Correio Paulinense

Paulínia, 22 de maio de 2024
Administração Moura Junior (PMDB) suspende pagamento da 2ª parcela de R$ 24 mil da subvenção aprovada pelos vereadores. NENHUM CENTAVO PARA A APAE e R$ 360 MIL PARA CRÍTICO DE CINEMA

Última atualização em 30 de maio de 2014

[imagem] Boa noite meu amoooooooores. Indignado, revoltado. No populacho, virado na besta fubana com o plano covarde, vil, nojento, desumano e desonesto dos malfeitores para fechar a APAE. Plano para fechar, sim senhor. Moura pai, Moura filho e a cambada que assina conjuntamente a vingança política tramada contra os dirigentes da APAE, não estão nem aí para os 128 alunos excepcionais assistidos pela entidade.

Segunda-feira (26), César Henrique da Silva, presidente da Comissão de Acompanhamento e Utilização de Repasses Municipais (Caurm), simplesmente comunicou à APAE que o pagamento da subvenção aprovada pelos vereadores, para a entidade, está suspenso. Ou seja, a APAE não receberá mais um tostão, até “segunda ordem”. 

Para vocês entenderem melhor vou resumir toda a patifaria contra a APAE. Em 2013, a entidade recebeu R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais) de subvenção, aprovada na gestão do ex-prefeito Pavan (PSB). Saiu Pavan, entrou os malfeitores (politicamente falando), que reduziram o valor da APAE para R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais)/ano.  Este valor deve ser pago em 10 (dez) parcelas de R$ 24 mil. Estamos entrando no último mês do primeiro semestre e a APAE só recebeu uma parcela, até agora. Quando os malfeitores diminuíram impiedosamente a subvenção, a APAE foi obrigada a reduzir de 128 para 30 o número de alunos assistidos e demitir 28 funcionários. 

A patifaria veio à tona pela imprensa local e regional (EPTV, Portal G1, CBN, Correio Paulinense, entre outros veículos de comunicação), o governo malfeitor levou um susto com tamanha repercussão negativa e decidiu fingir que recuaria da maldade. Chamou pais e dirigentes da APAE e prometeu corrigir o problema, além de pagar a segunda das dez parcelas dos R$ 240 mil, previstos para este ano. Segundo Genésio Pires e Valmir Brustolin, da APAE, o compromisso foi firmado pelo secretário dos Negócios Jurídicos, Arthur Augusto Campos Freire, em nome do “malfeitor de direito” (Moura Junior), dia 29 de abril passado.

Eles pediram para a APAE apresentar uma nova planilha de custos, a entidade apresentou e ficou aguardando a resposta. Quase um mês depois, a resposta que a APAE recebeu foi que a análise demorará. Ou seja, além de suspender o pagamento da subvenção já aprovada por lei, o governo malfeitor não deu prazo algum para terminar de analisar o novo valor que ele próprio pediu para a APAE apresentar. Finalizando o resumo: eles não vão pagar bosta nenhuma, pois o PLANO, INFELIZMENTE, É FECHAR A APAE e pronto. Que se lasquem Pablo, Vanda e todos os outros portadores de deficiências, pois eles não estão nem aí com isso. 
Durante reunião com o Secretário Arthur Freire, quarta-feira (28), uma das mães da APAE fez um apelo: “É vida de seres humanos. É crianças especiais gente. Vamos colocar a mão na consciência pelo amor Deus”. E quem disse que malfeitor tem consciência? “A nossa parte estamos fazendo. A irresponsabilidade foi da direção da APAE que não soube dirigir a APAE”, respondeu o malfeitor jurídico.

Sem ter como justificar tamanha canalhice, os malfeitores-mor, através do malfeitor jurídico, agora querem dizer que cortaram o dinheiro da APAE porque a diretoria não administrou bem o dinheiro da entidade. Isso é muito grave e se depender de Genésio Pires e Valmir Brustolin eles terão que provar na justiça. Segundo os dirigentes da APAE, desde 2006, todas as contas da entidade foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). TODAS, SEM EXCEÇÃO. Se o malfeitor jurídico sabe de algo errado na administração da APAE por que não coloca logo as cartas na mesa, chama a imprensa e mostra as provas? Por quê? 

“Não temos recebido sequer visitas periódicas de agentes públicos e há representantes desta administração atribuindo críticas a qualidade de atendimento, sem sequer conhecer a APAE e seus importantes projetos, um ato covarde e insano”, disse Brustolin, na resposta ao oficio 030/2014 da CAURM. 
Hoje (30), o líder de governo Sandro Caprino (PRB) telefonou para Brustolin, marcando uma reunião para a próxima semana. Pauta do encontro: Doutor Athur teria dito que não prometeu nada para o pessoal da APAE. Misericórdia. O arrogante Secretário Jurídico vai dizer que todas as pessoas presentes na reunião do dia 29, todas, entenderam errado o que ele disse. Misericórdia, OUTRA VEZ.
Enquanto isso, o mesmo Arthur Freire, em nome do mesmo malfeitor de direito (Moura Junior) ratificou a contratação do crítico de cinema Rubens Ewald Filho, pela bagatela de R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais). Não tenho absolutamente nada contra Ewald Filho, um dos mais importantes especialistas em cinema do país e do mundo. O crítico também não tem culpa de ter sido contratado. Ele deu seu “cachê”, os malfeitores aprovaram e pronto.  Agora tenho certeza que Ewald Filho não sabe que enquanto receberá R$ 15 mil por mês, sozinho, durante dois anos, o mesmo prefeito que o contratou não quer pagar R$ 24 mil, durante 10 meses, para 128 portadores de deficiências. Ele deve ficar sabendo agora.
Aí os malfeitores menores vão logo dizer: mas, Rubens também teve contrato na gestão Pavan (PSB). Teve sim, como eu mesmo disse na matéria sobre o novo contrato do crítico. A diferença é que na administração do espirituoso, a APAE e todas as entidades do município eram assistidas financeiramente e funcionavam plenamente, atendendo milhares de pessoas carentes e com necessidades especiais. Ou seja, Ewald Filho recebia o “cachê”, mas, por exemplo, os alunos da APAE estudavam e recebiam os tratamentos que precisam, sem problemas. E hoje? 
Chega. Esses malfeitores já ultrapassaram todos os limites no quesito maldade. É chegada a hora de todos, absolutamente todos, que estão sofrendo nas mãos destes CANALHAS POLÍTICOS, repito, CANALHAS POLÍTICOS, darem as mãos. Precisam mostrar para Moura pai, Moura filho, Arthur e todos os outros malfeitores que eles não podem fazer o que bem entendem, que não são donos das vidas das pessoas, só porque estão com a chave do cofre nas mãos. NÃO PODEM. Eles são empregados da população e devem respeito às pessoas de bem que acreditam neles. 

Os vereadores aliados, também, devem entender que aliança tem limite. Eles não podem assistir inertes à tudo isso, com caras de paisagem. Do “bom moço” Danilo Barros (PCdo B), passando pelo doutor Gustavo Yatecola (PTdoB), o líder de governo Sandro Caprino (PRB), até o  quase sempre calado Du Cazellato, todos têm obrigação de defender a população. Não é possível que o medo de Moura pai seja tão grande assim, a ponto desses vereadores passarem por cima da esperança e confiança depositadas neles pelo eleitorado da city, inclusive pelos pais da APAE. Não é possível. “Senhores Vereadores, não permitam que o velho Moura pai conduza-os ao abismo político, pois todos que cometeram ou cometem o erro de colocá-lo acima de qualquer coisa nunca avançaram na vida pública. Me apontem um que avançou. Pelo contrário, ou passaram 20 anos como serviçais dele na Câmara ou ficaram apenas um mandato.  Disse e repito: ser aliado é uma coisa, VENDER A ALMA É OUTRA. Pensem nisso”.
Para finalizar, domingo (1º) tem Show de Prêmios em prol da Associação Protetora dos Animais São Francisco de Assis de Paulínia (APASFAP), uma das entidades que tiveram as verbas cortadas pelo governo malfeitor. Serão cinco rodadas principais (TV 42”, Bicicleta, Churrasqueira Bafo, Tanquinho e Panela Elétrica), por apenas R$ 15,00 (quinze reais), além de várias rodadas extras. O evento será no Pesqueiro do Tachê,  em Betel (Rua Constante Pavan, 1150). Maiores informações pelo telefone: 3874.1877.
Por hoje é só, meus queridos e queridas. Um fim de semana repleto de bênçãos para todos nós e que NOSSO SENHOR JESUS CRISTO NOS PROTEJA SEMPRE. Beijos e abraços. Au revoir!
Foto: Reprodução/Internet

<imagem1>47be4d619a8f64e7363d5a9a4ca0effa.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima