Furto e tráfico prenderam mais no 1º semestre, aponta GCM

Da Redação
14/08/2021 17:08:51
Furto e tráfico prenderam mais no 1º semestre, aponta GCM

Maior apreensão de drogas foi em fevereiro

No mesmo período, Paulínia registrou 18 flagrantes de violência doméstica, a maioria - 62,50% - praticada por maridos das vítimas

Na quinta-feira (12), a Guarda Civil Municipal (GCM) postou balanço resumido das ocorrências que atendeu no primeiro semestre deste ano. Procurada pelo Correio, a GCM, por meio do Setor de Desenvolvimento e Estatística (SDE), deu mais detalhes sobre os números divulgados nas redes sociais da Prefeitura Municipal de Paulínia (PMP). De acordo com relatório do GC Diogo Antonio Ferreira, responsável pelo SDE, das 74 pessoas presas no período 40,54% praticaram furtos, 33,78% tráfico de drogas, e o restante outros tipos de crimes. 

M.A.T., de 57 anos, e L.I.S, de 20, estão entre os presos por furto. Na manhã do dia 19 de maio, eles foram flagrados com peças de caminhão que, segundo a GCM, teriam furtado de uma chácara nas proximidades da Ponte do Rio Atibaia. Já na noite de 15 de junho, homens do Grupamento de Operações com Cães (GOC) prenderam T.G.C, de 21 anos, por tráfico de drogas, no Jardim Leonor I. Segundo a polícia, foi a terceira prisão do rapaz pelo mesmo crime este ano.



No período apurado, as drogas apreendidas pela GCM pesaram 13,4 Kg, sendo 62,6% maconha, 25,3% cocaína, 0,3% crack, e 11,8% outros tipos de entorpecentes como, por exemplo, lança-perfume e haxixe.  A maior apreensão foi registrada no Bom Retiro, dia 5 de fevereiro, quando, após receber denúncia anônima, a GCM localizou 4,974 Kg de maconha, 926 pinos de cocaína e 9 seringas com haxixe (foto abaixo) na casa de um morador do bairro.  Segundo a polícia, preso em flagrante, A.F.L. confessou que as drogas abasteceriam biqueiras no próprio Bom Retiro, e também no bairro Salerno, em Sumaré.



As constantes operações do GOC, com a participação fundamental dos cães policiais Stallone, Cicatriz, Billy e Zara, têm produzido resultados positivos no combate ao tráfico na cidade. Além do patrulhamento de rotina, a GCM, Polícia Militar e Polícia Civil lançaram este ano a Operação “Paulínia Segura”, com o objetivo de potencializar a sensação de segurança e reduzir os indicadores criminais na cidade. No primeiro semestre foram quatro operações, que resultaram em diversas prisões, apreensões de drogas, entre outras ações contra o crime. 

Violência doméstica
De janeiro a junho, foram registrados 18 flagrantes. De acordo com a GCM, 62,50% dos agressores são ou eram maridos das vítimas e 75% das ocorrências envolveram violência física. Na madrugada do dia 2 de maio, Roberta dos Santos Alves, de 28 anos, morreu no Hospital Municipal de Paulínia (HMP), em decorrência de vários socos que tomou no abdômen. 

Johney Henrique Torres Teixeira, de 22 anos, pizzaiolo desempregado e marido da jovem, foi preso em flagrante acusado de ter praticado o crime, qualificado pela Polícia Civil como feminicídio. Na época, Alícia Mattos declarou à imprensa que a irmã era constantemente agredida pelo então companheiro, mas nunca contava nada à família, que ficava sabendo por terceiros.  

Flagrantes
Furto, tráfico de drogas, violência doméstica, roubo e outros tipos de crimes geraram 58 autuações em flagrante. No relatório do SED, furto e tráfico aparecem empatados em primeiro lugar, com 32,73% dos casos, seguidos pelo crime de violência doméstica, com 14,54% dos registros. 

Carros e armas


A GCM recuperou 14 veículos e apreendeu dois revólveres, calibres 22 e 32.  Um dos carros recuperados foi roubado na manhã do dia 23 de abril, em frente à Caixa Econômica Federal, na Avenida José Paulino. Após surpreenderem o dono do Fiat Fiorino (foto acima), Jeferson Oliveira Gonçalves, 30 anos, morador de Hortolândia, e Douglas da Silva Martinelle, 37 anos, morador da cidade, no Parque dos Servidores, fugiram com o veículo no sentido João Aranha. Acionada, a GCM conseguiu prender a dupla na Rodovia Professor Zeferino Vaz, nas proximidades da alça de acesso ao Portal Colonial, onde o carro da vítima foi encontrado.
 
Bairros


De acordo com o SED da GCM, os índices de ocorrências por bairros, no primeiro semestre, ficaram assim: Bom Retiro 7,55%; João Aranha 6,16%; Betel 5,46%; Santa Cecília 5,46%; Vista Alegre 5,11%; São José I 4,58%; Cascata 4,05%; Nova Paulínia 3,70%; Calegaris 3,17%; Cooperlotes 2,64%; e Outros 52,12%. Até o dia 17 de maio a Guarda Civil Municipal (GCM) foi comandada pelo GC Alexandre Mendes, sucedido pelo atual comandante GC Rodrigo Domingues Vieira (fotos acima).

Mizael Marcelly
Fotos: Arquivo

Comentar