Correio Paulinense

Paulínia, 19 de junho de 2024
“Que ele pague pelo o que fez”, diz irmão de Francine sobre Fábio, preso hoje

Última atualização em 31 de maio de 2024

Francine deixou os três filhos que teve com Fábio, e ele deve ser processado por feminicídio, o que pode aumentar a pena em caso de condenação – Crédito: Reprodução/G1 Campinas

Acusado de matar a esposa, Francine de Souza Santiago, de 40 anos, na terça-feira (28), Fábio dos Santos Santiago foi preso pela Polícia Civil de Paulínia na madrugada de hoje (31), no Parque das Flores, após denúncia anônima.

Segundo reportagem do G1 Campinas, o delegado-adjunto da cidade, Ricardo Zinn de Carvalho, disse que o suspeito assumiu o crime e demonstrou arrependimento por ter destruído a própria família. “Ele está muito arrependido […] Segundo ele, era uma família perfeita”, relatou o delegado.

Em outro trecho, a matéria do jornalista Jorge Talmo atribui a Alexandre Custódio de Souza, irmão da vítima, a seguinte declaração: “Que ele pague pelo que ele fez, pela tortura que ele fez com a cabeça da criança. Pela tortura nossa, não vai ficar mais a mesma coisa. A vida nossa foi destruída com essa fatalidade que ele fez. Não pensou nos filhos, não pensou em nada. Só pensou nele, acabou destruindo a vida de muita gente”.

Vizinhos de Francine contaram à Guarda Civil Municipal (GCM) que ouviram gritos por volta das 8h30 do dia crime, mas não chamaram a polícia. Mais tarde, familiares a encontraram com as mãos e os pés amarrados, já sem vida. Depois de ouvido na delegacia de Paulínia, Fábio foi conduzido ao 1º DP de Campinas, onde está à disposição da Justiça.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima