Correio Paulinense

Paulínia, 21 de abril de 2024
CloudHQ anuncia Data Center em Paulínia, o 1º no Brasi, com investimento estimado de 3 bilhões de dólares

Última atualização em 1 de março de 2023

Na manhã desta quarta-feira (1), a CloudHQ, desenvolvedora global de data centers especializada em projetos, desenvolvimento e operação para data centers de última geração do tipo hyperscale e carrier-neutral, promoveu  o evento de Groundbreaking do seu novo campus em Paulínia.  

A cerimônia contou com a participação do vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin (PSB), do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), do prefeito de Paulínia, Du Cazellato (PL), executivos da CloudHQ, entre outras autoridades e parceiros do setor.


Foto: Divulgação/PMP


Para o prefeito de Paulínia, a chegada da CloudHQ contribuirá muito com o desenvolvimento do município, especialmente com geração de emprego e receita. “Para mim, é uma honra estar à frente de uma cidade como Paulínia, que está aberta a receber empresas que nos trazem grandes investimentos e tecnologia de ponta”, comentou Cazellato, por meio da assessoria de imprensa.


Foto: Divulgação/PMP


Ainda de acordo com ele, a prefeitura está recuperando uma área no bairro Betel, para receber o  Parque Tecnológico da cidade. “Além disso, estamos investindo R$ 150 milhões em obras de infraestrutura, saneamento básico, galeria de água, asfalto e iluminação no bairro Cascata, onde funciona o Centro Empresarial de Paulínia, visando atrair novas empresas para o município”, concluiu o prefeito. 

Data Center


Foto: Divulgação/CloudHQ


O novo campus, localizado na Região Metropolitana de Campinas (RMC), centro tecnológico já estabelecido, é o primeiro centro de dados da CloudHQ no Brasil e oferecerá até 288 MW de capacidade de carga de TI em seis edifícios nos quais estão sendo projetados um investimento de até 3 bilhões de dólares.

A primeira fase do projeto consiste em três edifícios com 48 MW cada, enquanto a segunda fase adicionará outros três edifícios com a mesma capacidade. O campus também apresenta a sua própria rota diversificada de fibra subterrânea que conectará o projeto aos principais pontos de troca de Internet na região e provedores de nuvens no mercado. A construção desses dutos está concluída. 

A subestação e as linhas de transmissão que conectarão o projeto à rede nacional de energia (rede básica) em alta tensão já estão em construção, com conclusão programada para o primeiro semestre de 2024. 

O desenvolvimento deste Data Center abre caminho para melhorar ainda mais a infraestrutura digital do Brasil por anos e décadas futuras. Segundo o fundador e CEO da CloudHQ, Hossein Fateh, “o Brasil é um dos mercados mais dinâmicos e promissores para serviços digitais na América Latina. Estamos entusiasmados em entrar nesta região com as soluções de classe mundial.
Nosso novo campus em Paulínia oferecerá escalabilidade, eficiência e confiabilidade inigualáveis aos nossos clientes, que exigem alta performance, baixa latência e conectividade segura”.

José Fraga, Vice-Presidente Executivo da CloudHQ para a Região da América Latina, explica que a CHQ tem um grande interesse em expandir para a América Latina e o Brasil é o primeiro passo, tendo o México na sequência, além de outros países da América Latina com estudos em andamento. Segundo Fraga, o Brasil é o líder regional no crescimento da economia digital, onde os centros de dados desempenham um papel fundamental. 

O crescimento dos serviços de internet, da segurança da nuvem e dos dados, da inteligência artificial, dos veículos autônomos e de várias outras aplicações, além da grande quantidade de novos equipamentos interligados, abre um mercado que precisa de complexos tecnológicos cada vez maiores para suportar e processar uma quantidade tão grande de dados.

“Paulínia é o local ideal para um campus de data center hiperscale devido à sua localização estratégica em um polo de tecnologia. Também é perto de São Paulo, a maior região metropolitana da América do Sul e um importante centro financeiro, de tecnologia e inovação”, frisa Gabriel Alday, Gerente de Desenvolvimento de Negócios e Leasing. Ele completa: “Paulínia também oferece acesso abundante a fornecimento de energia de fontes renováveis, bem como redes de fibra ótica e conexão como múltiplos fornecedores”.

Como parte dos planos de expansão para o Brasil, a CloudHQ tem um segundo data center em desenvolvimento no Rio de Janeiro, em terreno próprio estrategicamente localizado em São João de Meriti, com viabilidade energética aprovada e em processo de obtenção das licenças para a construção. A presença da CloudHQ no Rio permitirá atender à demanda crescente e apoiará o sucesso contínuo do estado contribuindo para a necessidade do Brasil de infraestrutura digital.

A CloudHQ se orgulha em contribuir para o desenvolvimento social e econômico de Paulínia e suas comunidades vizinhas, criando empregos, gerando receita e apoiando iniciativas locais como a iluminação do campo de futebol local e a construção de infraestrutura de transporte público para facilitar e melhorar as opções de mobilidade para a população. 

Sobre a CloudHQ

A CloudHQ é um provedor global de data centers especializado em projetar, desenvolver e operar as melhores instalações de data center de alta escala e com rede de comunicação neutra. A CloudHQ entende quais são as necessidades críticas de capacidade para a armazenagem de carga de TI de seus clientes, pois são de missão crítica e em constante evolução.

Fundada em 2016 por Hossein Fateh, CEO e co-fundador da DuPont Fabros Technology, a CloudHQ já possui Data Centers construídos e em desenvolvimento em:

-Ashburn, Manassas e Culpeper – Virginia/USA
– Minneapolis e San Antonio – Texas/USA
– Londres – Reino Unido
– Milão – Itália
– Frankfurt – Alemanha (vários campi)
– Paris – França; 
– Paulínia e Rio de Janeiro – Brasil
– Querétaro, México

Mizael Marcelly
Fotos: Divulgação

<imagem1>tarcisio_cazellato_alckmin.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima