Dixon (PP) deve nomear o pai Benedito Presidente do Instituto Pauliprev

Da Redação
12/12/2016 21:12:05
Dixon (PP) deve nomear o pai Benedito Presidente do Instituto Pauliprev

Após 28 anos, pai e filho podem atuar juntos, novamente, na administração municipal

O Correio apurou que o ex-prefeito de Paulínia será anunciado no cargo dia 1º de janeiro

O ex-prefeito de Paulínia Benedito Dias de Carvalho, pai do prefeito eleito Dixon Carvalho (PP), deve ser nomeado pelo filho presidente do Instituto Pauliprev, a partir de janeiro do próximo ano. Instituída pela LC 18 (Lei Complementar),  a previdência municipal tem a missão de “assegurar, mediante contribuição, aos seus beneficiários os meios de subsistência nos eventos de incapacidade, velhice, inatividade e falecimento”. Atualmente, o patrimônio do Pauliprev é de aproximadamente R$ 900 milhões.

De acordo com a LC 18, toda a Diretoria Executiva do Pauliprev é nomeada pelo prefeito municipal e composta pelos seguintes membros: Diretor-Presidente, Diretor de Previdência e Atuária, Diretor Administrativo, Diretor de Perícias, e Diretor Financeiro. Atualmente, o diretor-presidente recebe R$ 11.214,97 e demais diretores R$ 9.746,34.

Parceria
Pai e filho já trabalharam juntos, durante o governo Benedito (1986/1988). Dixon foi presidente da Emdep (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Paulínia), empresa de capital misto, cujo sócio majoritário era o Município, dono de 51% do capital social. 

A Emdep foi extinta em 2007, pelo então prefeito Edson Moura (PMDB), por meio da Lei Municipal 2890, que transferiu para a Municipalidade “todos os direitos e obrigações” da empresa. Dois anos após seu encerramento, foi apurado que a Emdep deixou uma dívida de aproximadamente R$ 115 milhões, sendo R$ 40 milhões de impostos devidos. Em maio de 2013, ainda restavam R$ 75 milhões a pagar (leia mais).

Foto: Facebook/Reprodução

Comentar