Correio Paulinense

Paulínia, 19 de maio de 2024
Aliados ignoram apelo da oposição contra gastos de milhões públicos, até com escritórios de Paulínia no exterior

Última atualização em 24 de dezembro de 2014

[imagem] Pelo mesmo placar, 10 a 4,  os vereadores (Edilsinho Rodrigues, Danilo Barros,, Marquinho da Bola, João Mota Pinto, Du Cazellato, Zé Coco, Simeia Zanon, Sandro Caprino, Tiguila Paes e Gustavo Yatecola), aliados do prefeito cassado Edson Moura Junior (PMDB) aprovaram, em primeira discussão, os projetos de lei que criam quatro novas secretarias municipais, dentre elas, a de Assuntos Institucionais e Federativos (SEMAIF), que prevê a abertura de escritórios de Paulínia até em outros países. 

Já a separação de Obras dos Serviços Públicos Municipais (PL 35/14), que “presenteia” o prefeito com  63 novos cargos comissionados, para ele empregar quem quiser, foi aprovada em definitivo, por 8 a 6. Os únicos vereadores mouristas contra esse projeto foram Danilo Barros (PCdoB) e Gustavo Yatecola (PTdoB). “Como questionei diretamente a Prefeitura sobre esse projeto e não obtive respostas, o meu voto é contrário”, disse ele. Além de aumentar de 20 para 25 o número de Secretarias, a base mourista caminha para autorizar, definitivamente, a oneração da folha de pagamento municipal em mais de R$ 63 milhões, até 2016.
A oposição protestou contra o que considera “fora da atual realidade financeira e social do município”, mas não conseguiu sensibilizar os aliados mouristas.  “Se o nosso município está com dificuldade de pagar o salário dos funcionários, comprar seringa, agulhas, remédios e merenda escolar, sem contar que os prédios públicos estão em frangalhos e quase 100% deles condenados, é inadmissível, inconcebível e ininteligível aprovarmos essas novas secretarias”, ressaltou o vereador Fábio Valadão (PROS).

Angela Duarte (PRTB) e os petistas Custódio Campos e Doutor João Mota também votaram contra a criação das novas pastas. Para serem criadas, efetivamente, as novas secretarias precisam ser aprovadas também em segunda discussão (mérito). 


Foto: Claudia Arantes/CMP 

<imagem1>b8d21a855b4326f9a00c4d134fb0d0d0.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima