Prefeito homologa “registro de preços” para uniforme escolar, mas compra ainda é incerta

Da Redação
19/05/2018 18:05:05
Prefeito homologa “registro de preços” para uniforme escolar, mas compra ainda é incerta

Prefeitura ainda não divulgou quando começa a compra de uniformes

Duas empresas do Paraná venceram a licitação; de camisetas a tênis, foram registrados preços de mais de 224 mil itens para pouco mais de 16 mil alunos

O “registro de preços” da licitação para compra de uniformes escolares, realizada dia 9 de fevereiro passado, foi homologado pelo prefeito Dixon Carvalho (Progressistas) terça-feira (15), ou seja, mais de três meses depois. Duas empresas do Paraná, a Nayr Confecções, com sede em Maringá, e a Novo Tempo Ind. e Com. de Artigos Escolares, em Colombo, ofereceram os menores preços e deverão fornecer os uniformes. 

Pelo Sistema de Registro de Preços (SRP) a Prefeitura de Paulínia solicitará os uniformes à medida que for precisando e pelos preços registrados em ata.  O registro de preços homologado prevê a compra de 224.070 itens, entre camisetas (62.060), bermudas (31.050), shorts saia (3.750), conjuntos de agasalhos (19.070), calças (20.740, verão e fuseal), meias (57.210) e tênis (30.190), no valor total de R$ 3.729.758,21 (três milhões, setecentos e vinte e nove mil, setecentos e cinquenta e oito reais e vinte um centavos). No entanto, o edital da licitação estima a despesa em R$ 5.689.052,18 (cinco milhões, seiscentos e oitenta e nove mil, cinquenta e dois reais e dezoito centavos), com recursos dos governos federal e municipal. 

A rede municipal de ensino tem pouco mais de 16 mil alunos matriculados.  A administração Dixon Carvalho (Progressistas) ainda não informou quando iniciará a compra dos uniformes escolares. 

Foto: Arquivo

Comentar