Correio Paulinense

Paulínia, 19 de maio de 2024
PODE NÃO PREFEITO: a era de seu pai era uma, hoje é outra bem diferente

Última atualização em 9 de dezembro de 2013

[imagem] A “Nota de Esclarecimento” de Edson Moura Junior (PMDB) “desmentindo” e “desautorizando” Capivara e seu pessoal foi o “recibo” da “caca” que ele fez ao pensar que como Prefeito pode tudo, até mesmo apoiar um golpe contra pessoas humildes da cidade que “governa”. Pode não, Prefeito. A era de seu pai era uma, hoje é outra bem diferente. 
Na verdade, nada foi esclarecido. Na Nota, Moura Junior (PMDB) apenas “tirou” o dele da reta e “carcou” sem dó nem piedade no de Marco Antonio de Paula, o Capivara, dizendo que prometeu apenas estudar como implantaria o projeto das “casas ecológicas” em Paulínia. Se no dia 24 de novembro, durante reunião na Fazenda Jacutinga de Americana, Moura Junior (PMDB) não se comprometeu de fato com o projeto de Capivara, por que cinco dias depois ele cedeu o Ginásio Agostinho Fávaro do João Aranha, um equipamento público, para o meliante “vender” casas ecológicas à população paulinense?  
Na Nota Moura Junior “desautorizou” os responsáveis da FDDIP (Frente de Defesa dos Direitos de Interesse Popular Regional)  a dizer que ele teria se comprometido com o “empreendimento habitacional” da entidade. DESAUTORIZAR significa “tirar a autoridade, extinguir a autorização, desacreditar desprestigiar”. Então, podemos partir do pressuposto que o prefeito autorizou e depois das denúncias do jornalista Mizael Marcelly desautorizou o “golpe”.  Moura Junior (PMDB) afirmou também que só depois ficou sabendo dos problemas judiciais da FDDIP e seus diretores, inclusive na Justiça de Paulínia.
Estranho, pois na administração José Pavan Junior (PSB) o mesmo projeto foi indeferido, justamente porque a Secretaria dos Negócios Jurídicos da época verificou antes a “pessoa jurídica” desta Associação, bem como a “folha corrida” da diretoria. Tudo ficou registrado no protocolo da Prefeitura, inclusive as matérias da imprensa de Americana, mostrando as denúncias contra a FDDIP, Capivara e a mulher dele Paula Fernanda Ferreira, a mesma que apareceu toda sorridente ao lado de Moura Junior (PMDB). Por que a atual SNJ não fez o mesmo? 
Diante do “descuido” do secretário Arthur Augusto Campos Freire, por que a assessoria de imprensa de Moura Junior (PMDB) pelo menos não recorreu ao Google, para saber um pouco mais sobre a FDDIP, antes de distribuir release à imprensa afirmando que “Paulínia se prepara para instalação de casas sustentáveis” – leia-se “as casas ecológicas de Capivara”.

Na falta de Freire, Raoni Zambi, Silvio Rogério de Oliveira, vulgo Silvio Mota, e Thais Bezerra, Moura Junior (PMDB) ainda poderia ter sido “salvo” pelos veteranos Doutor Queiroz (Chefe de Gabinete) e Jaiminho (Secretário de Governo). Mas, infelizmente, ninguém conseguiu evitar que o “chefe” se atolasse nesta lama. Se bem que para o “prefeito de fato” (Moura pai) assessores, diretores ou secretários (iniciantes e veteranos) falando e “Nico” latindo é a mesma coisa.  

Au! Au! Au! Au! “Isso é casa de cachorro”, concluiu uma paulinense que foi conhecer o “modelo da casa ecológica”, diferente da opinião do prefeito Moura Junior (PMDB) que gostou do que viu, dia 24, na Fazenda Jacutinga, em Americana, e até prometeu estudar como implantaria o “projeto habitacional” em Paulínia. “Uma grande meta de nossa administração é garantir moradia digna aos cidadãos”, afirmou o prefeito, encantado com a “casa ecológica”.

O secretário de Habitação, Danilo Garcia, fez coro com o prefeito nos elogios ao “projeto” e destacou o baixo custo das casas ecologicamente corretas. “É uma iniciativa muito louvável pelo aspecto social. Com poucos recursos é possível construir inúmeras casas populares. Com certeza vamos analisar com atenção a experiência”, disse ele, segundo matéria da Assessoria de Imprensa do governo Moura Junior (PMDB) no site da Prefeitura, dia 25 do mês passado. Depois da denúncia do CP Online (dia 02 deste) a matéria foi retirada do site. 

Apuramos que Marco Antonio de Paula, o Capivara, está uma fera com a “Nota de Esclarecimento” de Moura Junior (PMDB), provocada pela denúncia exclusiva do Correio Paulinense Online. Isso é problema deles. A população de Paulínia e de nenhuma outra cidade merece ser enganada com projetos fajutos, que têm um único objetivo: LESAR OS CIDADÃOS DE BEM. Mais do que negar o seu envolvimento no “golpe da casa ecológica” o prefeito Edson Moura Junior (PMDB) deve combater esta Associação (FDDIP), que apesar das denúncias continua “operando” normalmente na cidade (leia a matéria). E AÍ PREFEITO?

Foto: Lucas/Rodrigues/CP Imagem

<imagem1>5d182f75e4529d0af5f951d085ad7e63.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima