Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
MP determina adiamento da entrega do prédio da Creche Júlio Perini II, no Jardim América

Última atualização em 20 de dezembro de 2013

[imagem] Embora a administração Edson Moura Junior (PMDB) já tenha distribuído as 38 crianças da creche municipal Júlio Perini II, no Jardim América, para outras unidades da rede, a Prefeitura está impedida de entregar o prédio da creche até o parecer final do Ministério Público (MP) sobre a legalidade do fechamento da unidade. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) feito entre o Ministério Público e a Prefeitura de Paulínia garante a criação de novas vagas e proíbe o fechamento de unidades.

A informação da decisão do MP foi passada ao Correio Paulinense pela Presidente do Conselho Municipal de Educação, Vaniza Ghidotti. “Educação deve ser prioridade para qualquer governo e não o fechamento de uma unidade que está funcionando muito bem, inclusive pedagogicamente. Não há argumento que justifique isso. Prezamos por uma educação de qualidade e justamente uma creche de excelente qualidade vai fechar”, argumentou a presidente do CME. Ao ser informado sobre a decisão da administração de fechar a “Júlio Perini II”, o CME pediu ajuda à Promotoria Pública, através de ofício, para impedir o encerramento das atividades da creche.
Nossa reportagem conversou com Aristeia Aparecida Rodrigues, diretora do departamento de Educação Infantil, da Secretaria Municipal de Educação. Segundo a diretora, a desativação da Creche “Júlio Perini II” está programada desde 2012, por conta da construção de uma nova unidade no João Aranha, em parceria com a empresa Honda.

Entretanto, nossa reportagem apurou que a desativação da unidade do Jardim América só ocorreria após a nova creche do João Aranha ser terminada e inaugurada, o que ainda não aconteceu. “As 38 crianças atendidas na Júlio Perine II foram remanejadas para outras unidades, próximas de onde elas moram”, informou Aristeia.

Segunda-feira desta semana, mesmo a creche ainda funcionando, a administração havia autorizado a retirada de todos os móveis do local. Karina Glaucia, mãe de uma aluna da Júlio Perini II”, registrou homens da prefeitura começando a cumprir a ordem e nos enviou as imagens. Momentos depois a retirada foi interrompida por ordem da diretora Aristeia. “Pedimos para eles retirarem apenas documentos da Secretaria de Educação que estavam no andar superior da creche. Os móveis e demais objetos só serão retirados após quarta-feira (18), quando a creche não estiver mais funcionando”, explicou a diretora ao CP Online, no dia do ocorrido.  Entretanto uma fonte disse ao CP que a ordem era para retirar tudo, inclusive os móveis.

Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

<imagem1>b88b2f1656ae327bf718658146d8f007.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima