Correio Paulinense

Paulínia, 23 de abril de 2024
Com 97% do esgoto tratado, Paulínia é a 8ª no ranking nacional de saneamento básico

Última atualização em 18 de junho de 2020

Da 21ª posição no ano passado, Paulínia pulou para a este ano no ranking nacional de saneamento básico da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental (ABES), em parceria com a Archipelago Consultoria. Segundo a ABES,  1.857 municípios brasileiros, incluindo as 27 capitais, foram analisados, e Paulínia quase atingiu a pontuação máxima: 499,82 de 500 pontos
De acordo com a Prefeitura Municipal de Paulínia (PMP), atualmente  97% do esgoto do município é tratado, e quando a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) concluir a rede da região do Parque da Represa o tratamento atingirá 100%. “Com planejamento e trabalho integrado entre as secretarias que compõem a Administração, seguimos em frente para que possamos ofertar qualidade de vida e saúde a todos os munícipes”, comentou o secretário de Planejamento e Controle Urbano, Marco Pires Ward, por meio da assessoria de imprensa da PMP.
Ainda de acordo com a assessoria, a PMP tem intensificado as ações contra o despejo ilegal de esgoto. “A atual Administração vem aumentando a fiscalização contra o despejo ilegal de esgoto, com ações no Bom Retiro, Jardim Europa e João Aranha, entre outros bairros”, informou.
O levantamento da ABES mostra ainda que, entre as 20 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC), Paulínia ficou atrás apenas de Hortolândia, e à frente de outros municípios paulistas como  Sorocaba, Jundiaí, Limeira, Mauá e Itu, além de Niterói (RJ). 

Foto: Divulgação/PMP

<imagem1>Paulínia_tratamentodeesgoto.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima