Correio Paulinense

Paulínia, 20 de maio de 2024
O público cantou e pulou ao som de blocos, como "Dinossauros", e relembrou os antigos carnavais com a Banda 2001

Última atualização em 11 de fevereiro de 2013

Depois de mais de 20 anos, a Praça da centenária Igreja São Bento, na Avenida José Paulino, voltou a ser palco do tradicional Carnaval de Rua de Paulínia, com desfile de blocos, bandas tocando marchinhas, barracas de comidas e bebidas, entre outras atrações e serviços. Segundo a Prefeitura Municipal, mais de 6 mil foliões participaram da festa, que começou na tarde de sábado (09) e terminou no início da madrugada de domingo (10)..

Após a passagem das Majestades Osmar Caldas Jr (Rei Momo), Josiane Meireles (Rainha), Gislaine de Jesus e Maria Fernandes (Princesas),  o bloco Dinossauros, com mais de 500 integrantes, abriu o desfile na José Paulino. Em seguida, os blocos da Terceira Idade, CG e Sorria Paulínia continuaram a festa. Os sambistas Tavinho e Edmundo puxaram a trilha sonora dos “Dinos”, eleitos os mais animados na avenida. A festa terminou ao som da Banda 2001 e o puxador de samba Trovão.

A primeira-dama e presidente do Fundo de Solidariedade de Paulínia, Lucila Rodrigues Alves Pavan, a vice-prefeita Vanda Camargo, o vereador Tiguila Paes, os secretários Leonardo Ballone (Negócios da Receita) e Fernanda Cândido de Oliveira (Cultura), além da presidente do Centro de Ação Comunitária, Fernanda Secomandi Aranha, prestigiaram a festa organizada pela Secretaria de Turismo e Eventos (SETUR).

Resgatando Tradições

Com o “Paulínia Carnaval de Rua 2013” a prefeitura iniciou o projeto para resgatar as tradições carnavalescas do município. A Praça da Igreja São Bento recebeu estrutura com palco, som, iluminação e banheiros químicos para receber as atrações e principalmente os foliões.  

A primeira-dama Lucila Rodrigues Alves Pavan colocou a ?mão na massa? na barraca do Fundo de Solidariedade de Paulínia, uma das 32 disponibilizadas para os foliões. “Este é um trabalho com responsabilidade social, uma atitude que interfere e muda a realidade. O importante é cada um fazer um pouco, ao seu modo, e juntos todos fazerem o que precisa ser feito”, destacou Lucila.  

Alimentação

A alimentação dos foliões foi garantida por 32 barracas de comidas, além de vendedores ambulantes, todos fiscalizados pela Secretaria de Negócios da Receita, que assegurou a higiene e condições dos produtos comercializados. 

Segurança

De acordo com a Prefeitura, mais de 70 homens da Guarda Municipal, Policiais Militares de Paulínia e 50 seguranças particulares garantiram a tranquilidade dos foliões na Avenida José Paulino e ruas adjacentes. 

Transporte

A via sentido Centro/Bairro da Avenida José Paulino foi interditada pela Secretaria de Transportes por volta das 16h30 do sábado de carnaval e reaberta na primeira hora da madrugada de domingo (10). De acordo com a Prefeitura, o transporte público municipal, que em dias normais opera até a meia noite, teve o seu horário alterado para atender os foliões na volta para casa. 

Saúde

A Secretaria de Saúde forneceu equipes de socorristas e duas ambulâncias do Hospital Municipal de Paulínia (HMP), que garantiram a tranquilidade dos foliões paulinenses.

Com o objetivo de alertar o adulto jovem, de ambos os sexos, sobre a importância da prevenção a Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), funcionários do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Secretaria de Saúde, entregaram mais de 9 mil camisinhas ao público que compareceu à Avenida. 

Defesa Civil

Uma equipe da Secretaria de Defesa Civil, devidamente identificada por coletes, acompanhou toda a festa com profissionais distribuídos em vários pontos do percurso da carnavalesco.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Paulínia
Fotos: Divulgação/PMP

<imagem1></imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima