Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
Moura diz que indicará candidato à sucessão de Dixon (PP), para quem ele confirmou ter pedido voto em 2016; MP ABRE MAIS UMA INVESTIGAÇÃO!!!

Última atualização em 14 de agosto de 2017

Boaaaaaaaaaaaaaa noooooooooooooooite, meus amoooooooooooooores!!!  A Convenção do PMDB Municipal, sábado (12), elegeu a bela e loira Gisele Ruiz para a Presidência, Sanzio Rodrigues e Cícero Luiz de Brito 1º e 2º Vice-Presidentes, respetivamente, além dos demais membros da nova Executiva. Maaaaaaaaas, todos os holofotes foram para o ex-prefeito Edson Moura, acompanhado da atual esposa Nany Camargo e do filho Moura Junior, que também administrou a city, e fez história como o prefeito mais cassado pela Justiça Eleitoral. Pai e filho, atualmente, estão impedidos de disputar cargos públicos.
Apurei com uma fonte de alta confiança os principais pontos da Convenção, que começou às 10 da manhã e terminou às 15 da tarde. Estrela veterana e articulador-mor do PMDB local, Moura confirmou, pela primeira vez em público, ter pedido voto para o atual prefeito e velho desafeto político Dixon Carvalho (PP), na campanha eleitoral passada. Segundo o peemedebista, entre os sete candidatos que disputaram a Prefeitura em 2016, Dixon (PP) era “o menos pior” – imaginem, então, se fosse o pior!!!! 
Não me lembro exatamente a coletiva de imprensa, mas em uma delas, Dixon (PP), ao ser questionado sobre o apoio de Moura à sua candidatura, negou qualquer aliança política entre eles e disse que se o ex-prefeito pediu voto para ele foi por livre e espontânea vontade. Há quem diga e acredite que, na verdade e por vaidade, Moura saiu com mais esse conto para aparecer como o “fiel da balança” da eleição de Dixon (PP), e, com isso, mostrar que, ao contrário do que muita gente pensa, está bem vivo politicamente. Em termos de votos, até pode ser, maaaaaaas, do ponto de vista jurídico-eleitoral, o baiano está inelegível pelo menos até 2028
Segundo minha fonte, Moura (PMDB) não fez nenhuma crítica pesada à atual administração, mas lembrou que o PT Municipal, antigo partido de Dixon (PP), foi quem barrou, por meio da ONG AMA Paulínia, a construção do famoso Manto de Cristal, em formato de pirâmide asteca, que ele queria construir em cima de prédios históricos da city, como a secular Igreja São Bento. Na época, 2005, o Manto foi orçada em R$ 114 milhões e seria construído pela Constran S/A. O baiano disse, também, que esse negócio de todo prefeito eleito dizer que não consegue fazer nada porque pegou a prefeitura endividada não “cola mais”, perante a população. Nesse ponto, concordo totalmente com ele. 
Sobre as eleições municipais 2020, Moura (PMDB) informou que participará ativamente do processo político, apoiando um nome para substituir Dixon (PP). Presente na Convenção Peemedebista, o amado Bonavita, presidente municipal do PTB, ouviu atentamente as palavras de seu líder político e, depois, rasgou: “O próximo Prefeito de Paulínia está aqui, hoje, não tenho dúvidas”. Será que o cearense estava falando dele próprio? Sim, porque, entre os mais fiéis aliados de Moura, quem, além de Bonavita, tem potencial para disputar a prefeitura da city? Em minha opinião, caso recupere a elegibilidade política, Bonavita é o mais provável futuro indicado de Moura.
Quando bati os olhos nas fotos divulgadas por mouristas nas redes sociais, logo vi Aristides Aparecido Ricatto, ex-secretário de Governo da administração Dixon (PP), na convenção peemedebista. “Fui prestigiar os companheiros, faz parte do homem político. Mas, só isso”, me disse ele. No dia 29 de maio passado, além de entregar a pasta que ocupava, Ricatto rompeu os laços de amizade que mantinha com Dixon (PP) e prometeu fazer o possível para tirá-lo do cargo.
E o Ministério Público (MP) abriu mais uma investigação contra a administração Dixon Carvalho (PP). Dessa vez, o alvo do MP é a contratação direta da empresa Única, responsável pela limpeza do hospital, unidades básicas e outros setores da saúde local. Os vereadores Kiko Meschiati (PRB) e Tiguila Paes (PPS) suspeitam de direcionamento e superfaturamento no contrato de R$ 4,6 milhões e levaram o caso ao MP (leia).
Por hoje, é só, meus amores. Uma semana repleta de luz, harmonia, felicidades e MUITAS BÊNÇÃOS E PROTEÇÃO DIVINAS. Muuuuuuuuuuuuuitos beeeeeeeeeeeeijos e abraaaaaaaaaaaaços!!!!
Foto: Reprodução/Facebook

<imagem1>moura_deixem-mefalar…jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima