Correio Paulinense

Paulínia, 19 de maio de 2024
Mãe posta falta de pomadas no HMP para filho queimado

Última atualização em 16 de janeiro de 2019

Lucineia Pires de Oliveira, mãe de um menino que sofreu queimaduras nas regiões da barriga e pélvica, enquanto se alimentava, utilizou sua rede social para desabafar contra a falta de remédios no Hospital Municipal de Paulínia (HMP). De acordo ela, ao chegar com o filho no HMP foi informada pela enfermeira que as pomadas necessárias para tratar os ferimentos do menino estavam em falta
“Tive q (ue) compra as pomadas p (ara) usar nele prq (porque) o hospital não tem muitos medicamentos a enfermeira me pediu desculpa por não ter as coisas e os medicamentos”, afirmou ela, no post publicado nesta terça-feira (15). 
Lucineia, também, relatou o caso no Correio, ao comentar a matéria “Prefeitura vai gastar mais  R$ 5,7 MILHÕES com locação de veículos”, publicada ontem. “Cheguei com meu nene hj (hoje) no hospital com queimaduras graves e tive q (eu) comprar as pomadas prq (porque) não tem enquanto esses ordinários vivem no luxo estou revoltada com esses políticos eles não usam o hospital por isso tem convênios e dinheiro p (ara) pagar médicos e comprar remédios”, criticou.
Hoje, procuramos Lucineia, mas ela preferiu não dar mais detalhes do caso. “Já postei no Face e não queria expor mais o meu filho”, respondeu. Também, não conseguimos contato com a direção do HMP. Ainda ontem (15), a mãe do menino, cujo primeiro nome é Antony, disse que ele passa bem, apesar da gravidade das queimaduras. 

Foto: Facebook/Reprodução

<imagem1>menino_queimado.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima