Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
Palito “tirou” Bola, assumiu Neco, que quer “tirar” Tiguila da Mesa com Fiorella, que Amarildo quer “tirar”, para voltar e elevar Danilo à Presidência. COINCIDÊNCIAS OU CONCHAVOS?

Última atualização em 13 de junho de 2014

[imagem] Boaaaaaaa taaaaaaaaaaaarde meus amooooores. A Copa está para o Brasil assim como o Cinema está para Paulínia: completamente fora do contexto social e educacional. Esses eventos não seriam reprovados pela massa se viessem bem depois da Saúde, Educação, Segurança, Transporte e outros setores essenciais dos serviços públicos municipais e nacionais, mergulhados em um caos de proporções gigantescas e consequências dolorosas para a população que mais precisa. A maioria dos brasileiros precisa e muito. Não é porque votou “errado” que o eleitor deve calar-se até a próxima oportunidade (eleição) de poder corrigir o “erro”. De jeito nenhum. 
Tem que protestar e cobrar os seus direitos do prefeito, governador, deputados, senadores e presidente da república. Vaiar, empunhar faixas, sair às ruas de forma ordeira, sem depredar o que é construído (muitos superfaturados) com o nosso próprio dinheiro ou causar prejuízos a terceiros, que também são vítimas das más gestões públicas, tudo isso é legítimo e digno de aplausos Foi protestando nas ruas que tiramos um Presidente da República – repito: UM PRESIDENTE DA REPÚBLICA. 
Agora, a forma escolhida para hostilizar a atual Presidente da República, Dilma Rousseff, ontem na Arena Corinthians e diante do mundo inteiro foi de um mau gosto horripilante. Gente, antes de Presidente, Dilma é uma mulher, uma senhora, e como tal merece respeito, neste sentido. Como Presidente, ela pode até não ter o meu, o seu ou o respeito da maioria brasileira, pelo governo que vem fazendo. Agora, ela ou qualquer outra mulher não merece ser agredida de forma tão baixa e desrespeitosa. 
Que vaiassem a Presidente Dilma Rousseff, como fizeram na abertura da Copa das Confederações, não deixassem ela falar, virassem as costas no estádio para ela, mas que respeitassem a Mulher Dilma Rousseff. Se para muitos homens ouvir uma coisa dessas é motivo até de morte, imaginem para uma mulher. Não se muda um Município, Estado ou País com tamanha falta de civilidade. A VERDADEIRA MUDANÇA SE FAZ NAS URNAS. Mas essa, infelizmente, não se faz na “hora H” (do voto). Do Oiapoque ao Chuí, a maioria vota sempre nos mesmos. Vejam Paulínia: votou no atual governo e agora está pagando um altíssimo preço. Aí eu pergunto: adianta ir para frente da Prefeitura e gritar: “Ei, Juninho, vai tomar no c…”? 
O lado jurídico é com a Justiça, o político pode ser comigo. A representação do ex-vereador Amarildo (PTdoB), pedindo a “cabeça” do atual presidente da Câmara, Marquinho Fiorella (PP) não está “cheirando bem”. Vamos juntos analisar este carretel? O escritório de advocacia contratado por Amarildo é o mesmo contratado pelo ex-vereador Palito para “derrubar” Marquinho da Bola (PSB) em 2012 – e “derrubou”. Da Bola perdeu o mandato, Palito assumiu a Presidência da Casa e na vaga de Da Bola entrou Neco Vieira (PRTB), ex-vereador e, na época, suplente de vereador. Palito (na Presidência) e Neco cumpriram dois “mandatos tampões”, de três meses.
Em 2012, Palito disputou a prefeitura pelo PCdoB (Partido Comunista Brasileiro), ficando em quarto lugar na disputa, com 5.456 votos, mas apoiou o colega de partido Danilo Barros para a Câmara. Danilo foi eleito com 847 votos e de quebra acabou Vice de Fiorella (PP) na Presidência da Casa, para o biênio 2013/2014, além de algum tempo depois “tomar” de Palito a presidência do PCdoB municipal.

Pensem comigo: caso Amarildo, que contratou o doutor Cloves Alves de Souza (o mesmo advogado de Palito, que “derrubou” Da Bola, para Palito assumir a Presidência e Neco o lugar de Da Bola), consiga “tirar” o cargo de Fiorella (PP), via Mesa Diretora da Câmara (Danilo Barros, vice-presidente, Edilsinho Rodrigues-PPS e Tiguila Paes-PRTB) ou Justiça Eleitoral, o PC do B volta à Presidência da Câmara, através de Danilo Barros, e Amarildo assume a vaga do “peixe”. 

Aí o ex-vereador Neco Vieira (PRTB), que perdeu as duas últimas eleições (2008 e 2012), também contrata o mesmo escritório de advocacia (leia-se doutor Cloves Alves de Souza) para “tomar” a cadeira do vereador Tiguila Paes (PRTB) e assumir a vaga, assim como assumiu a de Marquinho da Bola em 2012, pelas mesma via e mesmo escritório. Se tudo correr “dentro dos conformes” Neco e Danilo ficarão “bem na fita”.

Neco, sei muito bem (e como sei), não engoliu até hoje a derrota para o companheiro de partido Tiguila. Já em relação a Danilo, não acho que ele seria capaz de investir direta ou indiretamente contra Fiorella (PP), que lhe deu a oportunidade de estrear na política já como Vice-Presidente do Legislativo Municipal. Será que seria? “Pro mode quê? Poder pelo poder? Será que Danilo tá conseguindo aprender as coisas com Moura pai, tão rápido assim? Por isso a pergunta política que não quer calar: TUDO ISSO SÃO COINCIDÊNCIAS OU NOVOS CONCHAVOS?

Falei com o ex-vereador Neco Vieira sobre a negativa da Justiça Eleitoral para ele assumir o lugar de Tiguila e o ex-vereador prometeu me enviar o seu “lado” da história, por e-mail. Estou aguardando. Porém, uma frase de Neco, durante a nossa conversa por telefone, está martelando na minha cabeça, até agora. “Eu só quero o que é meu”, disse o ex-vereador. Oxiiiiii!!!  Mas ele já não tem a suplência? Trocando em miúdos, a própria Justiça Eleitoral disse que o pedido dele não tem cabimento jurídico. Então que raio Neco tanto quer? Bem, vou aguardar a posição do ex-vereador, para poder comentar MAIS DETALHADAMENTE toda essa “historinha”.  
Também falei com o presidente Fiorella (PP) sobre a investida do ex-vereador Amarildo Rodrigues (PTdoB). O ‘peixe” disse que seu advogado, o queridíssimo doutor Dauro Machado, está providenciando outros esclarecimentos necessários sobre o assunto, como o indeferimento da Justiça Eleitoral da City ao pedido feito pelo ex-vereador do PTdo B.

Fiorella era só sorrisos e nem pensem que foi devido a vitória do Brasil contra a Croácia, porque nos falamos antes do jogo. Vai ver ele tá achando tudo isso uma grande piada. Hoje (13), Fiorella (PP) me enviou a sua Certidão de Quitação Eleitoral, expedida pela Justiça Eleitoral, na quarta-feira 11, um dia após a representação contra ele chegar na Câmara. Leia matéria.

Mudando de assunto. Enquanto Sami Goldstain era um mero “aliado mourista”, de plantão nas redes sociais, defendendo o indefensável, para mim nem fedia, nem cheirava. Agora, como foi nomeado Diretor de Finanças do governo Moura Junior (PMDB) virou mais uma “vidraça” pública, paga pelos contribuintes da city (R$ 7.738,00 por mês). Então, ele que pare com a pretensão de “fazer Paulínia pensar” e pense em formas de convencer o prefeito a investir os recursos da cidade em benefício da população e não de artistas e fornecedores de palmeiras. Se conseguir isso, Sami fará jus ao alto salário e mordomias do cargo. Será que ele consegue? Gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas.
Gargalhando, vou ficando por aqui. Um fim de semana precioso e protegido POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Muuuuuuuuuuuuitos beijos e abraços. Au revoir!
Foto: CP Imagem/Arte

<imagem1>2e4ac91d6dd185b94126d9972a06d975.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima