Correio Paulinense

Paulínia, 5 de março de 2024
Paulínia é a 2ª da RMC que mais recebeu repasses do estado em 2023: R$ 1,2 bilhão

Última atualização em 9 de janeiro de 2024

Apenas 11 cidades da RMC receberam transferências estaduais acima de R$ 100 milhões no ano passado. Foto: PDUI/SP

Com mais de 3 milhões e 100 mil habitantes, segundo o Censo 2022, a Região Metropolitana de Campinas (RMC), integrada por 20 cidades, recebeu um total de R$ 5.372.916.591,80 (cinco bilhões, trezentos e setenta e dois milhões, novecentos e dezesseis mil, quinhentos e noventa e um reais e oitenta centavos) em repasses do Governo do Estado em 2023.

Campinas e Paulínia receberam, juntas, R$ 2.634.486.063,90(dois bilhões, seiscentos e trinta e quatro milhões, quatrocentos e oitenta e seis mil, sessenta e três reais e noventa centavos), ou seja, praticamente a metade do valor repassado a todos os municípios da RMC. Disponibilizados pela Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento, os repasses feitos aos municípios são referentes ao ICMS, IPVA, IPI, além de compensação financeira sobre Exploração de Gás, Óleo Bruto e Xisto Betuminoso.

Veja ranking de repasses para a RMC em 2023:

Campinas: R$ 1.399.218.848,72
Paulínia: R$ 1.235.267.215,18

3º- Indaiatuba: R$ 407.079.356,43
4º- Sumaré: R$ 305.219.323,26
5º- Hortolândia: R$ 298.633.766,82
6º- Americana: R$ 282.689.329,44
7º- Vinhedo: R$ 263.942.231,47
8º- Jaguariúna: R$ 258.658.134,53
9º- Valinhos: R$ 196.952.761,14
10º- Santa Bárbara D’Oeste: R$ 166.618.931,98
11º- Itatiba: R$ 145.517.800,87
12º- Nova Odessa: R$ 87.530.082,21
13º- Monte Mor: R$ 69.622.127,76
14º- Cosmópolis: R$ 57.338.505,76
15º- Pedreira: R$ 45.668.435,16
16º- Artur Nogueira: R$ 41.771.599,31
17º- Holambra: R$ 38.694.979,38
18º- Santo Antônio de Posse: R$ 37.289.083,54
19º- Morumgaba: R$ 17.808.862,48
20º- Engenheiro Coelho: R$ 17.395.216,36

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima