Correio Paulinense

Paulínia, 15 de junho de 2024
Moura Júnior propõe pagar indenizações trabalhistas, mas quer usar de imediato a estrutura do Caco no novo programa social “Socializ”

Última atualização em 9 de agosto de 2013

[imagem] Em reunião na manhã de hoje (09), no Ministério do Trabalho em Campinas, o prefeito Edson Moura Júnior , através do secretário dos Negócios Jurídicos da Prefeitura de Paulínia, propôs pagar as indenizações trabalhistas de 139 funcionários da entidade que serão demitidos., em função do corte da subvenção que o Caco receberia este ano. 
Segundo Yonara Grandin, advogada da entidade, Moura Júnior disse que a Prefeitura paga os direitos dos trabalhadores do Caco, desde que a entidade desocupe imediatamente os prédios públicos e alugados. A Prefeitura pretende montar uma nova estrutura social nos referidos prédios e, segundo a advogada, usar os bens móveis (mesas, cadeiras, computadores, entre ouros) pertencentes ao Caco.
Neste momento, Yonara Grandin e Michele Barbutti, que representam a entidade na reunião no Ministério Público do Trabalho, estão reunidas com os funcionários da instituição comunicando a proposta feita pelo prefeito Edson Moura Júnior (PMDB).   Mais detalhes você conferem logo mais!
CORREÇÃO: Exceto os prédios onde funcionam o Caco Central, na Rua Maria das Dores Leal de Queiroz, e a Administração da entidade, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, todos os demais imóveis públicos ou alugados que vinha sendo utilizados pelo Caco serão ocupados pela Prefeitura Municipal. 
O Caco tem o prazo de 45 dias para desocupar as sedes Central e Administrativa. De acordo com a assessoria jurídica da entidade, a Prefeitura assumirá o pagamento dos prédios alugados.  
Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem/Arquivo

<imagem1>cecad845503b7cb96742e4ddadcb3deb.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima