Exceto Zé Coco (PTB), os demais vereadores "mouristas" ouviram a vontade do petista de presidir a Câmara nos próximos...

Da Redação
03/01/2013 00:00:00
Exceto Zé Coco (PTB), os demais vereadores "mouristas" ouviram a vontade do petista de presidir a Câmara nos próximos dois anos

Mizael Marcelly

Hoje pela manhã, numa conhecida padaria da cidade, aconteceu uma mesa redonda entre o vereador reeleito Custódio Campos (PT), os vereadores eleitos Sandro Caprino (PRB), Fábio Valadão (PTB), João Mota (PSDC) e a vereadora reeleita Siméia Zanon (PSDC), todos da Coligação ?Sorria Paulínia?. O vereador Doutor João Mota (PT), também participou encontro.

Na reunião com a ?base mourista? Custódio pediu o apoio para presidir a Câmara Municipal de Paulínia nos próximos dois anos. A eleição para a próxima Presidência Legislativa acontecerá na primeira sessão extraordinária de 2013, dia 1º de janeiro, logo após a posse de todos os vereadores no Theatro Municipal de Paulínia.

O ?cafezinho? foi bem demorado, mas terminou sem nada definido. ?Ninguém está querendo se amarrar agora. Está todo mundo ainda estudando que rumo tomar, por isso, acho que essa questão será definida mesmo no dia da eleição. Eu mesmo ainda não assumi compromisso com ninguém?, disse um dos vereadores presentes na mesa.

Perguntado sobre quem teria articulado o encontro entre petistas e mouristas, o vereador disse não saber, mas ressalvou a estreita relação política entre os vereadores Francisco Almeida Bonavita Barros (PTB), Vice da Coligação Sorria Paulínia, e Custódio Campos.

Fotos: Arquivo/CP Online

Comentar