Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
Caprino (PRB) dá bafão, aposta o próprio carro e depois perde perdão. Cezinha é chamado de “tranqueira” e quase apanha de uma mulher na plateia da sessão de ontem. SÓ BAFOS E BABADOS!

Última atualização em 2 de outubro de 2013

[imagem] Bom diaaaaaaaaaaaaaa meus amores! Após a sessão legislativa de ontem (1º), quero dizer aos nobres vereadores que não adianta convidar os Secretários do governo Moura Junior (PMDB). TEM QUE CONVOCAR, sem pensar duas vezes.  Exceto o titular do Meio Ambiente, Jorge Israel, os demais usam a mesma régua prepotente e arrogante do prefeito, que não compareceu nem na abertura da Semana Municipal do Deficiente. Não adianta. Esse povo acha que não deve satisfações a ninguém e estão c…… e andando para “convite de vereador”.  Achaaaaaaaaa? TEM QUE CONVOCAR, mostrar que eles devem sim e precisam esclarecer muitas coisas à população. Neste ponto, os vereadores devem pular o “traquejo político” e irem direto ao assunto que interessa.

Ao despedir-se do PTB do vice Bonavita, o vereador Fábio Valadão, hoje do PROS (Partido Republicano da Ordem Social), destacou bem esta questão. “Diferente do que o vereador Sandro Caprino falou, que todas as vezes que os Secretários do novo Governo fossem convidados ou convocados por esta Casa participariam com o maior prazer, até hoje não tivemos a oportunidade de falar com o presidente da PauliPrevi (Mário Lacerda) e com Secretário de Habitação (Danilo Garcia), para discutirmos assuntos altamente relevantes para a população. O PROS de Paulínia será totalmente  contra à esta falta de respeito para conosco do Legislativo”, disse o vereador.  Ixiii!! “Esquece Valadão, com o pessoal do Moura (pai e filho), só na convocação e olhe lá, hein!”
Classudo até no ponto de vista político, Valadão foi elegante com os presidentes municipal (Bonavita) e estadual (Campos Machado) do PTB. Se fosse eu teria mandado todos para a PQP, sem direito a escalas (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Ah dá licença! Valadão sofreu horrores nas mãos desse povo, desde o primeiro dia deste ano e mesmo assim ainda conseguiu ser diplomático. Desejou boa sorte à presidência municipal, ao ex-companheiro Zé Coco e ao deputado Campos Machado. Bravo! Bravo! A minha finesse não chegaria a tanto. NÃO MESMO. 
Segundo Valadão, o PROS será a favor (situação) de tudo que for bom para o povo e radicalmente contrário (oposição) a tudo que não valer a pena. Além do desrespeito ao Legislativo, o ex-petebista frisou alguns exemplos que o PROS não apoiará. “A interrupção do repasse de subvenção para entidades que faziam bem ao nosso ao povo, como o Caco e a AIJ; é inconcebível que os trabalhadores ainda não tenham recebido e as crianças estarem sem o tratamento dispensado pelas entidades; o enfraquecimento da democracia representativa e da participação popular aqui no nosso município, como tá acontecendo com o fechamento da Casa dos Conselhos”, disse ele.
Valadão fechou dizendo que “problemas como os do Caco, AIJ, o curso de dança (EPA!), o Residencial Pazetti e o Acampamento Menezes foram ocasionados exclusivamente pelo prefeito” Edson Moura Junior (PMDB). Foi aplaudido de pé, literalmente.
Pause na sessão. Boatos fortíssimos sobre a exoneração de Simone Moura, Assessora Especial e prima do prefeito Moura Junior (PMDB), ganharam força nas redes sociais, desde ontem. Entretanto, um passarinho me contou que, por enquanto, ela não foi exonerada. O que, segundo ele, existe é uma ação de nepotismo contra a nomeação de Simone correndo na justiça e que ela está se defendendo. Fala-se também da possível saída da nora de Jaiminho, secretário de Governo, da diretoria do DAN da Educação. Esta informação também não foi confirmada. Vamos aguardar!
Com todo respeito ao vereador, mas “saí do pé de Pavan chulé”! Antes de perder o controle (VEJA MATÉRIA) e só faltar apostar a mãe na sessão (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas), o vereador Sandro Caprino (PRB) veio com aquele discurso ridículo e entediante de que Moura Junior (PMDB), em 75 dias, não pode resolver os problemas de 4 anos e 7 meses. Oxe! Então como o prefeito de Caprino prometeu deixar a Saúde de Paulínia igual a do primeiro mundo, em 180 dias? 
Caprino está provando do próprio veneno. Antes de Moura Junior (PMDB) assumir, ele vivia esculachando o então governo Pavan (PSB) e enaltecendo as administrações de Moura pai. “Ah, no tempo do Moura não acontecia isso e aquilo”. Agora, Caprino critica os vereadores que apontam os pontos positivos da administração Pavan (PSB) e cobram soluções do governo Moura Junior (PMDB).
 
Hipócrita, hipócrita e hipócrita (politicamente falando). É isso que este vereador é. Além de desequilibrado, diga-se de passagem. Mas, graças a Deus, a população está acordando para este tipo de político demagogo, mequetrefe e falso moralista. Pode me processar se quiser, mas é isso que acho e pronto. Uma dica: contrate Arthurzinho Freire (mas com dinheiro próprio e não público), pois ele adoooora me levar pro tribunal (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 
O vereador doutor João Mota (PT) não deu um pio sobre Miguel Samuel para a presidência municipal de seu partido. Aliás, nem tocou na disputa interna do PT. Ele cobrou, mais uma vez, o pagamento das rescisões dos funcionários do Caco e AIJ. “Quanto mais a situação se propaga, mais o sofrimento das pessoas aumenta. Me preocupa também a enxurrada de processos que a Prefeitura pode sofrer”, disse o Mota advogado. 
Na mesma toada, Edilsinho Rodrigues (PPS) pediu uma nova reunião com representantes (Jaiminho, Queiroz, Arthur e Cllélia) do governo Moura Junior (PMDB) para esclarecer porque não foi cumprido o acordo da Prefeitura de pagar as indenizações dos trabalhadores do Caco e da AIJ. Simples. Porque desde o início eu disse que eles não pagariam “bosta nenhuma” e não vão pagar. 
Doutor Queiroz, Secretário Chefe de Gabinete,  respondeu o requerimento de Edilsinho sobre isso dizendo que “todas as dúvidas foram esclarecidas na reunião dos vereadores, secretários e representantes das entidades”. Isso lá é resposta? Ah dá licença! Esse governo devia tomar vergonha cara, honrar as calças que veste e agir com seriedade. Mas, isso é pedir muito. 
O mourista Custódio Campos (PT), como sempre, foi hilário. Declarou-se apoiador do jornalista Miguel Samuel para a Presidência do PT, em 10 de novembro próximo (VEJA MATÉRIA), elogiou os outros pré-candidatos ao cargo e lembrou a missão do partido de trabalhar pela reeleição da Presidenta Dilma, ano que vem. Votei na Dilma e vou votar de novo. Pelo menos com este meu voto, Custódio pode contar!
A vereadora Siméia Zanon (PSDC) rasgou que a questão do Caco e AIJ já está virando uma novela e discordou de uma nova reunião, sugerida por Edilsinho Rodrigues (PPS). “Será mais uma enrolação. Setenta dias de governo se passaram e nada aconteceu. Acho que as entidades devem formar comissões e irem conversar na Prefeitura”, disse a vereadora. O Orçamento 2014 também foi destacado por Siméia. VEJA A MATÉRIA!
1º de outubro, Dia do Idoso e do Vereador. A data foi registrada pela vereadora Ângela Duarte (PRTB). “O respeito ao idoso não deveria ser lei. Quanto à nós, vereadores, não temos muito que comemorar, mas vamos cumprindo o nosso papel”, disse ela.   A vereadora também destacou a audiência do Plano Plurianual, repudiando a contratação de artistas para o evento.
A contratação de Camila Santos Siqueira para a Assessoria Especial de Moura Junior (PMDB) também passou pelo crivo da vereadora. “Esta moça responde a processo por deixar o restaurante do rodoshopping, um patrimônio público, todo depredado. Como pode ter sido nomeada com um salário de 8.904,00 por mês?”, questionou Ângela. 
Ângela Duarte convocou oficialmente o presidente da PauliPrevi, Mário Lacerda, para prestar esclarecimentos sobre questões da previdência do funcionalismo público municipal. “Já que na base do diálogo não funcionou, está aqui a convocação para que o senhor Mário Lacerda venha dar as explicações que a Câmara Municipal precisa”, afirmou ela. 
O comunista Danilo Barros desejou boa sorte à Valadão no PROS, mas cometeu uma gafe. “Costumo dizer que toda profissão tem seu valor, seu reconhecimento, mas infelizmente a de parlamentar não tem. A culpa, na maioria das vezes, é do próprio parlamentar, mas algumas das vezes a culpa é de alguns munícipes”, disse ele. Mas desde quando Vereador é profissão? Um passarinho me contou que Barros está numa luta interna em seu partido para disputar uma cadeira na Assembleia Estadual, ano que vem. Dizem que o presidente Palito (saudades dele) não é muito fã do sonho de seu único vereador. Por quê? 
“Ele é um homem ou um rato. Manda ele vir aqui, olho no olho, bater em mim”. Essa fala é de uma ex-funcionária da AIJ, indignada com o folclórico Cezinha, ontem na sessão. “Ele é um tranqueira”, disparou ainda a mulher. Adianto que tenho tudo gravado. Cezinha é o pupilo de Moura (pai e filho) no Facebook e teve a sua imagem ligada a uma marmita, quando apoiou Pavan (PSB), antes de pegar a estrada do 15 a bordo de um Uno maravilhosooooooooooso (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 
Eu vou é pegar o caminho da roça, pois meus dedinhos já estão até dormentes de tanto tricotar. Uma quarta-feira espetacular para vocês, meus amores, e até sexta. Que NOSSO SENHOR JESUS CRISTO CONTINUE LADO A LADO CONOSCO. Beijos, abraços. Au revoir! 

<imagem1>e357722b9fc81e7fcbb2722d9739e91c.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima