Correio Paulinense

Paulínia, 30 de maio de 2024
3ª e decisiva rodada da Copa Amizade, neste domingo (10), promete ser o divisor de águas entre a eliminação e a tão sonhada vaga na semifinal

Última atualização em 9 de novembro de 2013

Por Lucas Rodrigues
[imagem] O clima da terceira rodada da Copa Amizade, neste domingo (10), promete ser de decisão, pois os grupos estão embolados e a vitória definirá quem fica pelo caminho e quem segue rumo as semifinais.Os duelos entre Monterror x Liberdade, União Santa Teresinha x Planalto, Caçulinha x Cruzeirinho e Transpostos x União São José prometem muita emoção e, com certeza, um show de gols.
8:00hs: Duelo entre líderes!
A rodada será aberta em grande estilo, com os líderes do torneio em campo. O invicto Monterror, dirigido pelo técnico Roni,está na ponta do Grupo A, com 6 pontos, e a classificação para a próxima fase está praticamente garantida. Duas belas e difíceis vitórias nas rodadas anteriores fez o Monterror a sensação, até agora, da “Amizade”. Na estréia bateu o São José de virada e domingo passado goleou o Planalto. Agora, o foco do time é vencer o Liberdade, que vem de um empate de seis gols contra o Santa Teresinha e está empatado com o Cruzeirinho, 4 pontos para cada lado,  na liderança do a o Grupo B. Embora seja difícil afirmar o favorito deste confronto, o Monterror está um passo à frente, devido a ótima campanha nesta primeira fase. Por outro lado, o Liberdade não medirá esforços para quebrar a invencibilidade do adversário. 
10:00hs: Quem ainda não venceu, quer vencer! 
O Santa Teresinha ainda não venceu na Amizade e precisa muito dos três pontos em cima do Planalto, seu adversário no domingo,  para seguir na competição. A sorte do Santa é que Caçulinha e Transpostos ainda não somaram pontos e deram uma “mão amiga” para garantir a vice-liderança do Grupo A, com 2 pontos. Se vencer o Planalto e os rivais abaixo na tabela tropeçarem o Santa garante vaga na próxima fase com uma rodada de antecedência. Já o Planalto, que perdeu para o Monterror na segunda rodada, precisa entrar em campo com a cabeça no lugar para bater o adversário e movimentar-se pra cima na tabela – o time é 3º do Grupo B, com 3 pontos ganhos. 
14:00hs: A Matemática do 5 
As equipes da terceira partida do dia, foram marcadas na última rodada pelo número cinco – 5 a 3 para o Cruzeirinho contra o Transpostos e o Caçulinha foi goleado pelo São José 5 a 1. Ou seja não é muito difícil de entender essa matemática: O número cinco engrandeceu uma equipe e assombrou a outra, que agora necessita buscar a vitória para seguir firme na competição. Vice-líder do Grupo A, com 4 pontos, e para manter o ritmo, a vitória em cima do Caçulinha é fundamental, pois um empate deixaria a equipe com 5 pontos – olha o cinco ai de novo! Portanto se os rivais Planalto e União São José vencerem complicarão a equipe cruzeirense na tabela.
Duas derrotas consecutivas é o saldo da campanha do Caçulinha, até agora. Perdeu para Liberdade e São José e ainda amarga a terceira colocação do grupo A. O artilheiro Douglas Guarita, camisa 9 do Caçulinha, tem dado um show em campo, com belos gols, e feito a diferença pra equipe, que peca na desorganização defensiva, consistente até certo ponto, mas depois o time cansa e abre a porteira para os adversários. 
16:00hs: O clássico dos lanternas!
O Transpostos, que não anda bem das pernas na competição, parecia que ia se recuperar diante do Cruzeirinho, na rodada passada, mas acabou perdendo por 5 a 3, e amarga a última colocação do grupo A e agora precisa vencer o São José, neste domingo, para começar a respirar. 
O União São José goleou o Caçulinha por 5 a 1, domingo passado, mas com a penas 3 pontos ganhos ocupa o último lugar na tabela do Grupo B. O desespero para sair da lanterna existe, mas a equipe tem condições de bater o Transpostos, sair desta situação e seguir rumo a semifinal. 
Craque da 2ª Rodada 
O artilheiro Roner Guerra foi  o craque da rodada, pois o atacante só não fez chover na partida entre Cruzeirinho e Transpostos. O 9 esbanjou oportunismo marcando três belos gols na virada cruzeirense, por 5 a 3, liquidando a partida e mais uma vez mostrando que o 9 realmente dá sorte e é número de “matador”. 
Fotos: Lucas Rodrigues/CP Imagem

<imagem1>d408b2d25c62872be5250a4cd6df26fa.jpg</imagem1>

<imagem2></imagem2>

<imagem3></imagem3>

<imagem4></imagem4>

<imagem5></imagem5>

<video1></video1>

 

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Rolar para cima