ZOOLÓGICO EM ABRIL, PIER EM 90 DIAS, PONTE DA RHODIA E HMP ATÉ DEZEMBRO: Dixon (PP) falou sobre FESTAS e AÇÕES, na 1ª Coletiva no gabinete

Da Redação
10/03/2017 12:03:54
ZOOLÓGICO EM ABRIL, PIER EM 90 DIAS, PONTE DA RHODIA E HMP ATÉ DEZEMBRO: Dixon (PP) falou sobre FESTAS e AÇÕES, na 1ª Coletiva no gabinete

O secretário David, Dixon (PP) e seu vice Caprino (PRB) na primeira coletiva do governo, que promete andar

Boaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaarde, meus amoooooooooooores!!! Na primeira coletiva com a imprensa local, depois que assumiu a prefeitura, Dixon Carvalho (PP) falaria só do “Paulínia Rodeo Festival”, maaaaaaaaaaas, em tempo, corrigiram o que seria um baita deslize. A city mergulhada numa montanha de problemas – herdados e não criados por ele, diga-se de passagem – e o prefeito chamar a imprensa para falar apenas de rodeio, seria um desaforo absurdo. 

Ele falou da parceria com a Cia TP Eventos, Produções e Locações para quatro noites “seguraaaaaaaaa peão”, de 06 a 09 de julho, no Parque Brasil 500, com as atrações Fernando & Sorocaba, Thaeme & Thiago, Marcos & Belutti, Milionário e Marciano. mas também falou sobre medidas que, caso não fiquem apenas no discurso da coletiva, prometem movimentar seu governo.

Afirmou que no próximo mês o zoológico será reaberto. Em noventa dias o Pier do Parque da Represa está disponível para a população. Que a reforma do hospital será finalizada e as novas instalações entregues até o final do ano. Que já comprou coletes à prova de bala para a Guarda Municipal. Que não poderia deixar as crianças sem merenda, por isso, fez a contratação emergencial de mais de R$ 13 milhões. 

Que a ponte da estrada da Rhodia será construída até dezembro. Além disso, anunciou a provável construção, em área paulinense, de uma filial do Hospital do Câncer de Barretos, bem como que está articulando para a Unimed construir um hospital na city, com a Caixa Econômica Federal para 1.000 casas populares, entre outras possíveis ações de governo. 

Após ele anunciar o que “vem por aí”, cobrei do prefeito a total falta de comunicação de seu governo com a população. “Assim como o senhor convocou a imprensa para falar de rodeio, já deveria ter convocado para expor tudo o que acabou de falar, pois todo mundo está às cegas, sem saber ao certo o que está acontecendo e muito menos o que vai acontecer”, rasguei. Dixon (PP) reconheceu o que chamou de “falha”, mas, segundo ele, justificável pela carga de trabalho e de papelada que tem para assinar, diariamente. “O dia que saio mais cedo daqui (do gabinete) é sete, oito horas da noite”, argumentou.

Questionou-se também se esse era o momento de pensar em festa, fazer rodeio, enquanto a saúde continua com tantos problemas, como falta de remédios, por exemplo. “O que se fazia antes era falar que não iam fazer carnaval para investir na saúde, mas se gastava o dinheiro em outras situações, em desapropriações, em outros tipos de contratos. Aqui, sempre se falava não vou fazer isso e aquilo, para investir mais na saúde. Não era feito nada, e não se investia mais nada na saúde e a saúde nunca melhorou. A saúde tem dinheiro. O que falta é gestão, administração, acabar com os contratos superfaturados, como estamos acabando. Então, o pouco dinheiro que foi usado no carnaval desse ano, por exemplo, não mudaria a situação da saúde. Portanto, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”, respondeu o vice-prefeito Sandro Caprino (PRB). O prefeito reforçou que outros eventos virão, mas, segundo ele, sem custos para o município.

Os representantes da Cia TP participaram da coletiva e um deles, o famoso Toninho Paraná, deu alguns detalhes sobre como vai funcionar a “bagaceira”. Serão três ambientes: camarotes, área vip e pista comum. Quase de graça, só a pista comum – o ingresso será um quilo de alimento não perecível, comprado nos comércios da city. Por exemplo: a pessoa vai ao Supermercado Calegaris compra 4 quilos de feijão e lá mesmo já troca por 4 ingressos, um para cada noite de rodeio. Não há limite de ingresso por pessoa. Já o acesso aos camarotes e área vip será cobrado pela Cia TP – preços e pontos de venda de ingressos serão definidos e divulgados, oportunamente, pela produtora da festa. 

Além da venda de ingressos, a Cia TP vai explorar os serviços de estacionamento e a praça de alimentação da festa. Os ambulantes que quiserem vender na festa de peão, cujo tema é “Resgatando Tradições”, terão de comprar uma “cota” da organizadora, que fornecerá barracas personalizadas aos comerciantes informais. A estrutura anunciada na coletiva, por eles, será mega e, segundo Toninho Paraná, não ficará devendo nada aos rodeios mais badalados da Região, como os de Americana e Jaguariúna.

O secretário de Turismo e Eventos, David Rodrigues, garantiu que as arquibancadas do sambódromo, interditadas pelo Corpo de Bombeiros, não serão usadas. “A empresa responsável pelo rodeio montará toda a estrutura, como arquibancadas, palco, camarins, barracas, banheiros químicos, enfim, tudo que for necessário. No caso das arquibancadas do sambódromo, exigi do Paraná que reforce o isolamento da área para que ninguém tenha acesso. Portanto, a festa acontecerá com total segurança”, afirmou. Pois é, a comunidade de “botas, chapéus, fivelas GG, e muitas franjas” já está ouriçada, à espera das quatro noites sertanejas.

E, hoje (10) deve sair a pauta da próxima sessão da Câmara, a quarta do ano, terça-feira (14). O destaque, certamente, será a segunda e última votação da Reforma Administrativa da Prefeitura, de autoria do prefeito Dixon (PP).

Amaaaaaaados e amaaaaaaaaaaaaaaadas, um fim de semana iluminado e abençoado por NOSSO PAI CELESTIAL. Muitos beeeeeeeeeeeeijos e abraaaaaaaaaaaços!!! Au revoir!!!

Foto: Túlio Silva/Correio Imagem

Comentar