Bate-boca entre vereadores marca encerramento do ano legislativo

Da Redação
26/12/2018 14:12:57
Bate-boca entre vereadores marca encerramento do ano legislativo

"Baboseiras" e "Respeito": palavras ressaltadas na discussão dos parlamentares

Marcelo de Souza (PRTB) questionou posições de Tiguila Paes (PPS) sobre falta de remédios e problemas no sistema de ar-condicionado do HMP

Na manhã desta quarta-feira (26), os vereadores Marcelo de Souza (PRTB) e Tiguila Paes (PPS) bateram boca na penúltima sessão do ano legislativo na cidade – a última aconteceu logo em seguida.  A discussão começou quando Souza voltou a questionar críticas feitas pelo colega sobre a falta de medicamentos na rede municipal de saúde e os problemas no sistema de ar-condicionado do Hospital Municipal de Paulínia (HMP). 

Remédios
Segundo Souza (PRTB), o governo interino Du Cazellato (PSDB) já realizou os pregões para compra de medicamentos e afirmou que, a entrega depende apenas da assinatura das autorizações de fornecimento, para normalizar os estoques do HMP e das UBSs (Unidades Básicas de Saúde). “É fácil pegar o microfone aqui e vir falar que tá faltando remédio, mas não tem coragem de falar que já foi comprado”, disparou Souza (PRTB). 

“Eu tenho aqui uma lista de 99 medicamentos que estão faltando. Eu não falo baboseiras. Tudo o que eu falo aqui, falo com propriedade”, rebateu Tiguila (PPS).

Souza (PRTB) criticou, também, um vídeo postado nas redes sociais por Tiguila (PPS) com pacientes do HMP, fazendo reclamações. “Ontem (terça-feira, 25), eu vi um vídeo do meu nobre colega Tiguila, onde um paciente, sentando numa cadeira de rodas, disse que precisou trazer alguma coisa para o hospital. Alguma coisa o quê, o quê?”, questionou ele, e complementou: “Porque eu liguei no hospital ontem e ninguém soube me dizer o que estava faltando no hospital”.  

Souza pediu para o paciente ou alguém da família entrar em contato, lhe dizendo o que o homem teria levado de casa para o HMP. “Para saber se não foi maldosa (a informação ) da parte dele (do paciente) ou de quem gravou o vídeo (o vereador Tiguila)”, justificou.

“Eu faço vídeo sim, pois a população precisa saber sobre a situação da cidade. Vá você passar três dias lá (no HMP) deitado onde praticamente não é colchão, para sentir. Pode deixar que vou pedir para o senhor entrar em contato com você e lhe dizer o que é viver lá (no HMP)”, respondeu Tiguila (PSPS). Segundo o vereador, os pacientes pediram para falar sobre as condições em que se encontravam no HMP e autorizaram a gravação e exibição das imagens (VEJA O VÍDEO na rede social do vereador).

Ar-condicionado
Souza (PRTB) falou, também, sobre o problema no sistema de ar-condicionado do Hospital Municipal de Paulínia (HMP). Segundo ele, no ano passado, quando trabalhou no HMP, o então prefeito Dixon Carvalho (Progressistas) liberou um valor que deu para arrumar apenas um dos cinco aparelhos, mas que, agora, na gestão Cazellato (PSDB), todos serão arrumados. 

O problema foi abordado por Tiguila Paes (PPS) na sessão do último dia 20.  “Não pega o microfone só pra falar baboseiras, que não tá arrumando. Fala assim: gente, tá faltando ar sim, mas o Du Cazellato já contratou a empresa e já tá arrumando”, disse Souza, referindo-se ao colega.

Tiguila (PPS) defendeu sua linha de trabalho e rebateu Souza (PRTB): “Você defender prefeito é legal, é democrático. Só que vir aqui dizer que esse vereador tá falando baboseira é ir contra a população”. 

Temas como manutenção das escolas e reformas de praças públicas também foram motivos da discussão entre os  dois parlamentares.  
VEJA O VÍDEO COMPLETO DA SESSÃO!!! 

Foto: Reprodução/Vídeo Sessão

Comentar