Correio Paulinense

Paulínia, 20 de junho de 2024
As jovens promessas da categoria Adulta se destacam e ganham confiança para disputar os torneios Estadual e Brasileiro da modalidade

Última atualização em 16 de julho de 2014

[imagem] Por Lucas Rodrigues

A Ginástica Artística Masculina de Paulínia, categoria adulta,  sagrou-se campeã da 58ª Edição dos Jogos Regionais, segunda divisão. Garantir o título foi muito importante para a modalidade, principalmente porque confirmou o talento de alguns garotos numa competição de alto nível e com adversários mais experientes. 
A prova aconteceu em Morungaba e contou com a participação dos atletas Anderson de Santana Teixeira, Rafael Nascimento, Carlos E. C. Freitas e Rafael Nascimento. Mas não para por ai, pois as crianças Estevão K. M. Shimabokuro e Willian Arruda de apenas 11 anos, Hiago de Oliveira, 10, e adolescente Crislânio Teixeira, 15 , não se importaram com as idades e fizeram bonito na competição. 
Vamos aos resultados. Anderson de Santana Teixeira conquistou Ouro em todos os aparelhos da modalidade e também no Individual Geral. Carlos Eduardo garantiu a Prata no cavalo com alças, paralelas, salto sobre a mesa, solo e no individual geral, além de Bronze na barra fixa.
O time de Paulínia mostrou que estava com sede de vitória ao garantir mais dois Bronzes: primeiro com Willian Arruda nas argolas e depois com Crislânio Teixeira, no cavalo com alças. 
O ginasta e presidente da Associação Paulinense de Ginastica (APG), Adailson Silva, falou à coluna Puro Esporte sobre a importância dos resultados, nos Regionais. “A ginástica de Paulínia existe há 21 anos e desde 1997 estamos conquistando medalhas nesta competição. Este ano, a equipe é formada por alunos da nova geração que conquistaram bons resultados, perante uma categoria mais velha”, disse ele e complementou: “Nós já sabíamos que voltaríamos com bons resultados, inclusive campeões, porque participamos da Liga Estadual deste ano, que foi um preparatório para os Regionais e teve as mesmas equipes e atletas competindo. Por isso, chegamos seguros de que representaríamos a cidade como fizemos”. 
Para o presidente da APG, os ginastas mais novos podem até representar o Brasil olímpico no futuro.  “Depois dos resultados nos Regionais, os atletas mais novos disputarão o Estadual e o Brasileiro, muito motivados pelas medalhas alcançadas. Se esses ginastas levarem à sério os treinamentos e toda a preparação que a modalidade exige, eles podem até representar a Seleção Brasileira nas Olímpiadas de 2020”, finalizou. A comissão técnica é formada pelos por Rafael Nascimento e Anderson Teixeira.
Foto: Cedida/Adailson Silva

<imagem1>e6387a1a73c28d07ad001181b9c2b00a.jpeg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima