Correio Paulinense

Paulínia, 29 de maio de 2024
Entre o “Menezes” e o “Pazetti” estão Moura pai, filho e vereadores aliados. Por outro lado, no meio de todos eles estão uma LEI que deve ser cumprida e um Projeto de Lei que é uma verdadeira prova de fogo!

Última atualização em 4 de julho de 2014

[imagem] Boooaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaaaade meus amooooores. Daqui a pouco o Brasil entra em Campo e todos juntos vamos empurrar a Seleção Brasileira para as semifinais da “Nossa Copa”. Não entendo quase nada de futebol, mas sinto que os colombianos darão trabalho à Neymar JR e Cia. Vaiiiiiiiiiiiiiiii Brasiiiiiiiiiiiiiiiil!!! Então vamos tratar de um assunto rapidinho, antes do apito inicial do juiz, no Castelão de Fortaleza.

Como se não bastasse a proposta tresloucada de espalhar escritórios de Paulínia pelo Mundo, Moura pai e Moura Junior (PMDB) acabam de colocar os vereadores aliados em outra sinuca de bico – e põe bico nisso. O projeto para as famílias do “Acampamento Menezes’ chegou ontem (3) na Câmara, como noticiamos em primeiríssima mão, disfarçado de “Programa Especial Prioritário de Habitação”. Só no truque. Aliás, o vereador Sandro Caprino (PRB) está se tornando especialista em “truques políticos”. Neste quesito, hoje, o líder mourista na Câmara tem sido um aluno “Nota 10” (ou seria “50”?) da raposa Moura pai.

Assim que o Projeto de Lei 37/14 foi protocolado na Câmara, Caprino (PRB) correu na página “A Voz do Acampamento”, no Facebook e avisou: “Meus amigos o projeto de vcs acabou de ser protocolado agora na câmara, está chegando a hora , abraços”, copie e colei do jeito que ele escreveu lá. E o que prova isso? Prova que, assim como alguns editais cancelados pela Justiça, o “Programa Especial Prioritário de Habitação” foi, indiscutivelmente, direcionado para o “Acampamento” e não para famílias de uma forma geral, como consta no Art. 2º do PL. Observem que Caprino escrveu “o projeto de vcs”. Querem mais claro do que isso?

Em outro comentário, também na página do “Acampamento”, o líder mourista escreveu o seguinte: “Meus amigos não acredite em mentiras , pois a hora de vcs está chegando, estou cuidando pessoalmente junto com prefeito o caso de vcs, esta mais perto que vcs imagina , abraço e fiquem com DEUS”. Também colei e copiei, como ele escreveu. Misericórdia! Se nem leite doado pelo governo estadual escapou do oportunismo político de Caprino (PRB), imaginem casas. Resumindo: o vereador é o “pai” de mais esta “criança”.

Porém, o “X” da questão é a seguinte: a oficialização desta “paternidade” depende dos outros 14 vereadores, que vão aprovar ou não o PL 37/14. Ai é que eu quero ver. De uma forma ou de outra, todos os vereadores, inclusive Caprino (PRB), apoiaram os protestos de moradores dos módulos I e II do Pazetti contra o financiamento especial do módulo III, anunciado por Moura Junior, dia 8 de setembro do ano passado. Em reuniões com os moradores, no Plenarinho Legislativo, ou na “Palavra Livre” das sessões da Câmara, todos disseram que não aprovariam qualquer mudança na Lei 3.283/2012, do Pazetti. “Direitos iguais para todos”, foi a linha geral dos discursos. E AGORA?

Pelos menos Caprino (PRB) já provou que jogou dos dois lados, o tempo todo e, diante do que escreveu na página do Acampamento, o voto dele ao  PL 37/14 já é FAVORAVÉL. E os outros vereadores, será que também fizeram jogo duplo? O que falará mais alto: a palavra dada, a pregação de direitos iguais para todos, ou as ordens dos “dois prefeitos”, acompanhadas de “agradinhos mensais” irrecusáveis? Quantas vezes avisei que Moura pai é mestre em dominar aqueles que se aliam à ele? Ou faz o que ele quer ou esquece o “agradinho”. Vereadores aliados dos Moura (pai e filho) não têm direito à identidade e nem vontade políticas próprias. Viram reféns e capachos das vontades escabrosas do “chefe”, que determina não apenas como eles devem votar, neste ou naquele projeto, mas, sobretudo, decide o futuro político de todos. Sinto em dizer, mas o presente da maioria que já esteve com ele não é nada feliz. 

Por outro lado, problema de quem está se sujeitando ao poderio dos “dois prefeitos”. Todos os vereadores foram eleitos para defenderem os interesses da população e têm a obrigação de cumprir este compromisso. De um lado, as famílias do “Acampamento Menezes” precisam e merecem ter casa própria. É inadmissível viver nas condições em que crianças e adultos vivem ali. O poder público tem a obrigação de resolver a situação daquelas famílias e de todas as outras que não possuem tetos próprios.

Do outro lado, os compradores dos dois primeiros módulos do Pazetti, que não podem ter tratamento diferenciado, por parte da administração Moura Junior (PMDB). Tratamento este que implica prejuízos de milhares de reais, tirados pelas famílias, muitas delas de ontem nem tinham, para darem de entradas em suas casas, além das altas taxas de pré-obra, durante meses, até receberem suas chaves. E no meio do Menezes e do Pazetti, Moura pai, Moura filho e vereadores aliados. E “cuma “é que faz?


E no meio de todos eles a Lei Municipal 3.283/12,  que deve ser respeitada pela Câmara e pelo Prefeito e,  o Projeto de Lei 37/14, que desafiará os vereadores aliados  Danilo Barros (PCdoB), Yatecola (PTdoB), Zé Coco (PTB), Du Cazellato (PP), Marquinho Fiorella (PP), Edilsinho Rodrigues (PPS), Marquinho da Bola (PSB), Tiguila Paes (PRTB), João Pinto Mota (PSDC) e Sandro Caprino (PRB) à provarem de que lado estão. Pois é, este tipo de prova é um desafio diário de quem entrega a “alma” ao “poderoso Moura”.

Para finalizar, quero relembrar um dos “ensinamentos” do vice-prefeito Bonavita (PTB), que se encaixa perfeitamente no assunto de hoje: ““HOMEM PÚBLICO QUE NÃO CUMPRE O QUE FALA, O HOMEM PÚBLICO QUE NÃO TEM RESPONSABILIDADE COM AS PALAVRAS, ESTÁ FADADO À DERROTA”. Vaiiiiiiiiiiiiiiiii Câmara!!! Vai Brasiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiil!!!
Um fim de semana abençoadíssimo, meus amores, com muita luz e proteção do REI DOS REIS, ÚNICO SALVADOR DE NOSSAS ALMAS. Muuuuuitos beijos e abraços. Au revoir!
Foto: Arte/CP Imagem 

<imagem1>e87443de3b2e1fdf1540a1795e55cfbd.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima