Correio Paulinense

Paulínia, 20 de maio de 2024
CACHÊ DE R$ 300 mil para escola de samba de fora se apresentar em Paulínia: SERÁ QUE OS VEREADORES VÃO APROVAR ESTA PUTARIA COM O DINHEIRO PÚBLICO DA CITY, enquanto ontem faltou soro fisiológico no HMP?

Última atualização em 20 de fevereiro de 2014

[imagem] Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa meus amores. Revoltado, indignado e se eu pudesse iria no PALÁCIO 28 DE FEVEREIRO escorraçar esse governo para os quintos dos infernos. Mas, como não sou a “miolo de pote”, sei exatamente o meu lugar. Enquanto ontem não tinha soro fisiológico no Hospital Municipal da City; enquanto a Aupacc que trata de pacientes de câncer, a Casa do Menor de menores abandonados e a Apae de 137 crianças especiais estão pedindo “esmolas”, porque tiveram as subvenções reduzidas pelo arquiteto (Moura Junior) formado na Unimep em Piracicaba e que brinca de ser prefeito  de Paulínia, a Câmara recebe um projeto de lei (05/2014) destinando  R$ 900 mil para pagamento de cachês “artísticos”.

Em princípio, nem os vereadores com quem conversei sabiam o destino exato deste dinheiro. Alguns pensavam que era um acréscimo na premiação das escolas de samba de Paulínia. Quem me esclareceu o enigma foi o presidente da Câmara, Marquinho Fiorella (PP). Na verdade, o prefeito fantoche pretende dividir NOVECENTOS MIL dos contribuintes paulinenses entre três escolas de samba de fora, escolhidas “à dedo” pela Secretaria Municipal de Turismo e Eventos para se apresentarem no Sambódromo de Paulínia, durante a Festa de Momo deste ano.

R$ 900 mil, três escolas, R$ 300 mil de cachê para cada uma.  Como até mesmo os vereadores governistas poderão aprovar uma PUTARIA (me desculpem o baixo-calão, mas não tem outra palavra adequada) desse nível? Só se eles forem loucos (politicamente falando). R$ 100 mil para cada escola de samba da city + premiação “tudo bem”.

 Agora, TREZENTOS MIL para uma agremiação de outra cidade vir aqui simplesmente desfilar é muita sacanagem. É um desrespeito a alma da CIDADE DE PAULÍNIA, que tem sofrido horrores sob o comando desta praga de governo, fruto da maior fraude eleitoral de sua história. Fraude esta, permitida pelas brechas da legislação eleitoral, que deixaram um ficha-sujo confesso (EDSON MOURA) enganar uma cidade inteira, até horas antes das eleições. Fazer o quê?  

Tenho percebido que  fora os aliados declarados Sandro Caprino (PRB), Custódio Campos (PT), João Mota Pinto (PSDC) e Zé Coco (PTB), os vereadores Du Cazelatto (PP), Danilo Barros (PCdoB), Edilsinho Rodrigues (PPS), Tiguila Paes (PRTB), Dr. João Mota (PT), Gustavo Yatecola (PT do B) e Marquinho da Bola (PSB)  têm votado com o governo em outros projetos. Mas, NESTE NÃO. 

“Vereadores, os Senhores não podem ser cúmplices desta safadeza com o dinheiro público. NÃO PODEM. E não é porque estou pedindo, mas sim por respeito aos seus eleitores e à população em geral. Moura pai e Moura Junior não estão nem aí com os eventuais prejuízos morais e políticos dos senhores, por aprovarem um absurdo desses. Eles querem mais é que os senhores se lasquem (e os senhores sabem muito bem do que estou falando). Então pensem bem, antes de aprovarem esta PUTARIA”. 
E por hoje não vou falar mais nada sobre este assunto. Aguardarei a decisão da maioria do Legislativo da City sobre esta patifaria. Muitos beijos e abraços. Au revoir!

<imagem1>f26f82c3a2e7c75fbac75f92d751bcd3.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima