Correio Paulinense

Paulínia, 22 de abril de 2024
Paulínia compra 20 mil testes rápidos para o novo coronavírus

Última atualização em 31 de março de 2020

O prefeito Du Cazellato (PSDB) autorizou a compra emergencial (sem licitação) de 20 mil testes rápidos para o novo coronavírus. O valor total da despesa é de R$ 1,8 milhão, ou seja, cada teste foi comprado por R$ 90,00 (noventa reais). Esse tipo de exame consiste na coleta de uma gota de sangue extraída do dedo do paciente.
De acordo com o secretário municipal de Saúde, Fábio Alves, o teste verifica na hora se a pessoa foi ou não infectada pelo vírus.  “O resultado é imediato”, afirmou ele. Os testes devem chegar dia 7 de abril e serão realizados, inicialmente, apenas no Hospital Municipal de Paulínia (HMP). “Estamos implantando no hospital e definindo uso de protocolo com critérios técnicos de solicitação”, explicou.
Atualmente, todos os exames para Covid-19 na cidade são encaminhados para o Instituto Adolf Lutz em São Paulo, e os resultados demoram, em média, de cinco a dez dias. Com a chegada dos testes rápidos, exames para o novo coronavírus só serão feitos fora da cidade em situações muito específicas. 

Paulínia tem três casos confirmados de Covid-19, e outros 41 suspeitos em investigação. O município investiga ainda duas mortes provavelmente causadas pela doença. Esses números são do último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado na noite desta segunda-feira (30).

Foto: Ilustração

<imagem1>testerápidoPaulínia.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima