estimular invasão? Seria uma irresponsabilidade sem precedentes. Quer dizer que quem ainda não tem casa própria é só invadir uma área pública ou privada que o poder público resolve a questão é isso? Onde já se viu um absurdo desses? Só aqui mesmo em Paulínia e só na era Moura. É “pakabá”!
Segunda-feira (9) foi nomeado, a pedido do Ministério Público de Paulínia, o interventor do Centro de Ação Comunitária (Caco). Luiz Augusto Winther Rebello, especialista em falência e recuperação judicial, já está à frente da entidade, que em decorrência do corte da subvenção que recebia da Prefeitura está enfrentando inúmeras e terríveis dificuldades. Enquanto isso, o “cortador da subvenção” Moura Junior (PMDB) não está nem aí com a maldade que ele fez com o Caco e também com a AIJ. Com a chegada de Rebello, pelo menos a questão salarial dos funcionários será resolvida. Até então ninguém podia mexer na conta da entidade. Que bom, pelo menos isso.
Já se os funcionários vão receber ou não os direitos trabalhistas ainda não se sabe. Em minha opinião, se depender da vontade de Moura Junior (PMDB) e sua trupe desalmada, acho pouco provável. Mas, quem sabe esse povo não tem um surto de bondade e resolve honrar a palavra assumida com as centenas de pais de famílias em dificuldades. Eles já pisaram na bola duas vezes, mas… Tem que ter fé, muuuuuuuuuuuuuuuuuuuita fé.
Quero pedir ao queridíssimo Secretário do Meio Ambiente que mergulhe de cabeça contra as queimadas no município. É um absurdo o está acontecendo, por exemplo, no Jardim Ipê. Não tem uma casa que fique limpa, carros nem se fala (se for branco então) e até os moradores tem que tomar dez banhos por dia, pois nem o “fiofó” escapa (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Dá licença! “Alôôôôôôôô Jorge Israel, se você não resolver esse problema, gasto o couro de rato da carteira com um interurbano para Maceió e conto tudo pra seu Roberto Ladrão. Ai o cipó de goiaba vai comer no lombo (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas)”.
 
Brincadeiras à parte, as queimadas na city sempre atazanaram a vida da população e alguém precisar por um fim nisso.  Vejam a indignação de uma moradora sobre este problema:  “Por favor alguém pode tomar alguma providência sobre as queimadas que estão caindo na nossa cidade de Paulínia, eu já não aguento mais gastar água para lavar o quintal e dentro de casa eu acho que não e possível que as autoridades do nosso município ñ estão vendo isso …eu acho que no quintal deste povo ai ñ esta tendo queimada ….a queimada é proibida ou ñ…eu não aguento mais tanta sujeira no quintal e tbm suja todas as roupar que estão limpas no meu varal…meu ve se vcs parem com estas queimadas”. Rosalina Pereira postou no Facebook e assim como city inteira espera respostas das autoridades competentes. Confio na competência do secretário Jorge Israel.
Uma semana abençoada para todos nós e que NOSSO SENHOR JESUS CRISTO CONTINUE NOS PROTEGENDO SEMPRE. Beijos e muitos abraços. Au revoir!

<imagem1>8731efcebef5f9f0dc9839c6c22ba841.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima