Diretoras do Procon e Lar dos Velhinhos deixam administração

Da Redação
06/10/2018 14:10:39
Diretoras do Procon e Lar dos Velhinhos deixam administração

A venda da mansão da ex-diretora para o prefeito Dixon (Progressistas) continua sendo investigado na Justiça

Fabiana Ferarri pediu exoneração e Michele Santos foi exonerada: a passagem da dupla pelo governo Dixon (Progressistas) foi marcada por polêmicas

Fabiana Ferrari D’Auria D’Ambrósio, diretora do Departamento de Proteção ao Consumidor (Procon) de Paulínia, e Michele Cristine Carvalho Baccaglini dos Santos, diretora do Centro de Geriatria e Gerontologia (Lar dos Velhinhos) deixaram os cargos, conforme portarias de exoneração publicadas no Semanário Oficial do Município desta quinta-feira (4). Fabiana pediu para sair e Michelle foi exonerada - os motivos não foram divulgados.

A passagem da dupla pela administração Dixon Carvalho (Progressistas) foi marcada por polêmicas. A ex-diretora do Procon virou alvo do Ministério Público (MP) por conta da venda de sua antiga casa no luxuoso Condomínio Villa Lobos.  Avaliada em R$ 3,5 milhões, a mansão foi vendida por R$ 2 milhões ao prefeito Dixon (Progressistas), denunciado por suposto enriquecimento ilícito.  A Procuradoria-Geral de Justiça, que também apura o caso, já ouviu Fabiana Ferrari.  

Nomeada em março do ano passado, Michelle Santos foi escalada para pilotar e executar a terceirização do antigo Lar dos Velhinhos. O plano do prefeito Dixon (Progressistas) era transferir os idosos de longa permanência para instituições particulares e os enfermos graves para uma ala específica no Hospital Municipal de Paulínia (HMP). No entanto, o projeto de terceirização repercutiu muito negativamente na opinião pública e acabou suspenso pela administração. 

Funcionários antigos do Centro de Geriatria avaliam a gestão da ex-diretora como a pior dos últimos 20 anos. Segundo informações, houve redução no quadro de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem da entidade, prejudicando seriamente o atendimento aos idosos. Morosidade no andamento de contratos e pagamentos de fornecedores de serviços essenciais, como oxigênio e lavanderia, também foram pontos negativos. Desde junho, embora ainda oficialmente no cargo, Michele Santos não dirigia mais o Lar dos Velhinhos, atualmente, sob o comando da médica Rosemary de Castro Barreto.

Foto: Jornal Tribuna/Reprodução

Comentar