Loira tirou ponte da gaveta e Cazellato promete começar obra em janeiro

Da Redação
09/09/2019 19:09:16
Loira tirou ponte da gaveta e Cazellato promete começar obra em janeiro

Projeto da ponte foi retomado em maio e, segundo secretário, está bem adiantado

Prefeito interino determinou R$ 31 milhões do Orçamento 2020 para o início da 1ª etapa da ponte, que tem custo total estimado em R$ 60 milhões

Prometida pela maioria dos candidatos que disputaram as últimas cinco eleições municipais, bem como a suplementar de domingo (1/9), a construção da ponte sobre o Rio Atibaia será iniciada no começo de janeiro do próximo ano, segundo compromisso assumido recém-eleito Prefeito de Paulínia, Ednilson Cazellato, o Du Cazellato (PSDB). 

Procurado pelo Correio, o atual secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Leonardo Viu Torres, falou sobre a obra que promete acabar com os congestionamentos registrados no trânsito da cidade, durante os chamados horários de pico. No último dia 30, o atual prefeito interino Antonio Miguel Ferrari, o Loira (DC), autorizou a abertura do processo licitatório da obra.

Segundo Torres, assim que assumiu a pasta de Obras, em maio passado, ele colocou em prática a determinação do prefeito Loira de desengavetar e dar sequência ao projeto da ponte. “O processo de licitação da ponte ficou engavetado durante todo o governo Dixon (Carvalho), que também não pagou a empresa que fez o projeto da obra”, ressaltou. As contratações do projeto da ponte, e dos estudos necessários para a obtenção das licenças exigidas pela Cetesb – Licença Prévia (LP), Licença de Instalação (LI), Licença  de Operação (LP) e Licença Ambiental (LA) -  foram realizadas na gestão do ex-prefeito José Pavan Junior (PSDB). 

“Pagamos a empresa que fez o projeto, e, contratamos outra para realizar os estudos (exigidos pela Cetesb) que faltavam, dentre eles, o de impacto na vizinhança e ruídos, bem como atualizar outros que já estavam prontos, como o de fauna e flora, por exemplo”, afirmou Torres

De acordo com o secretário, o custo total da obra está estimado em R$ 60 milhões. “O prazo normal para construção da ponte seria de 15 (quinze) meses, no entanto, o município não tem capacidade financeira para concluí-la dentro desse tempo. Então, possivelmente, ela deverá estar pronta em dois anos”, disse ele. Segundo Torres, o prefeito Loira (DC) está destinando R$ 31 milhões do Orçamento Municipal 2020 para o início da primeira etapa da ponte. 

O secretário de Obras afirmou ainda que “as áreas por onde a ponte deverá passar já foram todas desapropriadas” pela prefeitura. O termo de referência da obra também já está pronto, segundo ele.  “Com base no termo de referência, a Secretaria de Administração elabora o edital da licitação e, depois, encaminha para análise da Procuradoria Jurídica do Município”, explicou. Sexta-feira (30/08), a prefeitura divulgou em sua página virtual que o edital da ponte será publicado “nos próximos dias”. 

Perguntado se o prefeito eleito, Du Cazellato (PSDB), conseguirá cumprir o compromisso de iniciar a construção da ponte três meses após tomar posse, Torres respondeu “graças ao empenho do prefeito Loira e das secretarias envolvidas no projeto, é bem provável que sim, pois, tudo já está bem adiantado”

Foto: Divulgação/PMP

Comentar