Correio Paulinense

Paulínia, 25 de maio de 2024
Após Mundial, Seleção Brasileira se prepara para disputar o Pan-Americano e o Sul-Americano de BMX, no Equador, amanhã (14) e sábado (17)

Última atualização em 13 de maio de 2014

[imagem] Por Lucas Rodrigues

Os pilotos da elite masculino e feminino Renato Rezende e  Priscila Carnaval foram os destaques da Seleção Brasileira de BMX, na Copa do Mundo de BMX Supercross, neste fim de semana (10 e 11) em Papendal, na Holanda. Renato a grande esperança verde e amarelo na competição, não conseguiu chegar ao seu objetivo maior, pois nas quartas de finais, quando dominava a vice-liderança da prova se chocou com um piloto australiano e sofreu uma queda, na última curva que o deixou fora da briga pelo título.  Na prova passada, em Manchester, Renato também sofreu uma queda, mais uma vez, nas quartas de finais, que o tirou da disputa da final da primeira etapa do Mundial.
Renato deplora a queda, mas diz que vai buscar a recuperação. “Eu poderia falar da tristeza de ter sido vítima de uma má sorte na corrida de hoje, mas sou um atleta profissional e sei que o esporte às vezes nos traz duras lições. Um campeão é aquele que se torna mais forte a cada derrota, e não vou ficar me lamentando com o que aconteceu. Ao invés disso, fico feliz por andar de igual para igual com os melhores do mundo, e tenho certeza que saio desta competição ainda mais forte. Aquilo que não me mata, me fortalece”.
Priscilla Carnaval se classificou bem e avançou até às semifinais, mas um erro na largada tirou a atleta da final da competição, que terminou na 15ª colocação do Mundial. O grupo brasileiro encerrou a competição da seguinte forma: Miguel Dixini (69º colocado), Anderson Ezequiel (78º colocado), Rogerio Reis (88º colocado), Bianca Quinalha (17ª colocada) e Thaynara Morosini (31ª colocada).
Em entrevista à Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Guilherme Pussieldi, técnico da seleção, afirma que o Brasil buscará melhorar e conquistar bons resultados. “O resultado foi bom, mas sabemos que temos condições de melhorar na próxima etapa da Copa do Mundo. Os nossos atletas estão cada vez mais fortes e com certeza um excelente resultado está por vir”. 
O australiano Sam Willoughby foi o mais veloz entre os homens, seguido do holandês Twan Van Gendt e do britânico Liam Phillips. No feminino a holandesa Laura Smulders conquistou o título em casa. Felicia Stancil dos Estados Unidos e Stefany Hernandez da Venezuela completaram o pódio das mulheres.
Os próximos desafios dos brasileiros são o Campeonato Pan-Americano e Sul-Americano de BMX, entre os dias 14 e 17 de maio. As competições serão realizadas em Quito, no Equador e contarão com a força dos pilotos Hugo Osteti (Elite masculino) e Julia Alves (Junior feminino). A terceira etapa da Copa do Mundo de BMX Supercross acontecerá em Berlim, na Alemanha, nos dias 13 e 14 de junho.
Foto: Reprodução/Internet

<imagem1>5aa6436f6e42f799c58cbd307dfdfa57.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima