Data de ‘suplementar’ em Paulínia será definida só após recesso do TRE

Da Redação
28/06/2019 17:06:57
Data de ‘suplementar’ em Paulínia será definida só após recesso do TRE

Fachada do prédio do TRE-SP, na capital

A última sessão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, neste semestre, ocorreu ontem (27); Tribunal volta a funcionar dia 15 de julho

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo) informou ao Correio que a última sessão deste semestre aconteceu ontem (27).  “No segundo semestre, as sessões recomeçarão dia 15/07.Portanto, as resoluções de Eleições Suplementares ainda não aprovadas (como é o caso de Paulínia) entrarão na pauta de julgamento do segundo semestre”, explicou a assessoria de imprensa do Tribunal.

No início da tarde desta sexta-feira (28), o TRE-SP foi comunicado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) da publicação do acórdão que cassou em definitivo Dixon Carvalho (Progressistas) e Sandro Caprino (PRB) dos cargos de Prefeito e Vice-Prefeito de Paulínia. Com isso, o tribunal regional deverá adotar medidas para realização de eleições suplementares majoritárias no município, dentro do calendário eleitoral pré-estabelecido pelo TSE.

As eleições suplementares são definidas por meio de Resoluções do TRE, submetidas à aprovação dos desembargadores. Por conta do recesso judiciário, dos preparativos e prazos que envolvem uma eleição suplementar, os eleitores paulinenses deverão voltar às urnas somente em 1º de setembro ou 6 de outubro, sendo esta última  a data mais provável.

Foto: Reprodução

Comentar