Correio Paulinense

Paulínia, 13 de julho de 2024
Candidatos defendem que situação e oposição devem atuar pelo povo

Última atualização em 13 de novembro de 2020

Bruno do Nascimento Bispo (PSL), estudante de Gestão Pública na UNIP Paulínia, e Matheus Ferreira Bueno (Solidariedade), professor de Educação Física, encerram a série de entrevistas do Correio com candidatos e candidatas à Câmara Municipal de Paulínia (CMP), nas eleições municipais do próximo domingo.  
Natural de Cubatão (SP), Bruno mora em Paulínia, no São José, desde 2011  É casado, e um dos três filhos de Matildes do Nascimento Bispo. Passou boa parte da infância brincando em frente à casa de seus avós maternos, Antenor e Maria Felisbela do Nascimento Bispo (in memorian), no bairro onde hoje reside. Defende que, de oposição ou situação, o vereador deve legislar para a população. “O político é eleito para servir ao povo que o elegeu, não para ser servido”, afirma. 
Matheus, natural de Ilha Bela, litoral norte de São Paulo, filho de Clovis Bueno Junior e Maria Nazaré de Jesus Ferreira Bueno, ambos já falecidos, tem um irmão, e cresceu no Santa Terezinha. Suas inspirações na política são o avô materno, Eurípides da Silva Ferreira (in memorian), e o tio Manoel Marcos de Jesus Ferreira, ex-prefeitos da cidade onde nasceu. “Quero ser como eles, vitoriosos, fazer história na vida das pessoas”, comentou. Defende que o trabalho pela sociedade deve estar sempre acima de interesses político-partidários. 

Correio Paulinense – Na sua opinião, por que os mais novos não se interessam tanto por política? 
Bruno BispoAcredito que em função do descrédito da classe política nos últimos anos, da falta de incentivo no seio familiar, e até mesmo do próprio Legislativo, que poderia fazer pelo menos uma reunião por mês com o público jovem, para incentivá-lo a participar mais.
Matheus BuenoOs jovens não se interessam pela política, primeiro, porque os políticos não vêm fazendo muito por eles e, segundo, porque há poucas oportunidades para essa faixa etária. 
Correio PaulinenseÉ a primeira vez que disputa uma vaga no Poder Legislativo, e por que decidiu concorrer?
Bruno BispoSim. Cansado de ver o descaso político e a corrupção se alastrando em nossa cidade, escândalo atrás de escândalos, decidi disputar para fazer e ser a diferença que Paulínia necessita. Sem vícios políticos, padrinhos ou bandeira partidária, mas sim com amor no peito e, claro, o apoio da população.
Matheus BuenoMinha primeira vez.  Venho para ser a voz da população. Quero lutar para que todos possam ter a sua oportunidade na nossa sociedade.  Quero fazer o bem, uma história bonita. 
Correio Paulinense –  Como você se preparou, ou está se preparando, para assumir uma vaga na Câmara, caso seja eleito?
Bruno BispoResolvi fazer Gestão Pública justamente visando me preparar melhor para um eventual mandato de vereador. Além disso, busco aprender com amigos, gestores públicos e outras pessoas experientes na política. Tenho estudado leis estaduais e municipais, como a Lei Orgânica da nossa cidade, para saber como desempenhar melhor o meu papel, caso eleito. Quero levar para a Câmara um importante ensinamento que recebi dos meus pais: índole, honra e dignidade não se vende, não se negocia, e muito menos se troca.
Matheus Bueno –  Venho me preparando há anos, participando de projetos e acompanhando a vida política da cidade e do país. Estudo diariamente. Tenho caráter, boa vontade, honestidade, criação bem feita pelos meus pais.  
Correio Paulinense – Na sua visão, qual o pior e o melhor lado da política?

Bruno BispoSem dúvida, a corrupção. Como cidadão e eleitor, isso me corrói por dentro. Foi muito triste ver Paulínia abandonada e parada no tempo, por causa da briga pelo poder ocorrida nos últimos anos. O lado bom da política é que, na busca por uma cidade melhor para todos, ela sempre nos dá a chance de escolher com sabedoria nossos representantes. 
Matheus BuenoO pior é a imagem que o político criou perante à nossa sociedade, por conta da corrupção, interesse próprio e a falta de dignidade. O lado bom é que podemos ajudar pessoas de todas as classes. Podemos e devemos fazer boas ações pelo povo, porque ajudar o próximo, realmente, não tem preço. 
Correio Paulinense –  Caso eleito, como você pretende se relacionar com o Poder Executivo, independente de quem seja escolhido pela maioria da população para governar a cidade nos próximos quatro anos?
Bruno BispoBom, seja quem for o escolhido pela população para o Poder Executivo, se eu conseguir me eleger, farei o meu papel de agente do legislativo, principalmente, o de fiscalizar. Ao mesmo tempo, lutarei pela viabilidade de projetos que beneficiem a população e zelem por seus direitos.   
Matheus BuenoTemos que ajudar o Executivo a governar pela sociedade, buscar o melhor para nossa cidade, executar um projeto para todos. Oposição, na minha opinião, deve existir por pensamentos políticos, e não por briga de poder, querer assumir algo que não lhe compete. 
Correio Paulinense – No seu entendimento, como as bases governista e de oposição devem atuar na Câmara?
Bruno BispoAcredito que, sendo base do governo ou não, o vereador deve trabalhar em prol do povo.  O vereador é eleito para defender os interesses e as necessidades da sociedade, e não privilégios para ele e o grupo político do qual faz parte. Isso tem que acabar, pois, enquanto existir quem perde é a população. 
Matheus Bueno –  As divergências políticas e de pensamentos existem, mas não se pode perder de foco o objetivo comum, mesmo sendo de lados opostos: uma cidade melhor, com serviços públicos eficazes e a população com dignidade. Ninguém é nada sozinho. Por isso, acredito que todos unidos por nossa cidade, certamente teremos sucesso.
Correio Paulinense – Que bandeiras você pretende defender no Legislativo, caso eleito?
Bruno BispoSe eleito, serei atuante em todas as áreas, mas principalmente no combate à corrupção e nas causas sociais. Me considero um especialista na causa social e pretendo, com a minha experiência, lutar por projetos voltados para crianças, adolescentes e jovens, entre 6 e 18 anos, principalmente focados em prepará-los para o mercado de trabalho.
Matheus BuenoVenho pelo esporte, pela juventude, pela terceira idade, e por oportunidades para todos. Movimentar a cidade em todos os aspectos, pois, Paulínia precisa disso.
Correio Paulinense – Qual a maior dificuldade que tem encontrado para convencer o eleitor a votar em você?
Bruno BispoTem sido recuperar a confiança do eleitor no político, em função de que no passado muitos deixaram a desejar. Contudo, graças a Deus, sinto que com todos os eleitores com os quais já dialoguei consegui passar confiança e, de certa forma, reacender neles a chama do desejo em participar de uma eleição tão importante essa. 
Matheus BuenoA maior dificuldade que venho encontrando é que alguns políticos criam promessas falsas, oferecem algo que não seja trabalho, e  iludem a população. Isso acaba atrapalhando um pouco aqueles que, como nós, se apresentam  com a verdade, realidade e muito caráter, coisas que nem todos têm. 
Correio Paulinense – Que Paulínia você sonha e quer para os próximos anos?
Bruno BispoUma Paulínia mais justa, transparente, que combata de frente a corrupção. Uma Paulínia que possamos ter orgulho de dizer: sou paulinense, ou moro em Paulínia. Uma cidade que seja modelo para o Estado em saúde, educação e segurança. Uma cidade governada por alguém que a ame de verdade, e faça tudo por amor à ela. Essa é a Paulínia que sonho e que vou ter.
Matheus BuenoSonho com uma Paulínia cheia de trabalho, com a saúde rodando bem, escolas para todos, uma Paulínia movimentada com eventos, com qualidade de vida e oportunidade para todos. Paulínia é o nosso amor. Essa cidade é incrível, e merecemos isso como população.

CLIQUE AQUI e leia a primeira entrevista: Matheus Navarro e Brenda Regina

CLIQUE AQUI e leia a segunda entrevista: Rafa Breda e Juninho Lalupe
CLIQUE AQUI e leia a terceira entrevista: Gisele Bassi e Douglas Guarita

CLIQUE AQUI e leia quarta entrevista: Brenda Nunes e Lucas Barros

Fotos: Divulgação

<imagem1>BrunoBispo_MatheusBueno.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima