Correio Paulinense

Paulínia, 29 de maio de 2024
“CIDADÃO PAULINENSE”: Medo de rasgar as minhas posições? Se tivesse já tinham me rasgado todo. Medo dos alvos das minhas opiniões? Nem com um “trezoitão” enfiado na boca.

Última atualização em 18 de setembro de 2014

[imagem] Boaaaaaaaaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaaarde meus amores!!! Hoje a coluna é somente minha, literalmente falando. Não tem pra ninguém (gargalhaaaaaaaaaaadas), afinal,  há exatos 21 anos escrevia as primeiras linhas desta, que se tornou o canal diversificado de informações  mais procurado da city.  Aqui, contei do meu jeito, as duas últimas décadas da história social e política de Paulínia. Foram tantos bafos e babados, relatados em 1008 edições, desde a primeira em 17 de setembro de 1993. Na época, eu tinha 27 anos, cabelo “Michel Jackson” em início de carreira (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), raspado pela amadíssima Rilma Stella em 2002. Oxi! Comecei a ficar desprovido de fios, mandei passar a máquina um, #resolvidooproblema. 


A primeira edição, no jornal O Cromo, causou o maior boxixo. Misericórdia! Na época, não conhecia ninguém, mas o inesquecível Ponto de Encontro, dos queridos amigos Geraldo Araújo e Amadeu Valente me render centenas de babados delicioso. Lembro de uma moça linda, com o namorado mais lindo ainda (uiiiiiiiiiiiii!!!), flertando com outro bofe, mais belo ainda, ao som do meu queridíssimo amigo Maurício Muller. Quando o “touro” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) foi ao toalete, a danada passou o telefone para o outro e aí…. Cala-te boca. 

Nossa meus amores, era uma delícia. Paulínia City, tinha cerca de 30 mil habitantes e iniciava uma era que todos, absolutamente todos, acreditavam piamente que seria de prosperidade.  Mas, pouco tempo depois o sonho começou virar pesadelo e deu no que está dando, hoje. Só Jesus na causa, não é amados e amadas? Entrevistei o baiano Pepeu Gomes, convidado do Carnaval 1994, ainda na Avenida Brasília. No ano seguinte passei a desfilar nas Escolas de Samba da City: Havaí 71 e União Primavera. Era um fervooooooooooooo!!! Após o desfile, trocava de roupa e seguia para os bailes maravilhosos do Paulinense, onde dava altas “pintas” até às 5 da manhã. Que saudades!

Posso dizer com certeza, que cobri todas as melhores e mais importantes festas sociais da city dos anos 90.  Nos três primeiros anos de carreira minha agenda social fervia de segunda à segunda. Misericórdia! Fui um verdadeiro “arroz de festa”. No começo os homens mal falavam comigo, pensando que eu mordia (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Algumas mulheres me olhavam com ressalvas, principalmente as que namoravam bofes lindos. Por quê, hein? “Feia” e “magra” como sempre fui, não oferecia e nem ofereço risco à ninguém (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Mas, graças a Deus, não demorou muito para todos, eles e elas, se desmancharem de amor pelo ser humano Mizael, que tinha, tem e sempre terá o RESPEITO ÀS PESSOAS em primeiríssimo lugar. 

Não escolhi o universo político, a política que me tragou, sem que eu percebesse. Quando vi, já estava palpitando sobre tudo e todos. O vereador Custódio Campos (PT) estava certíssimo, quando disse na sessão do dia 19 de agosto que “cuido da vida dele” há mais de quatro anos. E cuido mesmo, mas da vida pública, não apenas dele, mas de todos os Prefeitos, Vereadores e Vereadoras, desde que passei a escrever sobre política – isso já faz pelo menos 18 anos. Cuidando da atuação deles as coisas chegaram ao ponto em que estão, imaginem se eu nunca tivesse falado nado. Pela mãe do Guarda! Já tinham fechado até a Replan (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).

Evidentemente, não sou dono da verdade, mas sim das minhas opiniões, agradem ou desagradem. Medo de rasgar as minhas posições? Se tivesse já tinham me rasgado todo. Medo dos alvos das minhas opiniões? Como disse outro dia, nem com um “trezoitão” enfiado na minha boca. Medo de tomar um tiro ou até uma surra de toalha, como um dia Wilson Machado, atual secretário de Indústria e Comércio, disse que daria? Da toalha não, mas tem que ser uma legítima Trosseau (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Agora, de bala, quem não tem? Mas, a minha vida está entregue, desde que nasci ao Nosso Pai Todo Poderoso. 

Se todos soubessem separar as coisas e percebessem que por trás das minhas “notas”, por mais duras que sejam, existem mensagens positivas, muitas coisas seriam diferentes. Não existiriam tantas “almas sebosas” na política local, como tem hoje. Me considero, humildemente, o porta voz de milhares de paulinenses, natos ou adotados, como eu sou. Tenho consciência plena que falo o que 100% queria falar, mas por um motivo ou por outro acabam não falando. Muitas vezes pago um preço alto por isso, mas, nesse quesito, não devo nada a ninguém, pois nunca me calei, independente da “fatura”. 

Hoje, 21 anos depois, serei reconhecido oficialmente como CIDADÃO PAULINENSE, ou Cidadã Paulinense, como queiram (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), em função do meu trabalho. Isso prova que nada foi, é ou será em vão. Tenho a mais absoluta certeza que até mesmo os que dizem me “odiar” aplaudem a minha trajetória. Não tenho absolutamente nada contra as pessoas dos políticos, mas sim às cacas que muitos fizeram, fazem e ainda farão. Alguns tiveram tudo para serem diferentes, decentes, atuantes e independentes. Porém, optaram sempre pelo “torto” e acabaram sumindo do mapa, sem deixarem legado algum. Muitos ainda sumirão, o que será uma pena, pois estão tendo a chance de REALIZAR, mas…

Ontem fechei 21 anos e hoje começo o primeiro do 22º.  Continuarei sendo o que fui, sou e serei, pessoal e politicamente falando. Como escrevi outro dia no meu Face Pessoal: “QUEM TEM MEDO DE LOBO, NÃO ENTRA EM FLORESTA”. 

Venham comemorar comigo amanhã, sexta-feira (19), a partir das 7hs, na Câmara Municipal. Vocês, meus amores, me fizeram e escreveram, junto comigo, toda esta trajetória. Um beijo em vossos corações e nos encontraremos lá. Vocês vão se divertir com a minha CONVIDADA ESPECIAL, uma das maiores estrelas brasileiras e conhecer outros bafos da minha história. Fiquem com Nosso Senhor Jesus Cristo e até lá. Au revoir!

Foto: Arquivo Pessoal 

<imagem1>bb8b3f00fe4ce9a777e7cbf394028901.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima