Correio Paulinense

Paulínia, 16 de junho de 2024
“Não tenho nenhuma informação sobre os fatos”, diz Leci Brandão (PCdoB)

Última atualização em 28 de julho de 2018

Dois dias antes do depoimento na Comissão Processante (CP), marcado para quinta-feira (26), a deputada estadual Leci Brandão (PCdoB) pediu dispensa à CP, alegando total desconhecimento dos fatos atribuídos ao prefeito Dixon Carvalho (Progressistas) e 13 dos 15 vereadores de Paulínia. A defesa do vereador Manoel Barbosa de Souza (PCdoB), que arrolou a deputada como testemunha, insistiu para ela ser ouvida, mas teve o pedido indeferido pela Comissão (folha 2778 do processo) . 
Das sete testemunhas arroladas pelo vereador, cinco já foram ouvidas, faltando apenas o deputado federal Orlando Silva (PC do B), cujo depoimento deve acontecer na próxima semana. Lembrando que o processo da CP é público e todas as informações estão disponíveis no site da Câmara Municipal de Paulínia (CLIQUE aqui), para qualquer cidadão ou profissional de imprensa consultar.  
VEJA ÍNTEGRA DO PEDIDO DA DEPUTADA
Nobre Vereador Ademilson Paes 

Recebi a noticia por meio de minha assessoria de que fui arrolada como testemunha em processo de sindicância do vereador Manoel Barbosa de Souza, do meu partido.

Contudo não tenho nenhuma informação sobre os fatos ali discutidos, razão pela qual peço, data máxima vênia, dispensa de minha presença, uma vez que, meus compromissos me impedem de no momento viajar até Paulínia para isso;

Com todo respeito aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de estima e consideração. 

Deputada Leci Brandão – PCdoB/SP

Foto: Divulgação

<imagem1>leci_brandão_CPPaulínia.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima