MP de Americana mira lotes nas divisas com Paulínia e Cosmópolis

Da Redação
06/02/2020 16:02:02
MP de Americana mira lotes nas divisas com Paulínia e Cosmópolis

Estima-se que a região do Recanto das Águas tenha quase 2 mil moradores

Promotor de Justiça e autoridades políticas começam a discutir saídas para questões fundiárias e sociais na região do Recanto das Águas

Na manhã desta quarta-feira (5), o Ministério Público (MP) de Americana reuniu autoridades políticas locais, de Paulínia e Cosmópolis, durante reunião para discutir a situação de um conjunto de bairros localizado nas divisas entre os três municípios. São eles: Pôr do Sol, Condomínio São Joaquim, Santa Matilde, Granja Coavi e Recanto das Águas, onde, segundo o MP, centenas de pessoas moram em lotes irregulares.  

A meta do MP é promover a regularização fundiária desses bairros, por meio de medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais, para definir a quem eles realmente pertencem e, assim, integrá-los ao contexto legal dos municípios. Com isso, a população de cada bairro será atendida pelos serviços de saúde, educação, transporte, segurança, saneamento básico, entre outros, de sua cidade. Estima-se que, atualmente, a maioria dos moradores da região do Recanto das Águas utiliza os serviços públicos de Paulínia.

Segundo informações publicadas pela assessoria de imprensa da Câmara de Paulínia, vereadores da cidade na reunião conduzida pelo promotor Ivan Carneiro Castanheiro, de Americana, sugeriram um convênio entre os três municípios, além de uma ação integrada entre a Sabesp e do IGC (Instituto Geográfico e Cartográfico de São Paulo), para ajudar na solução das questões fundiária e social da região. Ainda de acordo com a assessoria legislativa, o Ministério Público (MP) de Americana marcou uma nova reunião sobre o assunto para o dia 11 de março.

Foto: Divulgação/PMP

Comentar