Permuta abre caminho para revitalização do Centro

Da Redação
10/12/2020 16:12:56
Permuta abre caminho para revitalização do Centro

Dona da área particular vai restituir R$ 2,9 milhões ao município

Prefeitura recebeu autorização da Câmara para trocar terreno público, no Parque da Represa, por área particular atrás do Museu, na Avenida José Paulino

O presidente da Câmara Municipal de Paulínia (CMP), Antonio Miguel Ferrari, o Loira (DC), colocou o Projeto de Lei 77/2020, do Executivo, em votação na sessão ordinária de terça-feira (8), e também na extraordinária que aconteceu na sequência. O PL não estava na pauta do dia, mas foi incluído, votado e aprovado nos dois turnos, após Loira colocar em votação, e o Plenário aprovar, requerimento dos vereadores para a apreciação da matéria em regime especial de urgência, com base no artigo 154 e seguintes do Regimento Interno do Legislativo

A proposta autoriza a Prefeitura Municipal de Paulínia (PMP) trocar uma área pública com  24.564,52m2, na região do Parque dos Servidores, por uma particular de 3.020,05m2, atrás do Museu Municipal, na Avenida José Paulino, pertencente à ACSA Administradora de Imóveis Ltda. De acordo o texto do PL, o terreno particular está avaliado em R$ 5.020.000,00 (cinco milhões e vinte mil reais) e, pela negociação, a ACSA ainda restituirá aos cofres municipais R$ 2.390.000,00 (dois milhões, trezentos e noventa mil reais) em dinheiro. “Referentes à diferença dos valores (dos imóveis) avaliados”, explicou o secretário de Planejamento e Controle Urbano, Renato de Camargo Gonçalves.  

A autorização abre caminho para a PMP revitalizar a região central da cidade, nas proximidades do Museu Municipal, Igreja São Bento e áreas adjacentes. No local, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos planeja criar espaços comerciais, food trucks, e um bolsão de estacionamento. “Esse projeto vai encaminhar, enfim, o início da tão sonhada revitalização da área central”, ressaltou o vereador Fábio Valadão (PL), líder do governo Du Cazellato (PL) na Câmara, durante a segunda e última votação do texto, que já seguiu para a sanção do prefeito da cidade. 

Errata: A área pública fica localizada na Região do Parque dos Servidores, e não do Parque da Represa, bem como o valor a ser restituído pela ACSA ao município é de R$ 2.390.000,00 (dois milhões, trezentos e noventa mil reais), e não R$ 2.930.000,00 (dois milhões, novecentos e trinta mil reais) como estava escrito antes. Na legenda da foto, onde se lê "R$ 2,9 milhões", leia-se " R$ 2,3 milhões". 

Foto: Correio Imagem

Comentar