Correio Paulinense

Paulínia, 22 de abril de 2024
Próximo prefeito de Paulínia será o 14º eleito democraticamente

Última atualização em 12 de julho de 2023

Em 2024, além de cravar 60 anos de idade, Paulínia vai escolher mais um Prefeito Municipal, o 14º eleito pelo voto popular desde a sua emancipação político-administrativa, em 28 de fevereiro de 1964. Atualmente, o comando do Poder Executivo está com Ednilson Cazellato, o Du Cazellato (PL), eleito em 2019, no primeiro pleito suplementar da cidade, e reeleito em 2020, para o mandato regular de quatro anos. 

Os dois primeiros prefeitos de Paulínia escolhidos nas urnas foram: José Lozano de Araújo e Vicente Amatte, que administraram a cidade entre 21 de março de 1965 e 31 de janeiro de 1973. Ambos tiveram como vice-prefeito Luis Vansan, que no mandato de Amatte, 1969/1973, se tornou o primeiro prefeito municipal interino, por seis dias – de 8 a 13 de dezembro de 1972. Estamos preparando, e logo publicaremos, uma matéria exclusiva sobre todos os prefeitos provisórios do município.  

Em 1970, com apenas seis anos de independência, Paulínia foi declarada “Área de Interesse de Segurança Nacional”, condição que passou a vigorar somente a partir de 1973. Ou seja, o prefeito Vicente Amatte, eleito no ano anterior à declaração, pôde terminar o mandato.

No período em que o município permaneceu como “Área de Segurança Nacional”, o Governo Estadual nomeou e o Governo Federal homologou quatro mandatários: Reinaldo Kalil (1973/1976), José Antonio Maranho (1976/1979), Geraldo José Ballone (1979/1983) e José Pavan (1983/1985), todos sem vice-prefeitos. 


No ano de 1985, quando terminou o mandato do último nomeado pelo Estado, o saudoso Pavan, a cidade voltou a eleger seus prefeitos pelo voto popular, e assim ocorre até os dias de hoje. O escolhido, democraticamente, foi o então ex-vereador Benedito Dias de Carvalho, que teve como vice Osvaldo Guerino Pazetti. Eles assumiram e deixaram a Prefeitura em 1º de janeiro de 1986 e 31 de dezembro de 1988, respectivamente. 

Veja lista completa dos PREFEITOS ELEITOS pelo voto direto:

1 – José Lozano de Araújo (Vice Luis Vansan) – 1965/1969
2 – Vicente Amatte  (Vice Luis Vansan) – 1969/1973
3- Benedito Dias de Carvalho (Vice Osvaldo Guerino Pazetti) – 1986/1988
4 – José Pavan Junior (Vice Jesus Secomandi) – 1989/1992
5 – Edson Moura (Vice Dude Vedovello) – 1993/1996
6 – Dude Vedovello (Vice Sonia Prado de Oliveira) – 1997/2000
7 – Edson Moura (Vice Jurandir Matos) – 2001/2004
8 – Edson Moura (Vice Jurandir Matos) – 2005/2008
9 – José Pavan Junior (Vice Simone Moura) 2009/2012
10 – Edson Moura Junior (Vice Bonavita) – Por decisão judicial, o vencedor da eleição 2012 não pôde assumir o cargo. Assim, o então prefeito José Pavan Junior, 2º colocado naquele pleito, e sua Vice-Prefeita, a saudosa Vanda Camargo, iniciaram o mandato. Em maio de 2013, Moura Junior conseguiu reverter o impedimento, e assumiu a Prefeitura em julho do mesmo ano.  Entretanto, em nova e definitiva decisão de fevereiro de 2015, a Justiça Eleitoral retirou Moura Junior do cargo, Pavan e Vanda reassumiram e terminaram o mandato. 
11 – Dixon Carvalho (Vice Sandro Caprino) – 1º de janeiro de 2017 a 7 de novembro de 2018, quando a Justiça Eleitoral cassou, pela segunda vez consecutiva, o mandato de um prefeito eleito pela cidade, determinou e realizou, em 1 de setembro de 2019, a primeira Eleição Suplementar  para Prefeito e Vice-Prefeito do município.  
12 – Du Cazellato (Vice Sargento Camargo): 04 de outubro de 2019 a 31 de dezembro de 2020.
13 – Du Cazellato (Vice Sargento Camargo) 01 de janeiro de 2021 até 31 de dezembro de 2024.

Mizael Marcelly
Colaborou com essa matéria a PROFESSORA, ESCRITORA E EX-SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE PAULÍNIA MEIRE MULLER.
Fotos: Reprodução (Site Oficial da Prefeitura de Paulínia).

<imagem1>CAPAFINAL.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima