Correio Paulinense

Paulínia, 30 de maio de 2024
Para Caprino, Matão, Barão Geraldo, Cosmópolis e Sumaré causaram o caos no HMP no Dia do Servidor. E nos outros dias a culpa é de Paris, Milão, New York e Madri? Ah tááááá&aacute

Última atualização em 31 de outubro de 2013

[imagem] Bom diaaaaaaaaaaaa meus amores! Comparada às últimas Sessões da Câmara a de terça-feira (29) foi “chuchu beleza”. Os protestos foram civilizados, ninguém foi puxado para fora pelos fundos da “carça preta” (gargalhaaaaaaaaaadas) e os trabalhos terminaram antes das nove horas, coisa que há um tempinho não acontecia. Como antecipei na coluna de terça (antes da sessão) a Representação contra o vereador Sandro Caprino (PRB), por ter xingado munícipes de “bobos e vagabundos”, não aconteceu – e duvido muito que aconteça. Disse e repito: este caso tem tudo e mais um pouco para terminar direto no ARQUIVO, pelo menos do Legislativo (até rimou). Já na Justiça Comum (se for parar lá), aí pode ser outros quinhentos. 
Mas o babado da Representação foi substituído pelo bafo do “Chefe do Serin” da Prefeitura, que pintou no pedaço empunhando a Constituição Brasileira e falando feito um revolucionário “tchê quervara” nos cambitos, de novo (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). O “CC6” de Moura Junior (PMDB) protestou contra o presidente Marquinho Fiorella (PMDB), que mandou a polícia retirá-lo da sessão do dia 15 (leia a matéria), tentando “declamar”  (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) o art. 5º da Carta Magna, mas foi impedido pelas vaias da plateia. Fiorella (PP) brecou o Chefe do Serin, sendo taxativo: “Protocole na Secretaria da Casa”. 
Depois a palavra foi passada para o vereador Gustavo Yatecola (PTdoB) e o Chefe do Serin aquietou-se. Ao terminar a Palavra Livre, o “CC6” tentou atacar novamente, mas as vaias da plateia abafaram o caso e o presidente Fiorella (PP) passou a régua e fechou a conta, mandando seguir com a “Segunda Parte, Ordem do Dia”. O vereador e 2º Secretário da Mesa, Tiguila Paes (PRTB), iniciou a leitura dos projetos de lei, mas minutos depois o “CC6” de Moura Junior (PMDB) insistiu e ai alguém da plateia soltou o grito de “CALA A BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOCA MAGDA” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), bem no estilo “Sai de Baixo”, que a Globo resolveu ressuscitar, a partir de domingo. E não é que o bordão do humorístico funcionou gente…gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas.       
Em nome da colega vereadora Angela Duarte (PRTB), auxiliar de enfermagem da Prefeitura, Yatecola homenageou os servidores públicos pelo “28 de outubro”.  Em seguida, o doctor sintetizou o resultado da segunda reunião convocada por ele com os secretários Arthur Freire (Jurídico), Dr. Queiroz (Chefe de Gabinete), Jaiminho (Governo) e a diretora da Promoção Social Clélia Moraes, para discutir o babado das rescisões trabalhistas do Caco e da AIJ. Para o vereador, a situação fugiu das mãos de todos e infelizmente os trabalhadores só receberão os seus direitos na Justiça.A boa notícia é que, segundo a palavra da diretora Clélia, os programas da AIJ que funcionavam no prédio do Bom Retiro voltarão a funcionar a partir do dia 15 de novembro”, disse o vereador.
Vão vendo. As coisas chegaram neste ponto porque o governo Moura Junior (PMDB) “meteu o migué” em todo mundo, desde o começo. Primeiro disse que a Prefeitura não tinha vínculo nenhum com o Caco e AIJ: MENTIRA. Depois, na primeira audiência no Ministério Público do Trabalho em Campinas prometeu pagar as indenizações dos trabalhadores e assumir todos os prédios das entidades, inclusive os locados; NÃO PAGOU E NEM ASSUMIU OS PRÉDIOS. Prometeu assumir todos os programas das entidades: MENTIU DE NOVO, pois os programas estão parados até hoje. Na primeira reunião com vereadores e representantes das entidades prometeu, de novo, pagar as indenizações trabalhistas, em 15 dias: OUTRA VEZ NÃO PAGOU. 
Aí, na reunião de quarta-feira (23) na Câmara a Diretora da Promoção Social promete que os programas do antigo Núcleo  “Fazendo Arte III”, da AIJ,  no Bom Retiro, voltarão a funciona a partir do próximo dia 15. Quem bota fé? Nem as cestas especiais para crianças com problemas de obesidade ou desnutrição, antes fornecidas pelo Caco, a Prefeitura está dando. Segundo a assessoria de imprensa da Câmara, a própria Clélia afirmou que a Prefeitura ainda está elaaaaaaaaaaaborando uma licitação para a compra destas cestas especiais. Enquanto isso, as crianças que se danem! Ah dá licença!
A vereadora Angela Duarte também homenageou o Dia dos Servidores Públicos e aproveitou a “deixa” para questionar o fato dos médicos e professores da rede municipal não receberem o abono integral, assim como as demais classes do funcionalismo público municipal. “Não seriam eles também parte fundamental no andamento do serviço público”, perguntou a vereadora. Sobre o triste desfecho da novela do pagamento dos direitos trabalhistas dos ex-funcionários do Caco e da AIJ a vereadora foi direta e reta: “O PODER EXECUTIVO (Moura Junior) NÃO QUER PAGAR OS FUNCIONÁRIOS”. O que eu dizia desde que começaram as atrocidades políticas contra as entidades? Na mosca!
O líder de governo Sandro Caprino (PRB) começou até bem, reconhecendo que a situação da Saúde é realmente crítica, que o Centro de Oncologia está complicado e inclusive parabenizando o colega Tiguila Paes (PRTB) por estar sempre presente no Hospital, ouvindo a população e se inteirando dos problemas. Parou por aí. Depois, Caprino (PRB) disse que o caos no Hospital Municipal, no Dia do Servidor Público, mostrado pelo Jornal da EPTV/Campinas, foi porque as redes de saúde de Barão Geraldo, Matão, Sumaré e Cosmópolis estavam fechadas. Pela mãe do guaaaaaaaaaaaaada! O público, claro, discordou e vaiou. 
Já a Assessoria de Imprensa do governo Moura Junior (PMDB) disse à reportagem da EPTV que o hospital estava lotado porque as UBS da city estavam fechadas, por conta o feriado. Nem nas versões para “defender o indefensável” os “mouristas” se entendem. Ah, nem vou perder tempo com quem não tem competência para reconhecer a própria incompetência. O importante é que essas desculpas esfarrapadas não colam mais na população. Pronto! Chega!
Falando em Caprino (PRB), o Mestre Domingos que contou com o apoio do vereador para eleger-se Presidente da Associação do João Aranha, postou em sua Página no Facebook o Edital de Convocação da Eleição no bairro, onde consta o horário da votação das 08 às 12hs. Já na ficha de inscrição de candidato, assinada pelo próprio Mestre Domingos e sua concorrente Carmem Rute da Costa, o horário especificado é das 09h às 13h. Essas e outras supostas irregularidades no processo eleitoral da Associação do João Aranha foram denunciadas por Dona Rute (leia matéria) ao Correio Paulinense Online. Tentamos ouvir a versão do Mestre Domingos sobre a polêmica, mas ele não nos respondeu a mensagem que deixamos “inbox” em sua página na rede social.
Vejam bem, o Correio Paulinense Online em minuto algum afirmou que houve fraude na eleição do João Aranha e muito menos questionou a seriedade pessoal ou profissional do candidato vencedor. Dono Rute entrou em contato com a nossa redação denunciando as supostas irregularidades, nos forneceu cópia da ficha de inscrição (veja na capa) onde consta horário diferente do mostrado no edital, nós tentamos ouvir o outro lado e publicamos a matéria. Além disso, ouvimos uma testemunha que afirma ter chegado à Escola Padre Narciso para votar antes do meio dia e não conseguiu porque a votação já havia sido encerrada.

Digamos que o que vale é o horário do Edital, então porque a votação teria sido encerrada antes disso, como afirmou a presidente Rute?  Outras questões também precisam ser analisadas. É comum uma votação para eleger o Presidente da Associação de um bairro populoso como o João Aranha durar apenas 4 horas? Não deveria ser das oito às cinco da tarde, como uma eleição para vereador, por exemplo? Por que a eleição quase não foi divulgada no bairro? Segundo moradores quase ninguém sabia, não teve carro de som e nem panfleto chamando a população. Essas são apenas algumas questões que merecem atenção. 

Falando em atenção, agora vou dar um pouco de atenção a “Nico Marcelly”, que está latindo pra mim, varado de fome (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Beijos, abraços e um fim de semana com muita PROTEÇÃO DIVINA.Volto segunda-feira ou em edição extra, se necessário for. Au revoir! 

<imagem1>31b7d97e341861a7aee1269efb684dcc.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima