Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
DAVID RODRIGUES: homem de confiança de Caprino mente sobre caso “Dênis e Rogério”; Quem vai explorar o Café Bomboniere do Teatro, durante o Festival deste Ano? “Refrescando a memória” de Arthur!

Última atualização em 16 de julho de 2014

[imagem] Boaaaaaaaaaaa tarde meus amoooooooores!!!! Primeiro tenho que gastar dois “traques de sala” – um com DAVID RODRIGUES, homem de confiança e parceiro de longas datas (Holambra, Santo Antônio de Posse) do vereador Sandro Caprino (PRB), líder de Moura Junior (PMDB) na Câmara, e outro com o secretário dos Negócios Jurídicos, Arthur Augusto Campos Freire, que insiste cansar a minha beleza (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 

Ontem (15), David Rodrigues teve a pachorra de, através da esposa Gisele de Camargo, afirmar que a nossa matéria “VERGONHA – Moura Junior (PMDB) manda levar 4 latas de dieta em pó na casa de Dênis” era mentirosa, porque a Prefeitura já havia resolvido o problema e as famílias de Dênis Ismard Marciano e Rogério Nunes, que vivem vegetando em cima de uma cama, estavam felizes da vida Êpaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

“Quem MENTIU na cara dura, foi o senhor, seu Davi”. A matéria foi publicada às 16h54min (observem no topo da página) e até aquele momento, a Prefeitura ainda não tinha levado o alimento enteral para os pacientes. O assessor de imprensa Raoni Zampi, o fotógrafo Fabiano Moreira, que já haviam ido à tarde registrar a entrega das quatro latinhas de dieta em pó, recusadas pela família do Dênis, e David Rodrigues estiveram nas casas dos pacientes entre 18h30 e 19h30 de ontem, PORTANTO, no mínimo, UMA HORA E MEIA APÓS A VEICULAÇÃO DA MATÉRIA. Então, NÃO MENTIMOS.

Agora vamos ao que eles levaram (repito: uma hora e meia após nossa matéria): 16 LITROS DE TROPIC 1.5, sendo 8 para o Dênis e 8 para o Rogério, que garante a alimentação desses pacientes por 8 DIAS APENAS – OITOOOOOOOOOOO DIAS! E depois? Será que em 8 dias a administração Moura Junior (PMDB) vai resolver o que não teve competência para conseguir em 7 meses? Sim, pois o secretário de Saúde Renato Cardoso disse que há 7 meses procura a tal empresa que ganhou o contrato para fornecer o alimento enteral e não consegue.

Parênteses. Além disso, estou apurando também a informação de que o processo de compra do alimento enteral estaria parado, há pelo menos 90 (noventa) dias na mesa do Secretário dos Negócios Jurídicos da Prefeitura, o “adorado” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) Arthur Augusto de Campos Freire. 

Voltando e seguindo. David afirmou ainda que a alimentação entregue na noite de ontem é suficiente para 10 dias. OUTRA MENTIRA. 8 litros entregues, 1 litro por dia = 8 dias. “Quem mentiu, David?” Debora Marciano,  irmã de Dênis, me contou que pediram para ela dizer que o problema já havia sido resolvido, caso alguém ligasse perguntando. “Disse a eles que não falaria isso, pois o problema ainda não foi resolvido”, afirmou.

Como o mandado de segurança, obrigando a Prefeitura fornecer o alimento para o irmão dela é de 2009, quando o prefeito da city era Pavan Junior (PSB), perguntei à Débora o que tinha acontecido. “Naquela época, quem nos atendeu foi uma pessoa despreparada para a função, que acabou causando uma confusão e aí entramos com o mandado de segurança. Mas, depois disso nunca mais faltou alimento para o meu irmão. Sempre recebíamos a dieta para o mês inteiro e quando faltava apenas 4 ou 5 litros para acabar a Prefeitura já mandava a do mês seguinte. Só veio faltar a dieta agora, por isso que tomamos uma atitude contra esse descaso”, palavras da irmã. Pois é, pois é!!!
Então meus amores, ESSAS SÃO AS VERDADES DOS FATOS. Quem agiu e age sem seriedade e com politicagem, neste e em tantos outros casos, é o governo Moura Junior (PMDB), representado nesta pauta por David Rodrigues, nomeado pelo prefeito em agosto do ano passado, para exercer Cargo de Comissão (Símbolo CC6 , R$ 4.350,01, por mês), junto a Secretaria de Finanças. O homem de confiança do vereador Sandro Caprino (PRB) atua no setor de CONTRATOS DA PREFEITURA. Ou seja, tudo que o governo vai contratar ele fica sabendo, sempre em primeiríssima mão. Mas isso é problema de Moura Junior e Caprino. Que se lasquem! Agora, ele que não venha querer desqualificar o nosso trabalho, feito com muita responsabilidade e VERDADES, como mostrei acima.

Em vez disso, David e toda a administração deveriam era sentir vergonha de submeterem Dênis, Rogério e suas famílias à humilhação pública, para poderem conseguir um direito que custa apenas R$ 25,00 o litro. Enquanto isso, JOGAM MILHÕES DE REAIS PÚBLICOS NO LIXO, com festival de cinema e crítico de cinema, este para NÃO FAZER NADA e ainda sair falando mal de pessoas da city.
Ok? Então tá!!! Encerrando este assunto, preciso perguntar o seguinte: Por que uma pessoa de Finanças, ligada ao principal vereador da base mourista, foi escalada para entregar a dieta enteral? Esta não seria uma tarefa da própria Secretaria de Saúde ou até mesmo da Promoção Social?  
Falando em cinema, na manhã de hoje (16) foi selecionada a empresa que vai explorar gratuitamente o espaço do Café e Bomboniere do Teatro Municipal, durante o VI Paulínia Film Festival, que começa no próximo dia 22. O teatro “Paulo Gracindo” custou cerca de R$ 70 milhões públicos, sendo TRINTA E SETE MILHÕES  em compras de equipamentos e TRINTA E TRÊS MILHÕES na construção. Com essa dinheirama toda espero que pelo menos a empresa que vai servir estrelas e convidados seja de Paulínia. Acabei de enviar um e-mail à Secretária de Cultura, Mônica Trigo, perguntando quem foi a selecionada. Enquanto aguardo ela responder, vamos aos outros babados.
O secretário Arthur Freire escalou o jornalista do “ Alerta Paulínia” para uma série intitulada “Refrescando a Memória” (quanta falta de criatividade) e decidiu começar logo pelo Correio Paulinense e a pessoa deste jornalista. “Grande parte do Orçamento que mantinha o “Correio Paulinense” vinha indiretamente da Administração Municipal, que também fez anúncios de alto valor no veículo de comunicação”. É a linha fina da matéria. Gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 
Além do título batido, a série tem tudo para virar piada, pois com tantas coisas horrorosas acontecendo na city, eles resolvem voltar às minhas finanças. Faço questão de linkar a matéria, para vocês constatarem o amadorismo dessa gente e o quanto eles são sem argumentos e desestruturados. Por outro lado, será que o Doutor Arthur vai relembrar ao público que no início do ano passado ele foi condenado à quatro anos de cadeia, por ter, segundo a Justiça, distribuído imagens pornográficas de crianças, crime previsto na Lei da pedofilia? E mais: será que vai atualizar a informação, mostrando como anda o recurso contra a sentença local no Tribunal de Justiça (TJ) do Estado? Devia. 
“Ora Secretário, vá cuidar de sua vida e dos seus problemas. Não sou e nunca fui como vocês, que vivem nos corredores da Polícia Federal, do Fórum e de outras instâncias policiais e judiciais, defendendo-se de acusações, uma pior que a outra. A régua que mede vocês, jamais me medirá”. Fazer uma SÉRIE ESPECIAL denunciando todas as atrocidades que o governo Moura Junior (PMDB) vem cometendo na city, desde que assumiu a prefeitura, ninguém quer. 

Durante a gestão Pavan (PSB), o Alerta Paulínia, Jornal Tribuna, Paulínia FM e  Blogueiros hiper, mega, ultra preocupados com a população (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) mostravam, 24 horas por dia, todos os problemas na Educação, Segurança, Saúde, enfim, em todas as áreas da city. Mas, bastou Moura Junior (PMDB) assumir e transformar Arthur Freire (Alerta Paulínia), Wilson Machado (gruuuuuuuuuuuuuuuuuuuupo Tribuna) e Eduardo Ferreira (Paulínia FM) em Secretários Municipais, cada um ganhando R$ 9 mil mensais de salário, que todos os problemas da city, SIMPLESMENTE, deixaram de existir. 
Ninguém denuncia ou critica mais nada. Tá tudo lindo e maravilhoso. Os blogueiros também ficaram mudos, desde 16 de julho passado. Um anda “arrasando” na Saúde, enquanto o outro assumiu a Chefia do Serviço de Informática da Prefeitura, e deve estar muito ocupado para ficar escrevendo sobre as “bobagens”, uma atrás da outra, que o governo vem fazendo. Ah, me poupem! “Só mais uma dica, doutor Arthur: FAÇAM O DE VOCÊS, QUE FAÇO O MEU. Ok? Pra cima de moi?  
Bem gente, até o presente momento a secretária Mônica Trigo não me respondeu sobre a empresa que vai explorar de graça o café do teatro, durante o festival de cinema deste ano. Como disse acima, espero que tenha sido uma empresa da city, pois será inadmissível um comerciante paulinense não ter sequer direito à isso, em um Festival que custará milhões aos cofres públicos, dentro de um local construído por outros milhões, também públicos. Aí será muito descaso. 
Aliás, deveriam era ter escolhido uma das entidades sociais de Paulínia para explorar o Café do Teatro, que precisam de dinheiro para continuar cuidando das pessoas carentes e especiais, abandonadas pelo governo Moura Junior (PMDB). AUPAC, APAE, CASA DO MENOR seriam algumas das opções. Qualquer uma dessas entidades podem perfeitamente fornecer café (cappuccino e expresso), sucos, refrigerantes, água, doces, balas, pão de queijo, salgados, trufas, mousses e pão de mel, itens exigidos para o Café do Teatro. Concordam? Mas… 
Nossa Senhora, meu bucho tá roncando desesperadamente (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) e por hoje, é só. Fiquem na PAZ DO DIVINO. Beijoooooooooooos e abraaaaaaaaaaaaaaaaços. Au revoir!

<imagem1>75cacd46a9a74143838cc76bf27707d3.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima