Correio Paulinense

Paulínia, 20 de julho de 2024
Prefeitura estima arrecadar mais de R$ 2,3 bilhões em 2023

Última atualização em 25 de dezembro de 2022

Atualização: Segunda-feira (26/12), às 16h04min

Em números inteiros, a receita líquida prevista no Orçamento 2023 de Paulínia é de R$  2.347.618.000,00, contra R$ 1.892.641.000,00 deste ano, aumento de cerca de 19,38%. De autoria do Poder Executivo, o projeto de lei que estima a receita e fixa a despesa do município foi aprovado em sessão extraordinária – a última de 2022 – da Câmara Municipal (CMP) na manhã desta segunda-feira (26).

Por lei,  as maiores verbas previstas no orçamento público municipal são destinadas para Educação e Saúde, que devem receber R$ 539 milhões e R$ 502 milhões, respectivamente, no próximo ano.  Na comparação com 2022, as pastas de Transporte e de Esporte e Lazer  têm os maiores aumentos espontâneos de verbas: de R$ 60 milhões para R$ 114 milhões, e de  R$ 18 milhões para R$ 50 milhões, respectivamente. As secretarias de Obras e Serviços Públicos e de Cultura sofreram cortes – veja abaixo comparativo 2022/2023 das principais áreas.

– Obras e Serviços Públicos: R$ 213.914.000,00 – (2022) R$ 226.356.000,00
– Transporte: R$ 114.753.000,00 – (2022) R$ 60.970.000,00 
– Segurança Pública: R$ 93.403.000,00 – (2022) R$ 68.440.000,00 
– Assistência Social: R$ 67.161.000,00 – (2022) R$ 51.414.000,00
– Esporte e Lazer: R$ 50.835.000,00 – (2022) R$ 18.523.000,00 
– Meio Ambiente: R$ 27.795.000,00 – (2022) R$ 13.699.000,00
– Cultura: R$ 7.083.000,00 – (2022) R$ 9.823.000,00
– Habitação: R$ 4.866.000,00 – (2022) R$ 3.301.000,00

Legislativo



No próximo ano, a dotação orçamentária da Câmara Municipal de Paulínia (CMP) será de R$ 41.100.000,00, contra R$ 39.962.000,00 deste ano, aumento de R$ 1.138.000,00. A partir de 1º de janeiro, as despesas legislativas serão ordenadas pelo novo presidente da Casa, vereador Edilsinho Rodrigues (Solidariedade), eleito para o cargo no último dia 13.

O Orçamento 2023 de Paulínia reserva ainda um total de R$ 8.092.500,00 para bancar as chamadas emendas parlamentares impositivas.  Assim, no próximo ano, cada vereador poderá indicar R$ 539,5 mil para ações, projetos e obras que o governo municipal é obrigado a executar.  Este ano, a verba totalizou R$ 6.330.000,00 e os vereadores definiram, individualmente, o destino de R$ 422 mil públicos.

Mizael Marcelly
Fotos: Arquivo

<imagem1>cazellato_Orçamento2023.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima