Correio Paulinense

Paulínia, 25 de maio de 2024
Diretor do HMP deve ir a júri popular; Membros da “CEI da Saúde” serão conhecidos amanhã; Paulo Mota diz que Brasil 500 não está interditado; Tentei falar com “Beth”, que mandou pra Eduardo

Última atualização em 21 de outubro de 2013

[imagem] Boa taaaaaaaaaaaaaaade meus amores! Ambulantes que estavam preparados para faturar um “extra” no Encontro de Fuscas e Carros Antigos de Paulínia saíram no prejuízo. O evento que aconteceu no estacionamento do Paulínia Shopping estava programado para o Sambódromo, no Parque Brasil 500, mas o prefeito Moura Junior (PMDB) decidiu vetar a cessão do espaço em cima da hora, prejudicando a mega praça de alimentação programada pela organização do evento, que reuniu centenas de “máquinas”, teve show da dupla Dynno e Diego e ainda arrecadou alimentos não perecíveis para a nossa querida APAE.

Segundo informações, o Parque Brasil 500 estaria interditado, por isso os fuscas não puderam ser expostos lá. Hoje de manhã falei com o secretário de Defesa Civil, Paulo Mota, sobre isso. Segundo Mota o Brasil 500 não está interditado, interditado. “A Prefeitura está providenciando algumas regularizações do local, como o AVCB dos Bombeiros. Além disso, particularmente nunca vi, mas dizem que o local estava sendo alvo de vândalos. Agora interditado pela Defesa Civil o Parque Brasil 500 não está”, disse Mota. O Secretário pediu que eu entrasse em contato com a Secretária de Turismo e Eventos, Elizabeth Ferreira de Britto para mais informações. 
Não consegui falar com a amada Beth, mas adiantei o assunto para a secretária dela que me retornou agora a pouco dizendo o seguinte: “A Secretária (Beth) pediu para lhe dizer que o Secretário de Obras (Eduardo Ferreira) tem todas as informações sobre o Sambódromo”. Não liguei para Ferreira, pois no momento estou querendo saber por que Moura Junior (PMDB) vetou o Encontro de Fusca no Sambódromo, já que o Secretário Mota disse que o local não está interditado. Além do mais a exposição de carros seria a céu aberto e não em um local fechado, sem o AVCB dos Bombeiros. Agora, se Moura Junior (PMDB) abrir licitação para mais uma milionária concha acústica aí sim vou querer saber tudo, nos míííííííííííííííííínimos detalhes. Ah, vou!
O debate entre vereadores e o presidente do PauliPrevi, Mário Lacerda, durou cerca de quatro horas. Em alguns momentos o clima pesou, mas pontos importantes foram colocados na mesa. Como foi o desempenho de Lacerda? Ainda não posso opinar sobre isso, pois o meu “cinegrafista amador” chegou agora a pouco com a gravação. Assim que terminar aqui ouvirei atentamente cada fala para uma matéria especial, que você confere ainda hoje. Aguardem!
Diretor geral do Hospital, nomeado por Moura Junior (PMDB), doutor Anderson Gomes Gabriel está na boca do povo. No ano passado, o médico foi acusado de erro médico e condenado à censura pública pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) e denunciado pelo Ministério Público por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Segundo matéria do G1/Piracicaba e Região, divulgada nas redes sociais, em 2007 Gabriel atendeu uma paciente no Pronto-Socorro do Piracicamirim, em Piracicaba, e a mulher faleceu três horas depois.
Apesar de ter recebido uma das três penas mais graves do CRM, na época, segundo o G1, o médico encarou como uma “simples advertência”. Já na esfera judicial, o diretor do Hospital Municipal de Paulínia deve ir a júri popular, segundo consta no site do Tribunal de Justiça do Estado. A última movimentação registrada no processo contra Gabriel ocorreu quinta-feira passada (17), quando o advogado dele, Gustavo Frezzarin, pediu vista do volume.  Tentei falar com o Diretor do HMP, mas a telefonista informou que ele não encontrava-se no hospital.
Está marcado para amanhã, às 10hs, o sorteio do quinto e último integrante da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar supostas irregularidades na Rede Municipal de Saúde. Em tese, os vereadores Tiguila Paes, Du Cazellato, Custódio Campos e Simeia Zanon já fazem parte da Comissão, caso nenhum deles desista até amanhã. Já a quinta vaga será sorteada entre os partidos (PRB, PTB, PPS, PROS, PTdoB, PCdoB e PSB) que têm apenas um representante na Câmara. Os sete vereadores não são obrigados a concorrerem à vaga. 
Confirmados os nomes dos membros, um ato da Mesa Diretora oficializará a composição e a partir daí começa a contar o prazo de 120 dias, prorrogável pelo mesmo período, e também será marcada a primeira reunião da CEI da Saúde, para as escolhas do Presidente, Vice-Presidente, Relator, Sub-Relator e Secretário. Para qualquer um dos cargos se não houver consenso entre os membros, a escolha será feita também por sorteio. A CEI da Saúde está sendo aguardada com muita expectativa, pois pode provocar resultados positivos para a área mais problemática da city.
Que a nossa semana seja maraaaaaaaaaaaaaaa, abençoada e protegida pelo NOSSO DEUS, TODO PODEROSO. Muitos beijos e abraços apertados. Au revoir!

Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

<imagem1>e955ec8c3dbf0dd3d4e78a9db75adfe3.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima