Mulher passa mal e desmaia durante mais um protesto de moradores do “Pazetti”, em frente à Prefeitura de Paulínia

Da Redação
29/01/2014 21:25:00
Mulher passa mal e desmaia durante mais um protesto de moradores do “Pazetti”, em frente à Prefeitura de Paulínia

[imagem] Na tarde de  hoje (29), aconteceu mais um protesto dos compradores do Residencial Pazetti em frente à sede do governo municipal, o PALÁCIO 28 DE FEVEREIRO. Desta vez, mais de cem pessoas participaram da manifestação, organizada pela associação dos moradores, que reivindicam uma posição da administração Edson Moura Junior (PMDB) em relação a entrega das 372 unidades do primeiro módulo, que deveriam ter sido entregues em agosto do ano passado. 


Uma reunião entre a Caixa Econômica Federal, Prefeitura, Construtora Mello Azevedo e Associação do Pazetti estava marcada para as 16hs de hoje, mas acabou sendo cancelada pelo secretário de Habitação, Danilo Garcia. “Fomos informados do cancelamento da reunião somente ontem à noite e por isso estamos aqui para falarmos com o secretário de Habitação”, explicou Bruno Pereira, presidente da associação. Ainda segundo ele, uma nova reunião foi marcada para a próxima quinta-feira, dia 06. “Marcaram para as onze horas da manhã, um horário que poucas pessoas podem comparecer, devido ao trabalho”, reclamou Pereira.

O Secretário de Habitação se dispôs a receber apenas uma comissão de moradores, mas a proposta foi rejeitada pela associação. “Não aceitamos porque ele havia prometido a reunião com a Caixa Econômica para todo mundo e por isso deve explicar-se à todos também”, afirmou Pereira.

Durante o protesto uma compradora do Pazetti passou mal e desmaiou. Ela foi levada para o interior da Prefeitura e depois de ambulância ao Pronto Socorro Municipal e, segundo informações, passa bem.  A reportagem do Correio Paulinense Online apurou que a mulher encontra-se morando de favor na casa de parentes e até separada dos filhos, que estão em outras residências, enquanto aguarda receber a sua casa no Pazetti. A assessoria de imprensa do prefeito tentou impedir o fotógrafo Lucas Rodrigues de registrar a cena da mulher desmaiada, mas ele conseguiu fazer as imagens.
 
“O nervosismo é geral, pois estamos esperando desde setembro e as nossas casas não saem nunca.  Pessoas estão pagando aluguel, a prestação, pré-obra e ainda correndo risco de ficarem nas rua, como é o caso da moça que está passando mal”, argumentou o presidente da Associação. Sobre o fato dos moradores ainda não terem sido recebidos pelo prefeito Moura Junior (PMDB), Pereira declarou: “O prefeito descarta. Ele nunca vem atender o povo, infelizmente, deveria estar mais próximo. Na hora de pedir voto é fácil.”.

Do PALÁCIO 28 DE FEVEREIRO os moradores do Residencial Pazetti seguiram para a ponte que liga as Regiões Centro e João Aranha, onde continuaram protestando. Durante cerca de 15 minutos os manifestantes bloquearam o sentido Centro/João Aranha, acompanhados de perto pela Guarda Municipal e Polícia Militar. A manifestação transcorreu de forma pacífica, sem incidentes e nem confrontos entre manifestantes e policiais. 

Confira GALERIA DE FOTOS do protesto de hoje.. 

Fotos: Lucas Rodrigues/CP Imagem 

Comentar