Correio Paulinense

Paulínia, 20 de julho de 2024
Prefeitura desiste de megaprojeto com custo estimado de R$ 40 milhões

Última atualização em 1 de dezembro de 2023

Lagoa do Parque Brasil 500 – Foto: Paulínia Vista de Cima


No dia 27 de julho deste ano, na Sala de Licitações da Prefeitura de Paulínia (PMP), quatro empresas e um consórcio de empresas participaram da concorrência pública (veja ata) “para implantação de pista de caminhada, quadras poliesportivas, quadras de basquete, quadras de beach tênis, quadras de vôlei de areia, quadras de  tênis, pista de atletismo, deck, playground, cachorródromo, academia ao ar livre, sanitários e vestiários” no entorno da lagoa do Parque Brasil 500. O custo do mega complexo de esporte e lazer foi estimado em R$ 40 milhões – veja edital

Entretanto, a licitação acabou revogada no dia 31 de agosto, por determinação do prefeito Du Cazellato (PL). No despacho, Cazellato considerou três pontos para anular a concorrência, entre eles, o seguinte: “A manifestação da Secretaria de Meio Ambiente no sentido de inobservância à legislação ambiental (Lei Federal nº 12.651/2012) e às previsões inerentes ao licenciamento ambiental esculpidas  na Lei Municipal  nº 3805/2020 – ausência de Projetos, Laudos e Relatórios Ambientais sobre Área de Preservação Permanente (APP) e respectiva compensação ambiental, além de ausência de previsões quanto à movimentação de terra” – veja despacho completo.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima