Paulínia prepara testagem em larga escala para o novo coronavírus

Da Redação
29/05/2020 20:05:52
Paulínia prepara testagem em larga escala para o novo coronavírus

Alves apresentou as contas da saúde no 1º quadrimestre de 2020

Informação foi dada pelo secretário de Saúde da cidade, Fábio Alves, durante audiência pública virtual na Câmara de Vereadores

Na tarde desta sexta-feira (29), o secretário de Saúde de Paulínia, Fábio Alves, detalhou ações e gastos da pasta no primeiro quadrimestre (janeiro a abril) deste ano, durante audiência pública virtual na Câmara de Vereadores.  Além disso, Alves revelou que em breve será anunciado um plano de testagem em larga escala da população para o novo coronavírus. Ainda segundo ele, quando isso ocorrer, o número de casos deve aumentar expressivamente

A testagem em larga escala é importante, principalmente, para detectar os infectados assintomáticos, ou seja, pessoas que pegaram o vírus, mas não apresentam sintomas e, por isso, carregam e transmitem sem saber. No final de março passado, o prefeito de Paulínia, Du Cazellato (PL), autorizou uma compra de 20 mil testes rápidos para o novo coronavírus (leia reportagem). Além dos 2.570 que já haviam sido entregues, a PMP recebeu esta semana mais 14 mil unidades, segundo informação de Iria Onira da Silva, conselheira municipal de saúde.

De acordo com a prestação de contas apresentada por seu titular, a Secretaria de Saúde de Paulínia gastou nos primeiros quatro meses de 2020 um total de R$ 83.648.543.94 (oitenta e três milhões, seiscentos e quarenta e oito mil, quinhentos e quarenta e três reais e noventa e quatro centavos), o que representa 18,86%  da dotação do setor para este ano - por lei, o município é obrigado a investir 15%, no mínimo. Do total gasto, R$ 986 mil foram tirados dos R$ 4,4 milhões que o município recebeu do governo federal, entre os meses de janeiro e abril.

Além de pagar R$ 7.339.474,43 em salários e encargos sociais de seus funcionários, a pasta de saúde investiu R$ 15.909.973,47 na rede básica, R$ 13.633.741,29 na rede especializada, R$ 44.527.659,87 no hospital municipal (HMP), e R$ 2.237.694,88 na vigilância em saúde. Ainda segundo os dados apresentados pelo secretário, Paulínia recebeu R$ 1,9 milhão dos governos federal e estadual para o combate ao novo coronavírus, entre os dias 30 de março e 29 de abril.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PRESTAÇÃO DE CONTAS COMPLETA.

Foto: Divulgação/CMP

Comentar