Correio Paulinense

Paulínia, 20 de maio de 2024
O Correio Paulinense Online apurou que falta de antibióticos e fio de sutura à papel para enxugar mãos

Última atualização em 9 de dezembro de 2013

[imagem] O Correio Paulinense Online recebeu informações da falta de medicamentos e materiais importantes no Hospital Municipal de Paulínia. O funcionário que nos passou as informações pediu para preservarmos a sua identidade, temendo represálias. 

Segundo ele, o HMP não tem soro fisiológico de 100, 250, 500 e 1000ml para diluir os medicamentos que são aplicados direto na veia do paciente; antibióticos, como Ciprofloxacin (endovenoso e comprimido), Dormonid, usado como sedativo em exames de endoscopia, colonoscopia e também para sedar pacientes entubados; Fentanil; Noradrenalina, usado para choque cardiogênicos e reestabelecimento da pressão arterial; e Atrovent (gotas).
Ainda de acordo com o funcionário, o contrato da NPP (Nutrição Parenteral Prolongada) terminou e ainda não foi renovado. “Falta até fios de sutura. Pegaram emprestados com Cosmópolis uma vez, depois pediram de novo, mas como não pagaram Cosmópolis não emprestou. Não temos inclusive papel para enxugar as mãos”, afirmou ele e finalizou: “Também não temos Placas ipo, Hidroculoide, carvão ativado e Hidrogel usados em escaras (feridas) dos pacientes acamados há muito tempo, também não temos”..
Tentamos falar agora a pouco com o Dr. Anderson Gabriel, diretor do HMP, porém ele já não estava mais no trabalho.
Foto: Reprodução/Internet
 

<imagem1>cb40b6579075edea1176f08ee2fce648.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima