Correio Paulinense

Paulínia, 15 de junho de 2024
CONTAGEM REGRESSIVA: Hoje é o último dia da juíza Maria Raquel no Fórum de Paulínia. Será que ela julga Moura pai, Moura filho e Bonavita culpados ou inocentes, antes de findar o último expediente na city?

Última atualização em 10 de março de 2014

[imagem] Boa taaaaaaarde meus amoooooooooores. Hoje, dia 10, é a despedida da meritíssima Maria Raquel Campos Tilkian Neves do Poder Judiciário da City.  Apurei que a juíza está de mudança para a comarca de Mogi das Cruzes, na Região Metropolitana da Capital. A saída da magistrada está na boca do meio advocatício e político por conta do julgamento dos réus Edson Moura (PMDB), Edson Moura Junior (PMDB) e Francisco Almeida Bonavita Barros (PTB), acusados de compra de votos (captação ilícita de sufrágio) nas Eleições 2012. Relembre o caso. 

A expectativa de todos é se a juíza vai proferir sua sentença, inocentando ou condenando o ex-prefeito, o prefeito atual e o vice-prefeito, até o final do seu último expediente na city. Principalmente para os acusados, as próximas horas devem ser muito angustiantes. Vamos aguardar!
 
Embora destacado pela imprensa e debatido exaustivamente em tópicos nas redes sociais, Moura Junior (PMDB) chamando de babacas as pessoas que o vaiaram no Jubileu de Ouro da Cidade, dia 28, é um assunto que vai incomodar e render por muito tempo ainda. Ouvindo atentamente o discurso fraco e fatídico do Chefe do Executivo Municipal percebe-se claramente o seu total despreparo para lidar com situações adversas, como a que aconteceu no ginásio do João Aranha. “Quero pedir licença ao povo para dizer o seguinte: as pessoas que estão puxando essas vaias são babacas”. Ele pediu licença ao povo para xingar o próprio povo de babaca. Ou quem o vaiou não faz parte do povo? É de lascar!
A velha e conhecida arrogância mourista apenas passou de pai para filho. O modelo de gestão é o mesmo, até porque a “raposa” continua tomando conta do “galinheiro”. “Nem a justiça me para”. E não parou mesmo. Pelo contrário, ele voltou mais soberbo do que nunca e a ordem é passar por cima de quem ousar enfrentá-lo. Como dizem, a arrogância é a alma gêmea da incompetência.  A cidade está empacada, os serviços públicos pioram a cada dia, nada avança. Enquanto isso, o prefeito e o seu grupo político insistem em dizer que está tudo maravilhoso e quem afirmar o contrário é BABACA.  
Agora vejam que babaquice. A mãe de um esportista foi ao gabinete de Moura Junior (PMDB) pedir apoio para o filho representar Paulínia em competições fora da cidade. Segundo a mãe, a primeira coisa que Graça Rocha perguntou foi em quem ela tinha votado para PREFEITO e VEREADOR. “E o que lhe interessa saber em quem votei? O prefeito agora é Edson Moura Junior e foi à ele que vim pedir apoio”, respondeu a mãe. Graça ficou constrangidíssima e deu sequência no atendimento, mas o apoio que é bom até agora nada. O questionamento da funcionária do gabinete sugere que se a mulher tivesse respondido que votou em outro candidato aí é que o apoio não sairia mesmo. 
Há meses venho escutando que em muitos setores públicos, como na Saúde, por exemplo, estão perguntando às pessoas em quem elas votaram para prefeito. Ou seja, votou Moura tratamento vip, votou em outro candidato vai para o final da fila. Vejam que absurdo. O prefeito foi “eleito” para cuidar da população inteira e não somente dos eleitores de seu pai. Até o Facebook das pessoas eles querem controlar. Quem for chamado para uma “boquinha” no governo e, por exemplo, tiver um pavanista entre os amigos na rede social tem que excluir. Exclui ou não ganha nada. E aí? É ou não é uma tremenda babaquice?
Quinta-feira passada,  Aristéia Aparecida Rodrigues, até então diretora de Educação Infantil, assumiu a direção do programa “+ PAZ”, da Secretaria de Promoção Social. Segundo Moura Junior (PMDB) a pedagoga “tem perfil  técnico e político” para a função. Perfil técnico é meio questionável, por ela ser pedagoga e não assistente social, como é a sua nova chefe, Clélia Moraes.  Agora, perfil político ela tem de sobra. Só vejo um problema: Aristéia ainda não sabe se comportar como Diretora Municipal e acaba metendo os pés pelas mãos, politicamente falando. 
Fica batendo boca nas redes sociais, adiantando decisões do governo, provocando adversários políticos, comportamento totalmente incompatível com o posto privilegiado que ocupa dentro da administração.no. Isso só a desgasta e por tabela o prefeito. Só existe uma forma de fortalecer um governo: TRABALHANDO PELA POPULAÇÃO. Povo bem atendido, povo agradecido.  Independente da formação de Aristeia é injusto já decretar a incompetência dela para a direção social. Vamos acompanhar, para depois falar. Não é porque o arquiteto Moura Junior tem sido um fracasso como prefeito que ela não poderá arrasar no + PAZ, como pedagoga. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
Quem deve estar feliz da vida com a ida de Aristéia para o + PAZ é o vice-prefeito Bonavita (PMDB). Amicíssima do cearense, a diretora deve facilitar a vida dele em relação à cestas básicas. Segundo apurei, Bona tem tido a maior dificuldade para conseguir atender eleitores que o procuram no gabinete em situação de necessidade urgente. Dizem até que a assessoria do vice-prefeito chegou ao ponto de recorrer à uma das entidades que tiveram a subvenção 2014 reduzida a pó por Moura Junior (PMDB). Que coisa neh?
Bem, por hoje é só. Uma semana abençoadíssima pelo ÚNICO SALVADOR DE NOSSAS ALMAS, JESUS CRISTO. Muitos beijos e abraços. Au revoir! 

Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

<imagem1>41162c231813ad56ed484a903f9fd525.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima